Desentupimento de vaso (11) 98776-7059

Desentupidora em DIADEMA 98776-7059 / 99739-5404

A Zona Sul de São Paulo é uma região administrativa estabelecida pela Prefeitura de São Paulo englobando as Subprefeituras da Capela do Socorro, de Campo Limpo, de Cidade Ademar, de Parelheiros, e do M’Boi Mirim. [1] De acordo com o censo de 2000, tem uma população de 2.038.638 habitantes e renda média por habitante de R$ 2.544,50.[2] Até 1935 a região era um município separado, sendo o município de Santo Amaro, após o decreto estadual em fevereiro de 1935, o município de Santo Amaro foi dissolvido e seu território anexado totalmente a capital tendo seu território dividido em vários distritos e onde era o local da antiga prefeitura na praça Floriano Peixoto, hoje é o distrito de Palmeiras.[3] Integrantes da Zona Centro-Sul, as subprefeituras: de Santo Amaro, de Vila Mariana, do Jabaquara e seus respectivos distritos[1] são popularmente integrados a essa região. A Subprefeitura do Ipiranga também está integrada popularmente à região, assim como os distritos de Morumbi e Itaim Bibi. Referências Mapa rigem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o município brasileiro. Para o adorno, veja Diadema (joia). Diadema Município do Brasil Diadema Diadema Símbolos Bandeira de Diadema Bandeira Brasão de armas de Diadema Brasão de armas Hino Lema Floreat Diadema “Floresça, Diadema” Gentílico diademense[1] Localização Localização de Diadema em São Paulo Localização de Diadema em São Paulo Wikimedia | © OpenStreetMap Mapa de Diadema Coordenadas 23° 41′ 09″ S 46° 37′ 22″ O País Brasil Unidade federativa São Paulo Região intermediária[2] São Paulo Região imediata[2] São Paulo Região metropolitana São Paulo Municípios limítrofes Norte, leste e sul: São Bernardo do Campo; Oeste: São Paulo Distância até a capital 17 km[3] História Fundação 8 de dezembro de 1959 (62 anos) Aniversário 8 de dezembro Administração Prefeito(a) José de Filippi Júnior (PT, 2021 – 2024) Características geográficas Área total [1] 30,732 km² População total (estimativa IBGE/2021[1]) 429 550 hab. • Posição SP: 14º Densidade 13 977,3 hab./km² Clima tropical de altitude (Cwa) Altitude 780 m Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3) CEP 09900-000 a 09999-999[4] Indicadores IDH (PNUD/2010[5]) 0,757 — alto • Posição SP: 182º PIB (IBGE/2016[6]) R$ 13 229 744,53 mil PIB per capita (IBGE/2019[7]) R$ 36 097,90 Outras informações Padroeiro(a) Imaculada Conceição Sítio www.diadema.sp.gov.br (Prefeitura) www.cmdiadema.sp.gov.br (Câmara) Diadema[8] é um município do estado de São Paulo, na Região Sudeste do Brasil. Ocupa uma área de 30,732 km² e sua população estimada pelo IBGE para 1.º de julho de 2021, era de 429,550 habitantes naquela data.[1] É o 14.º município mais populoso do estado e o 57.º do Brasil. Está localizado na Zona Sudeste da Grande São Paulo, na Região Metropolitana de São Paulo, em conformidade com a lei estadual nº 1.139, de 16 de junho de 2011,[9] e consequentemente com o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de São Paulo (PDUI).[10] Diadema foi distrito de São Bernardo do Campo até a sua emancipação, no final da década de 1950.[11] Com 77 estabelecimentos de saúde, sua principal fonte de renda é o setor de prestação de serviços, tendo a indústria e o comércio como importantes atividades econômicas. O município conta ainda com uma importante tradição cultural, que vai desde o turismo até o esporte. Seus principais clubes de futebol são o Clube Atlético Diadema, fundado em outubro de 2009, e o Esporte Clube Água Santa, clube tradicional do município fundado em 1981 que disputou apenas competições amadoras até 2011, quando se profissionalizou. Também há o time de futebol americano fundado em 2013, o Diadema Diamond, que disputou contra grandes times do estado. Diadema[12] ainda é sede de diversos eventos anuais, além de possuir alguns pontos turísticos, como o Borboletário, o Jardim Botânico, o Museu de Arte Popular e o Observatório Astronômico. Índice 1 História 2 Geografia 2.1 Clima 3 Demografia 3.1 Religião 4 Política 4.1 Cidades irmãs 5 Subdivisões 6 Economia 7 Infraestrutura 7.1 Saúde 7.2 Educação 7.3 Criminalidade e segurança pública 7.4 Serviços, transportes e comunicação 8 Cultura 8.1 Pontos turísticos 8.2 Esporte 9 Referências 10 Ligações externas História No século XVII, os portugueses saem de São Vicente com o objetivo de catequizar os indígenas, reunindo grandes lotes de terra na região que, hoje, corresponde ao Centro de Diadema. Nessa região, antiga Vila da Conceição, hoje Avenida Manuel de Nóbrega, foi construída uma casa feita de taipa conhecida como “Casa Grande”, constituída de uma capela dedicada à Imaculada Conceição. Mais tarde, Diadema passou a ser um trajeto por onde passavam tropeiros em direção à mina do Embu, então recém-descoberta. Mais tarde, o tráfego dessa mesma passagem se tornou cada vez mais escasso, em uma rota no sentido Santo Amaro-Mogi das Cruzes, devido ao declínio da mineração.[13][14] Após o abandono das terras pelos jesuítas, a posse dessas terras foi legalizada com 650 alqueires pelo Barão do Tietê, entre 1813 e 1815. Após sua morte, essas terras foram divididas entre seus herdeiros, que deram origem a duas glebas: uma na parte leste, denominada “Curral Grande”; e outra na parte oeste, localizada próxima à atual Igreja Matriz, com o nome de “Curral Pequeno”. Mais tarde, os bandeirantes criaram, em suas rotas, a parada de Piraporinha, originada pela gleba do Curral Grande. Com o grande aumento populacional da região, um personagem chamado José Pedroso de Oliveira construiu uma capela, Bom Jesus da Pedra Fria, em 1830, que contou com um pequeno número de devotos. Trinta anos depois (1860), uma pequena capela localizada próxima à capela Bom Jesus da Pedra Fria (Senhor Bom Jesus de Pirapora) é arquitetada e construída.[13][14] Com o vilarejo, veio também o progresso, ativado em 1900, com a construção de uma serraria a vapor, tendo Antônio Piranga como proprietário, filho de José Pedroso. No início do século XX, a antiga rota dos tropeiros (Estrada da Vila Conceição) começa a passar por um processo de industrialização e urbanização. A serraria a vapor funcionou durante vinte anos (até 1920), abastecendo uma indústria que produzia móveis em São Bernardo do Campo. Em 1926, a atual região correspondente ao bairro de “Eldorado” foi inundada, formando a “Baía do Eldorado”. No mesmo terreno onde a serraria havia sido construída, ocorreu a criação de lotes de terra, originando a Vila Conceição, com uma área de 165 alqueires, que foram loteados por volta da década de 1940. As antigas vilas de Eldorado, Conceição e Piraporinha foram os três primeiros núcleos habitacionais. Dispersos, eles eram ligados apenas por caminhos precários. Cada um tinha sua vida própria. Piraporinha era próximo a São Bernardo. O Taboão era ligado pela proximidade a São Bernardo e a São Paulo pela Avenida Água Funda. Hoje, esses três vilarejos são representados por três torres na bandeira municipal.[13] Em 1925, com a criação da Represa Billings, a região do Eldorado passou a despertar o interesse de moradores da capital que buscavam opções de lazer. Nos anos 1930, os irmãos Camargo, donos das terras, resolveram melhorar a ligação com a Vila Conceição (Centro) por meio da abertura da atual Avenida Alda até o Parque 7 de Setembro. O trajeto até o Centro foi completado por Alberto Simões Moreira. Nessa estrada, passaram a transitar carros de boi, cavalos, automóveis e a primeira jardineira, que fazia o itinerário Eldorado – Vila Conceição – Praça da Árvore (SP). Em 1936, os povoados de Vila Conceição e Piraporinha se uniram para formar a cidade de Diadema. O nome era uma referência à coroa da padroeira da cidade, Nossa Senhora da Conceição. Apesar da proximidade geográfica com a capital estadual, até os anos 1950 a cidade pouco sentiu os efeitos das transformações produzidas pela industrialização em São Paulo. Até então, Diadema não tinha nenhuma importância econômica regional. Foi nas cidades localizadas ao longo da ferrovia Santos-Jundiaí, principal via de circulação de mercadorias na época, que ocorreu a expansão industrial paulista até a década de 1940, especialmente em São Caetano do Sul, Santo André e Mauá. Por meio da lei estadual n° 233, de 24 de dezembro de 1948, o distrito de Diadema, na época pertencente a São Bernardo do Campo, é criado. Em 18 de fevereiro de 1953, Diadema torna-se município de São Paulo, desmembrando-se de São Bernardo do Campo. Hoje, o município é formado pelo distrito sede, antigo distrito de Diadema.[13] Após a década de 1950, o sistema de escoamento da produção, feito até então pelos eixos ferroviários, entra em declínio e o governo passa a optar pelos circuitos rodoviários. A Via Anchieta, inaugurada em 1947, representa uma nova fase da industrialização paulista e da implantação do capitalismo no Brasil. Em São Bernardo, ao longo dessa estrada, instalaram-se grandes indústrias multinacionais; e em Diadema, principalmente pequenas e médias empresas nacionais que produziam, na sua maioria, objetos complementares para as multinacionais. Estrada da Vila Conceição, por onde passavam os bandeirantes em direção à mina de ouro do Embu. A Vila Conceição liderou o movimento pela emancipação local. Além de contar com as lideranças políticas mais interessadas na questão, o vilarejo encontrava-se bastante isolado de São Bernardo, sentindo particularmente a falta de infraestrutura e serviços básicos. Os moradores de Piraporinha, Taboão e Eldorado eram, na sua maioria, desfavoráveis ao movimento. Foi a conjugação de vários fatores que determinou a emancipação político-administrativa de Diadema, como a expansão urbana e industrial paulista em direção ao ABC, a articulação de políticos da localidade, como o professor Evandro Caiaffa Esquivel, Américo Maffia entre outros proprietários de chácaras na Vila Conceição, e com lideranças de influência no âmbito estadual, como o jurista Miguel Reale e a intensa participação dos moradores da Vila Conceição na Campanha da Emancipação. Em 1959, realizaram-se as primeiras eleições para os poderes Executivo e Legislativo do município de Diadema. E, no dia 10 de janeiro de 1960, com a posse do primeiro prefeito, Evandro Caiaffa Esquivel e Américo Maffia como vice-prefeito e vereadores, instalou-se oficialmente o novo município. Geografia Mapa de Diadema, em vermelho, e seus municípios limítrofes, em azul. Diadema está localizado na mesorregião Metropolitana de São Paulo e microrregião de São Paulo, no estado de São Paulo, na Região Sudeste do Brasil,[15] estando distante dezessete quilômetros do marco zero da capital estadual.[3] A área territorial do município é 30,732 km²,[1] sendo o sétimo menor município paulista em extensão territorial. Integra a Região Metropolitana de São Paulo (sub-região sudeste)[16] e se limita com os municípios de São Paulo a oeste e São Bernardo do Campo nas demais direções.[14] O relevo do município é pouco plano e muito acidentado, formado por colinas e morros. O ponto mais alto de Diadema está localizado a uma altitude de 865 metros acima do nível do mar, no Jardim Santa Cândida, e o mais baixo está situado na Vila Idialópolis, no bairro de Piraporinha. As altitudes médias variam entre 700 e 800 metros.[3] A hidrografia é formada por córregos e ribeirões. O maior e principal curso de água do município é o Ribeirão dos Couros, com 7,5 quilômetros de extensão, seguido pelos córregos Mato Dentro (5,1 km), de Capela (4,695 km), do Floriano (4,395 km), Taboão (4 km) e Araújo (1,798 km). Outros córregos também localizados em Diadema são Campanário, Curral Grande e Grota Funda.[3] O município está localizado na Bacia Hidrográfica do Alto Tietê.[17] A maior parte da cobertura vegetal de Diadema está localizada na Área de Proteção e Recuperação aos Mananciais, na região sul do município, e é formada pela Mata Atlântica, tendo, como exemplos de espécies, o angico, o jacarandá, o jatobá, a palmeira juçara, a paineira, o pau-brasil e o urucum. Diadema possui cinco parques municipais: do Paço (no Centro), Ecológico (bairro Eldorado), da Companhia de Saneamento de Diadema (na região norte do município), Antonio de Lucca Filho (também no norte de Diadema) e dos Jesuítas (Centro), que, juntos, totalizam 119 mil metros quadrados de área verde, e uma média de dez metros quadrados de área verde por habitante, sendo esse número inferior nos bairros, variando entre 1 m² no bairro Casa Grande e 6 m² na região central.[3][18][19][20] Clima Maiores acumulados de precipitação em 24 horas registrados em Diadema por meses (1971-1996) Mês Acumulado Data Ref Mês Acumulado Data Ref Janeiro 127,1 mm 4 de janeiro de 1996 [21] Julho 62,9 mm 3 de julho de 1976 [22] Fevereiro 150 mm 1 de fevereiro de 1983 [23] Agosto 43,4 mm 25 de agosto de 1993 [24] Março 118,2 mm 20 de março de 1991 [25] Setembro 79 mm 17 de setembro de 1983 [26] Abril 79 mm 25 de abril de 1991 [27] Outubro 102,1 mm 7 de outubro de 1994 [28] Maio 85,3 mm 28 de maio de 1976 [29] Novembro 95,4 mm 17 de novembro de 1972 [30] Junho 101,7 mm 15 de junho de 1987 [31] Dezembro 76,8 mm 21 de dezembro de 1988 [32] Fonte: DAEE-SP/EMAE.[33][34] O clima de Diadema é considerado subtropical mesotérmico, do tipo Cfb na classificação climática de Köppen-Geiger,[35][36] com temperatura média anual de 17,8 °C e índice pluviométrico de 1 500 mm/ano, concentrados nos meses de verão, sendo janeiro o mês de maior precipitação (235 mm).[36] As precipitações ocorrem principalmente sob a forma de chuva, e algumas vezes de granizo.[37] Em algumas ocasiões também são registrados episódios de forte ventania.[38][39] Segundo dados da Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (DAEE-SP) e da Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A (EMAE), referentes ao período entre 1971 e 1996, o maior acumulado de precipitação registrado em Diadema foi de 150 mm em 1 de fevereiro de 1983.[23] Outros grandes acumulados foram 127,1 mm em 4 de janeiro de 1996,[21] 118,2 mm em 20 de março de 1991,[25] 110,4 mm em 17 de março de 1985,[40] 109,7 mm em 20 de fevereiro de 1980,[41] 102,1 mm em 27 de outubro de 1994[28] e 101,7 mm em 15 de junho de 1987.[31] Em um mês o maior volume observado foi de 506,1 mm em março de 1991.[42] [Esconder]Dados climatológicos para Diadema Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano Temperatura máxima média (°C) 25,3 25,4 24,7 22,9 21 20,2 19,8 20,6 21,6 22,3 23,5 24,4 22,6 Temperatura média (°C) 20,7 21 20,2 18,2 16,2 15 14,5 15,3 16,6 17,6 18,9 19,8 17,8 Temperatura mínima média (°C) 16,2 16,6 15,8 13,6 11,4 9,9 9,2 10,1 11,6 13 14,4 15,3 13,1 Precipitação (mm) 235 218 176 86 63 52 42 49 83 150 139 203 1 496 Fonte: Climate Data.[36] Demografia Crescimento populacional Censo Pop. %± 1970 78 914 — 1980 228 663 189,8% 1991 305 287 33,5% 2000 357 064 17,0% 2010 386 089 8,1% Est. 2021 429 550 [1] 11,3% A população de Diadema estimada pelo IBGE para 1.º de julho de 2021, era de 429,550 habitantes naquela data,[1] sendo o 14.º município mais populoso do estado e o 57.º do Brasil, com uma densidade populacional de 13 977 hab/km². Em um levantamento feito em 2011, Diadema tinha a maior densidade populacional do estado de São Paulo e a segunda do país, atrás apenas de São João de Meriti, no estado do Rio de Janeiro.[43] Segundo o censo de 2010, a população de Diadema naquele ano era de 386 089 habitantes. A taxa de urbanização era de 100%. Da população total, 186 803 eram homens (48,38%) e 199 286 mulheres (51,62%), tendo uma razão de sexo de 93,74. Quanto à faixa etária, 91 332 pessoas tinham menos de 15 anos (23,66%), 276 285 entre 15 e 64 anos (71,56%) e 18 472 65 anos ou mais (4,78%).[44][45] Ainda segundo o mesmo censo, a população étnica era formada por 188 345 brancos (48,78%), 162 628 pardos (42,12%), 30 630 pretos (7,93%), 4 244 amarelos (1,1%) e 242 indígenas (0,06%).[46] Considerando-se a nacionalidade, 385 274 habitantes eram brasileiros natos (99,79%), 317 eram naturalizados brasileiros (0,08%) e 815 eram estrangeiros (0,21%).[47] Em relação à região de nascimento, 281 730 eram nascidos no Região Sudeste (72,97%), 90 411 no Nordeste (23,42%), 7 139 no Sul (1,85%), 1 311 no Centro-Oeste (0,34%) e 935 no Norte (0,24%). 256 896 habitantes eram naturais do estado de São Paulo (66,54%) e, desse total, 167 569 eram nascidos em Diadema (43,4%). Entre os naturais de outras unidades da federação (33,46%), a Bahia era o estado com maior presença, com 31 661 habitantes residentes (8,2%), seguido por Minas Gerais, com 22 755 habitantes (5,89%) e por Pernambuco, com 20 955 residentes (5,43%).[48][49] No mesmo ano, 533 pessoas emigraram para outros países, sendo 222 para a Europa (41,65%), 157 para a América do Norte (29,46%), 97 para a Ásia (18,2%), 24 para a Oceania (4,5%), 24 para outros países da América do Sul (4,5%) cinco para a África (0,94%) e quatro para a América Central (0,75%). Entre os principais países de destino, estavam os Estados Unidos, com 143 emigrantes (26,83%), o Japão, com 84 (15,76%), e Portugal, com 52 (9,76%).[50] O Índice de Desenvolvimento Humano do município é considerado alto, de acordo com dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Segundo dados do relatório de 2010, divulgados em 2013, seu valor era de 0,757, sendo o 182º maior de São Paulo e o 420 º do Brasil. Considerando-se apenas o índice de longevidade, seu valor é de 0,844, o valor do índice de renda é de 0,717 e o de educação é de 0,716.[5] Em 2003, o índice de pobreza era de 43,81% (o índice subjetivo era de 16,03%).[51] De 2000 a 2010, a proporção de pessoas com renda domiciliar per capita de até 140 reais reduziu em 32,3%. Em 2010, 92,8% da população vivia acima da linha de pobreza, 4,1% encontrava-se entre as linhas de indigência e de pobreza e 3,1% estava abaixo da linha de pobreza.[52] No mesmo ano, o índice de Gini era de 0,37 e os 20% mais ricos eram responsáveis por 48,57% no rendimento total municipal, valor quase 9,5 vezes superior à dos 20% mais pobres, que era de 5,16%.[44] Religião Conforme dados do censo de 2010, a população de Diadema era formada por 218 645 católicos apostólicos romanos (56,63%), 104 588 evangélicos (27,09%), 7 225 espíritas (1,87%), 1 873 budistas (0,49%), 1 232 umbandistas (0,32%), 894 mórmons (0,23%), 753 católicos apostólicos brasileiros (0,2%), 514 candomblecistas (0,13%), 398 seguiam novas religiões orientais (0,1%), 299 católicos ortodoxos (0,08%), 178 islâmicos (0,05%), 42 esotéricos (0,01%), 41 espiritualistas (0,01%), 22 eram seguidores de religiões orientais (0,01%), dez eram hinduístas (0,00%) e dez pertenciam a tradições indígenas. Outros 1 422 não tinham religião determinada ou possuíam múltiplo pertencimento (0,37%), 306 não souberam (0,08%), trinta não declararam (0,01%) e onze pertenciam a outras religiões afro-brasileiras (0,00%).[53] De acordo com a atual divisão feita pela Igreja Católica, o município está situado na Diocese de Santo André, localizada no município de mesmo nome. Essa diocese possui uma área de 878 km², abrange os sete municípios da Região do Grande ABC e foi criada em 18 de julho de 1954, desmembrada da Arquidiocese de São Paulo e sufragânea desta. Seu atual bispo é Dom Pedro Carlos Cipollini.[54] Das 106 paróquias que compõem a diocese,[55] dez delas se localizam em Diadema: Imaculada Conceição, Maria Mãe dos Pobres, Menino Jesus de Praga, Cristo Rei, Nossa Senhora das Graças, Nossa Senhora dos Navegantes, Santa Rita de Cássia, Santo Arnaldo Janssen, Bom Jesus de Piraporinha e Nossa Senhora Aparecida.[56] Diadema possui os mais diversos credos protestantes ou reformados. Do total de evangélicos, 57 532 pertenciam às igrejas evangélicas de origem pentecostal (14,90%), 15 864 a religiões evangélicas não determinadas (9,95%) e 8 633 às evangélicas de missão (2,24%). Do total de seguidores das igrejas pentecostais, 25 971 pertenciam à Assembleia de Deus (6,73%), 5 718 à Congregação Cristã do Brasil (1,48%), 5 482 à Igreja Universal do Reino de Deus (1,42%), 2 738 a Igreja Deus é Amor (0,71%), 636 à do Evangelho Quadrangular (0,16%), 578 à Igreja O Brasil para Cristo (0,15%), 335 à comunidade evangélica (0,09%), 92 à Casa da Bênção (0,02%), 72 à Igreja Maranata (0,02%), trinta evangélicas renovadas não determinadas (0,01%), 17 à Nova Vida (0,00%), e outros 15 864 pertenciam a outras igrejas evangélicas pentecostais (4,11%). Entre o total de seguidores das evangélicas de missão, 3 996 pertenciam a igrejas batistas (1,03%), 2 119 à Igreja Adventista, 1 719 à Presbiteriana (0,45%), 518 à Metodista (0,13%), 236 à Luterana (0,06%) e 46 a outras evangélicas de missão (0,01%).[53] Dentre os sem religião, 940 eram ateus (0,24%), 74 agnósticos (0,02%) e 37 498 não eram ateus nem agnósticos (9,71%). Em relação aos que possuíam religião não determinada ou múltiplo pertencimento, 1 413 possuíam religião mal definida ou indeterminada (0,37%) e outros nove declararam ter múltiplas religiosidades (0,00%). Existiam ainda 226 seguidores da Igreja Messiânica Mundial (0,06%), do total de novas religiões orientais.[53] Política Ver artigo principal: Lista de prefeitos de Diadema O poder executivo do município de Diadema é representado pelo prefeito, auxiliado pelo seu gabinete de secretários.[57] O primeiro prefeito constitucional do município foi Evandro Caiaffa Esquível.[58] O atual representante e chefe do executivo municipal é José de Filippi Júnior, do Partido dos Trabalhadores (PT), eleito no segundo turno das eleições municipais de 2020 com 60,44% dos votos válidos.[59][60] Há também o cargo de vice-prefeito, que é o substituto do prefeito em caso de ausência por licença ou outro impedimento deste, podendo e devendo exercer função dentro da administração municipal. A atual vice-Prefeita diademense é Patrícia Ferreira.[59] O poder legislativo, por sua vez, é representado pela câmara municipal,[57] composta por 21 vereadores eleitos para mandatos de quatro anos.[61] Cabe à casa elaborar e votar leis fundamentais à administração e ao executivo, especialmente o orçamento municipal (conhecido como Lei de Diretrizes Orçamentárias).[57] Em complementação ao processo legislativo e ao trabalho das secretarias, existem também conselhos municipais em atividade; são eles: Alimentação Escolar, Assistência Social, Defesa do Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico e Social, Direito da Mulher, Direitos da Criança e do Adolescente, Educação, Entorpecentes, FUNDEB, Fundo de Assistência ao Trânsito, Idoso, Pessoa com Deficiência, Saúde, Segurança, Segurança Alimentar e Nutricional e Tutelar (I e II), além do Conselho Popular de Saúde e dos Conselhos Gestores de Serviços de Saúde.[62] Diadema se rege pela sua lei orgânica, promulgada em 22 de novembro de 2005,[57] e é sede de uma comarca.[63] Cidades irmãs Cidades-irmãs é uma iniciativa do Núcleo das Relações Internacionais, que busca a integração entre a cidade e demais municípios nacionais e estrangeiros. A integração entre os municípios é firmada por meio de convênios de cooperação, que têm o objetivo de assegurar a manutenção da paz entre os povos, baseada na fraternidade, felicidade, amizade e respeito recíproco entre as nações. Oficialmente, Diadema possui duas cidades-irmãs: Santiago de Cuba, em Cuba (lei municipal nº 2 582, de 26 de dezembro de 2006),[64] e Okinawa, no Japão (lei municipal nº 2 668, de 14 de setembro de 2007).[65] Subdivisões Diadema é formado apenas pelo distrito-sede e, segundo divisão oficial estabelecida pelo Plano Diretor Municipal, reconhecida pelo IBGE, o município é dividido em onze bairros, sendo Taboão o mais populoso, com mais de 48 mil habitantes, e Eldorado o maior em área, com 6,69 km². Já o orçamento participativo divide Diadema em treze regiões, incluindo a região de Paineiras no bairro do Taboão, a região de Piraporinha no bairro Vila Nogueira, Promissão em parte dos bairros Casa Grande e Vila Nogueira e Inamar em Serraria.[3][66] Os bairros de Diadema se dividem em sub-regiões, sendo algumas delas: Jardim Santa Rita; Jardim Remanso; Jardim Paineiras; Jardim Marilene; Jardim Elisa; Vila Conceição; Jardim Ana Sofia; Jardim Santa Dirce; Jardim Ruyce; Jardim das Paineiras; Vila Nogueira; Vila Alice; Jardim Rey; Jardim Donini; Jardim Maria Leonor; Jardim Nações; Vila Santa Maria; Jardim Maria Tereza; Jardim do Parque; Jardim Rosinha; Jardim Abc; Parque Reid; Vila Marques; Jardim Amália; Vila Santa Cecilia; Jardim União; Vila Santa Terezinha; Vila Nova Santa Luzia; Jardim Novo Lar; Jardim dos Navegantes; Jardim Bela Vista; Jardim dos Campeões; Vila Ida; Vila São Vicente; Vila Elida; Vila São José; Jardim Mombae; Jardim das Nações; Jardim Portinari; Sapopema; Parque Real; Jardim Conceição; Jardim São Judas Tadeu; Parque Sete de Setembro; Parque Jabuticabeiras; Jardim Tiradentes; Parque Mamede; Vila Poente; Jardim dos Eucaliptos; Jardim Arco-iris; Jardim Santa Elizabeth; Jardim Pitangueiras; Jardim Gabriel Correia; Jardim Santa Cândida; Vila Nova Conquista; Vila Goyotin; Vila Socialista; Jardim Diadema; Vila Mulford; Chácara Húngara; Vila Santa Antonia; Vila Lidia; Jardim Tijuco; Parque Galicia; Vila Paulina; Sitio Joaninha; Jardim Recanto; Jardim Iran; Jardim Alvorada; Jardim Padre Anchieta; Jardim Maravilha; Jardim Promissão; Jardim Paineiras; Jardim ABC.[carece de fontes] Bairros oficiais de Diadema (IBGE/2010) Bairro Área (km²)[3] População[66] Bairro Área[3] População[66] Campanário 1,959 32 275 Inamar 1,195 21 459 Canhema 2,050 23 686 Piraporinha 2,753 25 070 Casa Grande 2,738 38 218 Serraria 2,270 31 678 Centro 4,129 42 867 Taboão 2,305 48 640 Conceição 2,858 47 143 Vila Nogueira 1,762 31 141 Eldorado 6,690 42 637 – – – Economia Vista parcial do centro de Diadema. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o Produto Interno Bruto (PIB) de Diadema, em 2011, era de 11 786 624 mil reais (0,28% do PIB nacional), sendo o 47º maior do Brasil e o décimo terceiro maior do estado. Desse total, 1 866 358 mil são de impostos sobre produtos líquidos de subsídios. O PIB per capita é de R$ 30 332,87. Por não possuir habitantes na zona rural, a economia de Diadema possui pouca relevância no setor primário e apenas R$ 355 mil do PIB total destinam-se a atividades primárias.[6][67] No setor secundário, Diadema é um dos grandes e importantes centros industriais do estado de São Paulo. A industrialização começou na década de 1950, ainda quando distrito de São Bernardo do Campo, o que motivou o desejo de emancipação do distrito e a consequente criação do município. Nos dias atuais, Diadema integra a Região do Grande ABC, juntamente com os municípios de Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul, e é um grande polo industrial de autopeças e cosméticos, além da grande expansão das indústrias de borracha, de material de transporte, metalúrgica e química.[20] De acordo com dados do IBGE, em 2011 o Produto Interno Bruto municipal do setor secundário era de R$ 4 554 841 mil reais.[67] Já o PIB do setor terciário era de R$ 5 365 070 mil.[67] Conforme um estudo publicado em 2010 pela revista Você S/A, Diadema encontra-se na 79ª posição dentre os cem melhores municípios brasileiros para se construir uma carreira profissional.[68] A taxa de atividade da população acima dos dezoito anos era de 71,53% e a de desocupação era de 8,96% (2010).[44] Existiam ainda 10 207 unidades de empresas locais, sendo 9 945 atuantes.[69] Infraestrutura Diadema possuía, em 2010, 117 344 domicílios, todos situados na zona urbana.[70] Desse total, havia 103 404 casas (88,12%), 12 163 apartamentos (10,37%), 614 casas de vila ou em condomínio (0,52%) e 1 163 habitações em casa de cômodos e/ou cortiços (0,99%).[71] Em relação à condição de ocupação dos domicílios, existiam 75 656 domicílios próprios (64,47%), sendo 68 409 já quitados (58,3%) e 7 247 em processo de aquisição (6,18%); 30 502 alugados (25,99%); 10 064 cedidos (8,58%), sendo 566 por empregador (0,48%) e 9 498 de outra maneira (8,09%) e os 1 122 restantes eram ocupados sob outras condições (0,96%).[72] No quesito de abastecimento de água, 116 672 domicílios eram abastecidos pela rede geral (99,43%); 209 através de poços ou nascentes (0,18%), sendo 182 na própria propriedade (0,16%) e 27 fora da propriedade (0,02%); doze por meio de rios, açudes, lagos e/ou igarapés (0,01%) e 451 de outras maneiras (0,38%).[73] Em relação à energia elétrica, 117 312 domicílios eram abastecidos (99,97%)[74] e, na questão de destino do lixo, 116 888 domicílios destinavam-o à coleta (99,61%), sendo 112 928 por meio de serviço de limpeza (96,24%) e 3 960 por meio de caçambas (3,37%).[75] Saúde O governador Laudo Natel e o presidente da Samcil Luiz Roberto Silveira Pinto (de terno claro) inauguram o Hospital Popular Bom Jesus de Piraporinha (atual Hospital Municipal de Diadema) em julho de 1971. Arquivo Público do Estado de São Paulo. Segundo dados de 2001, Diadema possuía 77 estabelecimentos de saúde, sendo 49 privados e 28 públicos. 31 deles prestavam atendimento ao Sistema Único de Saúde (SUS). Existiam 562 leitos para internação, sendo 447 públicos e 115 particulares.[76] Em 2010, existiam 1 537 médicos, 829 auxiliares de enfermagem, 666 técnicos de enfermagem, 390 enfermeiros, 158 cirurgiões-dentistas, setenta fisioterapeutas, 66 psicólogos, 46 assistentes sociais, 21 nutricionistas, 21 fonoaudiólogos e dezesseis farmacêuticos, totalizando 3 154 profissionais de saúde.[77] No mesmo ano, a expectativa de vida ao nascer era de 75,7 anos, a taxa de mortalidade infantil era de 13,9 por mil nascimentos e a taxa de fecundidade era de 1,7 filhos por mulher.[44] Em 2012, 93,3% das crianças menores de 1 ano de idade estavam com a carteira de vacinação em dia e 62 353 crianças menores de dois anos foram pesadas pelo Programa Saúde da Família (PSF), sendo que 0,7% do total estava desnutrido.[52][78] Segundo dados do Ministério da Saúde, 1 603 casos de AIDS foram registrados em Diadema entre 1987 e 2012 e, entre 2001 e 2011, foram notificados 936 casos de doenças transmitidas por mosquitos, 906 de dengue, 21 de leishmaniose e nove de malária.[79] Diadema pertence ao I Departamento Regional de Saúde do estado de São Paulo, que está sediado na capital paulista e reúne os 39 municípios da Grande São Paulo.[80] Um importante centro de saúde do município e da região do ABC é o Hospital Estadual de Diadema (HED) está situado no bairro Serraria, é administrado pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina e foi inaugurado em 2000, sendo uma referência em especialidades ambulatoriais e exames de apoio diagnóstico.[81][82][83] Há também o Hospital e Maternidade São Lucas, localizado no Centro, único hospital privado de Diadema, inaugurado em 1966, oferecendo tanto serviços de berçário, centro cirúrgico, centro obstétrico, clínica médica, maternidade, recuperação pós-anestésica, unidade pediátrica e Unidade de Terapia Intensiva (UTI),[84][85] além disso, temos também o Quarteirão da Saúde, inaugurado em maio de 2008, com serviços de atendimento ambulatorial e média complexidade.[86][87] Outros hospitais também localizados em Diadema são o Hospital Infantil (fechado e sem previsão de reabertura)[88] onde hoje é a UBS Nações, localizada no bairro do Taboão, e o Hospital Municipal de Diadema (HMD), localizada no bairro de Piraporinha.[89] Educação No ano de 2009, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) das escolas estaduais era de 5,6, enquanto que o índice das escolas municipais era de 5,2.[90] O município contava, em 2009, com aproximadamente 93 753 matrículas, 4 041 docentes e 293 escolas nas redes públicas e particulares.[91] Há ainda três instituições de ensino superior; são elas a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP),[92] ao Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec)[93] e Faculdade Diadema (FAD),[94] além de instituições de ensino técnico, como a Fundação Florestan Fernandes,[95][96] o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai),[97][98] a Escola Técnica Estadual (ETEC),[99][100] Segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e do Ministério da Educação (MEC), o índice de analfabetismo no ano de 2000 entre pessoas de 18 a 24 anos de idade era de 1,7%[101] e o de alfabetização era de 93,8%.[102] A taxa bruta de frequência à escola era de 83,90%, onde 127,330% era a média de pessoas frequentam o fundamental em relação à população de 7 a 14 anos; 105,840% era de pessoas frequentam o ensino médio em relação à população de 15 a 17 anos; e 11,690% de pessoas frequentam curso superior em relação à população de 18 a 22 anos. A taxa bruta de frequência à escola naquele ano era de 86,130%.[103] 8 430 habitantes possuíam menos de 1 ano de estudo ou não contava com instrução alguma.[104] CEFAM (centro específico de formação aperfeiçoamento do magistério). Educação de Diadema em números[91] Nível Matrículas Docentes Escolas (total) Ensino pré-escolar 9 833 464 90 Ensino fundamental 66 117 2 627 156 Ensino médio 1 476 950 47 Criminalidade e segurança pública Brasão da PMSP. Como na maioria dos municípios médios e grandes brasileiros, a criminalidade ainda é um problema em Diadema. Em 2008, a taxa de homicídios no município foi de 36,3 para cada 100 mil habitantes, ficando na 5ª posição a nível estadual e no 332° lugar a nível nacional.[105] O índice de suicídios naquele ano para cada 100 mil habitantes foi de 3,6, sendo o 183° a nível estadual e o 1571° a nível nacional.[106] De acordo com dados do “Mapa da Violência dos Municípios Brasileiros 2008”, também publicado pelo Instituto Sangari, Diadema ocupava a sétima posição entre os dez municípios paulistas com maiores taxas para grupos com cem mil habitantes, com uma taxa de 45,8, sendo menor apenas que Caraguatatuba (70,4), São Sebastião (60,6), Itapecerica da Serra (56,8), Ibiúna (49), Pedro de Toledo (48,4), Juquitiba (46,9) e superando Itaquaquecetuba (45,1), Francisco Morato (45,1) e Embu-Guaçu (43,3).[107] A queda de homicídios por causas relacionadas à violência urbana se deve a diversas medidas tomadas pela Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMSP), Prefeitura de Diadema (lei seca) e da Polícia Civil do Estado de São Paulo a qual implantou em todas as Delegacias o Registro Digital de Ocorrência (RDO), adotado em mais 46 municípios do estado de São Paulo, além da criação de uma Delegacia especializada em crimes de homicídio. O RDO permite que os boletins de ocorrência (BOs) feitos nas unidades policiais civis sejam padronizados via intranet, armazenados em bancos de dados e consultados por outros órgãos policiais.[108] Serviços, transportes e comunicação Terminal de trólebus e ônibus no centro de Diadema. Antigo ônibus da extinta Empresa de Transporte Coletivo de Diadema (ETCD). O serviço de abastecimento de água de todo o município foi realizado pela Companhia de Saneamento de Diadema (Saned) a partir de 1995.[109] No final de 2008, a Companhia de Saneamento de Diadema e a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP) e o governo do estado assinaram um protocolo permitindo que as instituições estadual e municipal concedam os serviços de água e esgoto na Região Metropolitana de São Paulo,[110] mas ambas as empresas não finalizaram o processo para levantamento de dados e não se sabe ainda a dívida exata entre as empresas.[111] Houve uma proposta de junção entre Saned-Sabesp,[111] que preocupava funcionários,[112] mas a Câmara Municipal pretendeu corrigir essa fusão,[113] pois essa situação só foi resolvida em 31 de março de 2014, quando a SABESP reassumiu após 18 anos, o sistema de abastecimento de água e esgoto da cidade. Já o abastecimento de energia elétrica é feito pela Enel Distribuição São Paulo, antiga Eletropaulo, que atende a 24 dos 39 municípios da região metropolitana.[114] Ainda há serviços de internet discada e banda larga (ADSL) sendo oferecidos por diversos provedores de acesso gratuitos e pagos. Na telefonia fixa a cidade era atendida pela Companhia Telefônica da Borda do Campo (CTBC)[115] até 1998, quando esta empresa foi privatizada e vendida juntamente com a Telecomunicações de São Paulo (TELESP) para a Telefônica,[116] sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[117] para suas operações. O serviço telefônico móvel, por telefone celular, é oferecido por diversas operadoras. O transporte municipal por ônibus é atendido pela empresa Suzantur. O sistema de transporte público em Diadema é feito por dois terminais metropolitanos. São eles: o Terminal Metropolitano Diadema,[118] e o Terminal Metropolitano Piraporinha.[119] A frota municipal no ano de 2009 era de 121 393 veículos, sendo 82 242 automóveis, 3 563 caminhões, 461 caminhões tratores, 5 795 caminhonetes, 591 micro-ônibus, 25 479 motocicletas, 2 717 motonetas, 516 ônibus e apenas 29 trator de roda.[120] Nas proximidades do município passam a BR-101, que liga Touros, no estado do Rio Grande do Norte, a Arroio Chuí, no Rio Grande do Sul, atravessando doze estados brasileiros, a Via Anchieta (SP-150), que liga São Paulo ao Porto de Santos, em Santos[121] e o trecho sul do Rodoanel Mario Covas (SP-21). Outra rodovia que passa por Diadema é a Rodovia dos Imigrantes (SP-160), que inclusive, corta o município, ligando São Paulo a Praia Grande. Ao todo, essa rodovia tem 58,5 quilômetros de extensão,[121][122] e a Estrada Pedreira Alvarenga (SP-176) que liga São Paulo, Diadema e São Bernardo do Campo, Possui 19,5 quilômetros de extensão.[123][124] Há transmissão de canais nas faixas Very High Frequency (VHF) e Ultra High Frequency (UHF). O município conta com algumas rádios, sendo algumas delas com transmissão modulação em amplitude (AM) e outras em modulação em frequência (FM), como a Rádio Imprensa S/A e a Rádio Novo Mundo Ltda.[125] Existem ainda alguns jornais em circulação, como o Diário Regional,[126][127] o Diário do Grande ABC,[128] o Jornal Folha do Dia[129] e o Jornal de Diadema.[130] [Expandir]vde Bandeira de São Paulo Telecomunicações em São Paulo Cultura Apresentação da Companhia de Danças de Diadema em Votuporanga, noroeste paulista[131] Centro Cultural Eldorado em 2014 Bloco da Moça no carnaval de 2020 A Secretaria de Cultura é um órgão responsável por estabelecer e atuar na área cultural de Diadema, com o objetivo de promover o estímulo e acesso aos bens culturais, respeitando a diversidade e incluindo a inclusão etária e social. Essa instituição engloba, ao todo, nove bibliotecas, dez centros de memória, em um total de vinte e cinco equipamentos, que são promovidos em todo o município.[132] Em Diadema há os seguintes feriados municipais: 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, e 8 de dezembro, Aniversário da Cidade. O artesanato é uma das formas mais espontâneas da expressão cultural diademense. Em várias partes do município é possível encontrar uma produção artesanal diferenciada, criada de acordo com a cultura e o modo de vida local e feita com matérias-primas, como principalmente o bordado e a madeira, além de materiais recicláveis.[133] Alguns grupos regionais, como a Associação dos Artesãos e Artistas Plásticos de Diadema, reúnem diversos artesãos, disponibilizando espaço para confecção, exposição e venda dos produtos artesanais. Normalmente essas peças são vendidas em lojas de artesanato, exposições ou feiras, como a Feira de Artesanato de Diadema, realizada semanalmente aos sábados, no Centro, desde 2006, contando com barracas de vendas de comidas caseiras, utensílios domésticos, sabonetes, bonecas de biscuit, objetos para decorações, camisetas, bijuterias, ervas medicinais e flores feitas de garrafas pet.[134] Além da feira de artesanato, o município conta com inúmeros eventos,[135] como o Carnaval, realizado antes do início da Quaresma,[136] e a Festa da Imaculada Conceição, padroeira do município, no dia 8 de dezembro.[137] Pontos turísticos Diadema conta com quatro importantes pontos turísticos: Borboletário: primeiro borboletário da Região Metropolitana de São Paulo, criado em 2005 e com 190 metros quadrados de área. Foi construído com o objetivo é contribuir com um projeto de educação ambiental, desenvolvido pela Secretaria do Meio Ambiente. No local, são liberados entre cinquenta e 250 borboletas semanalmente, além viverem duas espécies adultas de insetos e cerca de trinta espécies de plantas;[138] Jardim Botânico: principal cartão-postal de Diadema. Possui mais de duzentas espécies nativas diferentes de plantas, principalmente de Mata Atlântica, desde as de porte pequeno (como as forrações) às de grande porte (arbóreas). É também utilizado em atividades de educação ambiental de escolas municipais e/ou de outras localidades;[19] Museu de Arte Popular (MAP): foi inaugurado em 2007. Nele, estão, reunidas, centenas de obras de importantes artistas populares nacionais, como Aécio de Andrade e João Cândido da Silva. Está localizado no localizado no Centro Cultural de Diadema, sendo considerado o primeiro museu de gênero do ABC paulista;[139] Observatório Astronômico: foi inaugurado em 1992, no Bairro Inamar, e é onde ocorre a observação de astros, planetas, estrelas e outros corpos do Sistema Solar. Conta com um telescópio do modelo MEADE, que está instalado em uma torre com nove metros de altura, três andares, numa altitude em 830 metros;[140] Fábrica de Cultura: é a primeira unidade fora da cidade de São Paulo. Inaugurada em 2018, a unidade oferece à população centenas de atividades gratuitas como circo, música, teatro, fotografia, vídeo e muito mais, sendo que a rede é um dos principais programas do Governo do Estado de São Paulo. A unidade também oferece cursos de diversas linguagens artísticas, oficinas, biblioteca e workshops, entre outras atividades.[141][142] Esporte A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer é a instituição responsável por controlar, supervisionar, coordenar e orientar as atividades esportivas em Diadema,[143] tendo como principal objetivo é estabelecer as estratégias de desenvolvimento, execução de programas, atividades e projetos, onde o principal objetivo é o asseguramento, otimização e maximização dos recursos.[143] Assim como em grande parte do país, em Diadema o esporte mais popular é o futebol. Os clubes de futebol profissional em Diadema são o Clube Atlético Diadema e o EC Água Santa, fundados em 2010 e 1981, respectivamente, sendo que o Água Santa por sua vez era um clube de futebol amador da cidade que veio a aderir o profissionalismo em 8 de dezembro de 2011 e disputou pela primeira vez em 2016, o Campeonato Paulista de Futebol de 2016 – Série A1, sendo que no dia 27 de março de 2016, feriado de Páscoa, o clube conseguiu uma vitória histórica sobre o Palmeiras, goleando o clube por 4 a 1.[144][145] Já o CA Diadema por sua vez, ainda busca acessos a séries superiores do Paulista, chegando a disputar o Campeonato Paulista de Futebol – Segunda Divisão. A cidade conta com o Estádio Municipal José Batista Pereira Fernandes, o Distrital do Inamar, com capacidade atual para 10 mil pessoas.[146] Referências Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2021). «Diadema» Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 «Dados Gerais». Prefeitura de Diadema. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 21 de Julho de 2014 Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de julho de 2013 «PIB dos municípios brasileiros Ano 2016». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 10 de março de 2019 «IBGE 2021 (Diadema)». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 21 de fevereiro de 2022 Diário do Grande ABC. «Será assim o estádio do Santos em Diadema?». dgabc.com.br. Consultado em 12 de março de 2006. Cópia arquivada em 18 de novembro de 2020 «Lei Complementar nº 1.139, de 16 de junho de 2011». Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. Consultado em 1 de fevereiro de 2017 «Região Metropolitana de São Paulo». Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de São Paulo. Consultado em 1 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 27 de janeiro de 2017 «História de Diadema». IBGE InfoNet. «Santos pode ter novo estádio na Grande São Paulo». infonet.com.br. Consultado em 12 de outubro de 2005. Cópia arquivada em 27 de janeiro de 2021 IBGE. «Histórico – Diadema/SP» (PDF). Consultado em 4 de maio de 2011 «HISTÓRIA DE DIADEMA». Ache Tudo. Consultado em 4 de maio de 2011 «Dados Gerais». Prefeitura de Diadema. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 21 de Julho de 2014 «LEI COMPLEMENTAR Nº 1.139, DE 16 DE JUNHO DE 2011». Assembleia Legislativa de São Paulo. 16 de junho de 2011. Consultado em 24 de janeiro de 2014 «Comitê da [Bacia Hidrográfica do Alto Tietê». Sistema Integrado de Gerenciamento de Recursos Hídricos de São Paulo. Consultado em 18 de janeiro de 2014 «Diadema: dados gerais». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 18 de janeiro de 2014 Prefeitura. «Jardim Botânico». Consultado em 4 de maio de 2011. Arquivado do original em 10 de março de 2012 «Diadema». ABCex. Consultado em 19 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 26 de novembro de 2010 Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (1996). «Chuvas – médias diárias 1/1996 – Estação: Diadema». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 21 de julho de 2014 Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (1976). «Chuvas – médias diárias 7/1976 – Estação: Diadema». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 19 de junho de 2015 Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A (1983). «Chuvas – médias diárias 2/1983 – Estação: Diadema (Jardim Ambaré)». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 21 de julho de 2014 Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (1993). «Chuvas – médias diárias 8/1993 – Estação: Diadema». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 19 de junho de 2015 Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (1991). «Chuvas – médias diárias 3/1991 – Estação: Diadema». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 21 de julho de 2014 Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A (1983). «Chuvas – médias diárias 9/1983 – Estação: Diadema (Jardim Ambaré)». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 19 de junho de 2015 Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (1991). «Chuvas – médias diárias 4/1991 – Estação: Diadema». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 19 de junho de 2015 Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (1994). «Chuvas – médias diárias 10/1994 – Estação: Diadema». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 21 de julho de 2014 Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (1976). «Chuvas – médias diárias 5/1976 – Estação: Diadema». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 19 de junho de 2015 Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A (1973). «Chuvas – médias diárias 11/1973 – Estação: Diadema (Jardim Ambaré)». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 19 de junho de 2015 Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (1987). «Chuvas – médias diárias 6/1987 – Estação: Diadema». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 21 de julho de 2014 Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (1988). «Chuvas – médias diárias 12/1988- Estação: Diadema». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 19 de junho de 2015 Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo. «Estação: DIADEMA». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014 Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A. «Estação: DIADEMA (JARDIM AMBARÉ)». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014 «DIADEMA, 40 ANOS DE EVOLUÇÃO». Câmara Municipal de Diadema. Consultado em 19 de junho de 2015. Cópia arquivada em 16 de Dezembro de 2012 «Clima: Diadema». Climate Data. Consultado em 19 de junho de 2015. Cópia arquivada em 18 de Junho de 2015 «Granizo e rajadas de vento em Diadema (SP)». Climatempo. 25 de outubro de 2010. Consultado em 19 de junho de 2015 «Vendaval provoca estragos em São Paulo». G1. 4 de maio de 2009. Consultado em 19 de junho de 2015. Cópia arquivada em 19 de Junho de 2015 «Ventania derruba árvore em Diadema». Diário Regional. 23 de novembro de 2011. Consultado em 19 de junho de 2015. Arquivado do original em 19 de junho de 2015 Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A (1983). «Chuvas – médias diárias 3/1985 – Estação: Diadema (Jardim Ambaré)». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 21 de julho de 2014 Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (1980). «Chuvas – médias diárias 2/1980 – Estação: Diadema». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 21 de julho de 2014 Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (1991). «Chuvas – médias mensais – 1991». Agência Nacional de Águas. Consultado em 21 de julho de 2014. Arquivado do original em 21 de julho de 2014 Gabriel Souza Elias (29 de abril de 2011). «São Paulo concentra maiores densidades demográficas do país; menores estão no Amazonas». UOL Notícias. Consultado em 18 de janeiro de 2014 «Diadema, SP». Atlas Brasil. 2010. Consultado em 16 de janeiro de 2014 «Razão de sexo, população de homens e mulheres, segundo os municípios – 2010». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2010. Consultado em 18 de janeiro de 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). «Cor ou raça = Total». Sistema IBGE de Recuperação Automática. Consultado em 18 de janeiro de 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). «Tabela 1497 – População residente, por nacionalidade – Resultados Gerais da Amostra». Sistema IBGE de Recuperação Automática. Consultado em 18 de janeiro de 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). «Tabela 1505 – População residente, por naturalidade em relação ao município e à unidade da federação – Resultados Gerais da Amostra». Sistema IBGE de Recuperação Automática. Consultado em 18 de janeiro de 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). «Tabela 631 – População residente, por sexo e lugar de nascimento». Sistema IBGE de Recuperação Automática. Consultado em 18 de janeiro de 2014 «Tabela 3173 – Emigrantes internacionais, por sexo, segundo os continentes e países estrangeiros de destino». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2010. Consultado em 25 de fevereiro de 2014 «Mapa de Pobreza e Desigualdade – Municípios Brasileiros 2003». Consultado em 18 de janeiro de 2014 «1 – acabar com a fome e a miséria». Portal ODM. 2010. Consultado em 18 de janeiro de 2014[ligação inativa] Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). «Religião = Total». Sistema IBGE de Recuperação Automática. Consultado em 22 de junho de 2013 «Diocese of Santo André». Catholic Hierarchy. Consultado em 18 de janeiro de 2014[ligação inativa] «Campanha ‘Vida pela Vida’ para doação de sangue prossegue até dia 6». Prefeitura de Santo André, São Paulo. 25 de junho de 2013. Consultado em 18 de janeiro de 2014 «Paróquias Diadema». Diocese de Santo André. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2014 «LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE DIADEMA». Câmara Municipal de Diadema. Consultado em 19 de janeiro de 2014 «EMOÇÃO MARCA ATO SOLENE EM HOMENAGEM A EVANDRO CAIAFFA ESQUÍVEL». Câmara Municipal de Diadema. 11 de agosto de 2006. Consultado em 19 de janeiro de 2014 «Estrutura de governo». Prefeitura de Diadema. Consultado em 19 de janeiro de 2014 «Apuração das eleições 2012 – Diadema/SP». Portal G1. Consultado em 19 de janeiro de 2014 «Vereadores». Câmara Municipal de Diadema. Consultado em 19 de janeiro de 2014 «Conselhos municipais». Prefeitura de Diadema. Consultado em 19 de janeiro de 2014 «RELAÇÃO DAS COMARCAS E MUNICÍPIO». Ministério Público do Estado de São Paulo. Consultado em 19 de janeiro de 2014 «LEI Nº 2582, DE 26 DE DEZEMBRO DE 2006». Portal Leis Municipais. 26 de dezembro de 2006. Consultado em 24 de janeiro de 2014 Jair Batista da Silva (17 de setembro de 2007). «LEI MUNICIPAL Nº 2.668, DE 14 DE SETEMBRO DE 2007». Câmara Municipal de Diadema. Consultado em 24 de janeiro de 2014 «População por bairros – São Paulo – 2010». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2010. Consultado em 19 de janeiro de 2014 «Produto Interno Bruto dos Municípios 2011». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2011. Consultado em 19 de janeiro de 2014 «Diadema está entre as 100 melhores cidades brasileiras para fazer carreira profissional». Prefeitura de Diadema. 27 de agosto de 2010. Consultado em 19 de janeiro de 2014 «Estatísticas do Cadastro Central de Empresas 2011». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2011. Consultado em 19 de janeiro de 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). «Tabela 3219: Situação do domicílio». Sistema IBGE de Recuperação Automática. Consultado em 24 de janeiro de 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). «Tabela 3219: Tipo de domicílio». Sistema IBGE de Recuperação Automática. Consultado em 24 de janeiro de 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). «Tabela 3219: Condição de ocupação do domicílio». Sistema IBGE de Recuperação Automática. Consultado em 24 de janeiro de 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). «Tabela 3218: Forma de abastecimento de água». Sistema IBGE de Recuperação Automática. Consultado em 24 de janeiro de 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). «Tabela 3219: Existência de energia elétrica». Sistema IBGE de Recuperação Automática. Consultado em 24 de janeiro de 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). «Tabela 3218: Destino do lixo». Sistema IBGE de Recuperação Automática. Consultado em 24 de janeiro de 2014 «Serviços de saúde 2009». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2009. Consultado em 24 de janeiro de 2014 «Cadernos de Informações de Saúde – Diadema/SP». DATASUS. Consultado em 24 de janeiro de 2014[ligação inativa] «4 – reduzir a mortalidade infantil». Portal ODM. Consultado em 24 de janeiro de 2014[ligação inativa] «6 – combater a AIDS, a malária e outras doenças». Portal ODM. Consultado em 24 de janeiro de 2014[ligação inativa] «DRS I – Grande São Paulo». Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo. Consultado em 24 de janeiro de 2014 «Hospital Estadual de Diadema». Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina. Consultado em 24 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 1 de fevereiro de 2014 «Hospital Estadual de Diadema». DATASUS. Consultado em 24 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2014 Secretaria Municipal de Saúde (2011). «RELATÓRIO ANUAL DE GESTÃO DE 2011» (PDF). Prefeitura de Diadema. Consultado em 24 de janeiro de 2014 «Nossa história». Hospital e Maternidade São Lucas. Consultado em 24 de janeiro de 2014 «Serviços». Hospital e Maternidade São Lucas. Consultado em 24 de janeiro de 2014 «Diadema inaugura o Quarteirão da Saúde – Diário do Grande ABC – Notícias e informações do Grande ABC: diadema». Jornal Diário do Grande ABC. Consultado em 30 de julho de 2019 Redação, Da (26 de maio de 2008). «Lula inaugura Quarteirão da Saúde em Diadema». RD – Jornal Repórter Diário. Consultado em 30 de julho de 2019 Nicole Briones (15 de junho de 2013). «PREFEITURA DE DIADEMA RECUA SOBRE REABERTURA DO HOSPITAL INFANTIL». Portal ABCD Maior. Consultado em 24 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 21 de fevereiro de 2014 «Hospital Municipal de Diadema (HMD)». CNES DATASUS. Consultado em 24 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2014 Governo Federal. «Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) – Resultados e Metas». Consultado em 6 de maio de 2011. Arquivado do original em 9 de Outubro de 2007 Cidades@ – IBGE (2009). «Ensino, matrículas, docentes e rede escolar 2009». Consultado em 6 de maio de 2011 «UNIFESP – Campus Diadema – Unidade José de Filippi». Consultado em 6 de maio de 2011 Câmara Municipal (21 de setembro de 2010). «Fatec de Diadema está concluída». Consultado em 6 de maio de 2011. Arquivado do original em 11 de janeiro de 2012 FAD. «Faculdade Diadema – FAD». Consultado em 6 de maio de 2011 «Fundação Florestan Fernandes». iLocal. Consultado em 6 de maio de 2011 Juliana Ravelli (25 de outubro de 2011). «Fundação Florestan Fernandes completa 13 anos». Diário do Grande ABC. Consultado em 6 de maio de 2011[ligação inativa] «Senai Diadema: Inscrições Cursos Técnicos Gratuitos 2011». mundodastribos.com. Consultado em 6 de maio de 2011 «SENAI DIADEMA Cursos Gratuitos 2010». GrZero. 2011. Consultado em 6 de maio de 2011. Arquivado do original em 19 de dezembro de 2010 «ETEC Diadema». Centro Paula Souza. Consultado em 6 de maio de 2011. Arquivado do original em 25 de novembro de 2011 «ETEC Diadema». Consultado em 6 de maio de 2011. Arquivado do original em 12 de outubro de 2011 Confederação Nacional de Municípios (CNM). «Educação». Consultado em 6 de maio de 2011 «DIADEMA – SP». Nossa São Paulo. Consultado em 6 de maio de 2011 Confederação Nacional de Municípios (CNM). «Educação – Freqüência Escolar». Consultado em 6 de maio de 2011 Confederação Nacional de Municípios (CNM). «Educação – Anos de Estudo». Consultado em 6 de maio de 2011 Sangari (2011). «Número e taxas (em 100 mil) de homicídio nos municípios com 10.000 habitantes ou mais». Consultado em 6 de maio de 2011. Arquivado do original (xls) em 28 de fevereiro de 2011 Sangari (2011). «Número e taxas (em 100 mil) de suicídio nos municípios com 10.000 habitantes ou mais». Consultado em 7 de maio de 2011. Arquivado do original (xls) em 28 de fevereiro de 2011 WAISELFISZ, Julio Jacobo (2010). «Mapa da Violência dos Municípios Brasileiros 2008». Instituto Sangari. Consultado em 6 de maio de 2011. Arquivado do original (PDF) em 23 de agosto de 2011 Secretaria de Estado da Segurança Pública (27 de maio de 2010). «Sistemas de inteligência criam o mapa da criminalidade». Consultado em 6 de maio de 2011. Arquivado do original em 10 de junho de 2012 «SANED». Consultado em 7 de maio de 2011. Arquivado do original em 5 de Novembro de 2006 Governo do Estado de São Paulo (7 de janeiro de 2009). «Sabesp e Diadema vão compartilhar serviços de água e esgoto». JusBrasil Notícias. Consultado em 7 de maio de 2011 Karen Marchetti (31 de março de 2009). «Junção entre Saned e Sabesp é prorrogada por três meses». ABCD Maior. Consultado em 7 de maio de 2011[ligação inativa] Fernando Valensoela (6 de maio de 2011). «Fusão Saned-Sabesp preocupa funcionários». Diário Regional. Consultado em 7 de maio de 2011[ligação inativa] Gustavo Pinchiaro (6 de maio de 2011). «Câmara garante corrigir a fusão Saned-Sabesp». Diário do Grande ABC. Consultado em 7 de maio de 2011. Arquivado do original em 9 de maio de 2011 «Municípios por concessionária» (PDF). Consultado em 7 de maio de 2011. Arquivado do original (PDF) em 11 de janeiro de 2012 «História da CTBC». Companhia Telefônica da Borda do Campo «Nossa História». Telefônica / VIVO GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU). «Terminal Metropolitano Diadema». Consultado em 7 de maio de 2011. Arquivado do original em 14 de janeiro de 2011 Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU). «Terminal Metropolitano Piraporinha». Consultado em 7 de maio de 2011. Arquivado do original em 29 de abril de 2007 Cidades@ – IBGE (2009). «Frota 2009». Consultado em 7 de maio de 2011 «Google Maps». Consultado em 7 de maio de 2011 «Mapas Estado de São Paulo». Consultado em 7 de maio Desentupidoras no Grajaú Desentupidora Jardim Almeida Prado, Desentupidora Jardim Alvorada, Desentupidora Parque América, Desentupidora Inocoop Bandeirantes, Desentupidora Barro Branco, Desentupidora Jardim Belato, Desentupidora Jardim Borba Gato, Desentupidora Ilha do Bororé Desentupidora Jardim Brasília, Desentupidora Conjunto Habitacional Brigadeiro Faria Lima, Desentupidora Jardim Campinas, Desentupidora Chácara Cantinho do Céu, Desentupidora Jardim Castro Alves, Desentupidora Chácara Cocaia, Desentupidora Parque Cocaia, Desentupidora Sítio Cocaia, Desentupidora Chácara das Corujas, Desentupidora Jardim Edda, Desentupidora Jardim Eliana, Desentupidora Jardim Ellus, Chácara Gaivota, Desentupidora Parque Grajaú, Desentupidora Jardim Guanabara, Desentupidora Jardim Icaraí, Desentupidora ardim Itajaí, Desentupidora Jardim Itatiaia, Desentupidora Jardim Lucélia, Desentupidora Jardim dos Manacas, Desentupidora Jardim Marilda e Jardim Myrna. Desentupidoras no Jardim Angela DesentupidorasUma cidade muito populosa da Grande São Paulo, Diadema abriga residências, comércios, empresas, indústrias, fábricas e muitos tipos de serviços. Em cidades com grande número populacional e diversos estabelecimentos, muitas vezes podem ocorrer problemas de entupimentos e vazamentos em tubulações como pias, ralos, esgotos, vaso sanitário, colunas, entre outros. Os motivos são diversos, seja por gorduras acumuladas, descartes incorretos de pequenos objetos e alimentos, tentativas de desentupimentos com produtos caseiros, entre outros. Para descobrir a causa exata e solucionar o problema de forma eficaz é preciso contratar uma desentupidora em Diadema, que irá realizar a limpeza completa. Os entupimentos de fato é uma situação desagradável que acontece em diversos estabelecimentos e podem causar lentidão para a água descer pelas tubulações, mau cheiro, transbordamentos e até vazamentos. Os principais motivos são, por exemplo, descarte de alimentos na pia por falta de grelhas de proteção, gorduras e cabelos que entram nos ralos por falta de grelhas de proteção, descarte incorreto de pequenos objetos como fio dental nas pias e descarte incorreto de papel higiênico nos vasos sanitários. Uma empresa especializada em desentupimento e higienização de tubulações pode identificar e resolver o problema de forma ágil e eficaz. É importante buscar uma desentupidora em Diadema que realize o serviço de desentupimento e limpeza de tubulações com segurança e capricho, como a empresa Martec desentupidora. Contando com materiais e equipamentos de qualidade e alta tecnologia, além de profissionais treinados e especialistas em desentupimento para realizar o serviço e higienização com capricho e dedicação, a empresa proporciona um ambiente mais tranquilo e confortável para os moradores e visitantes do local. DESENTUPIMENTO DE ESGOTO EM DIADEMA desentupimento de esgoto Em Diadema Quando se trata de desentupimento de esgoto em Diadema, muitas pessoas ficam apavoradas. Apesar de esse ser um problema comum em áreas residenciais, muitas pessoas não sabem o que fazer quando ele acontece. Isso porque o entupimento do esgoto da casa pode causar muita confusão, principalmente quando ele é interligado e prejudica a residência inteira. Quando a rede de esgoto é interligada, não é apenas um cômodo que fica afetado. Mesmo que o entupimento tenha aparecido primeiro na pia, é provável que regiões como a lavanderia e o banheiro também fiquem com o ralo entupido. Desse modo, tomar banho e usar a privada pode ser uma péssima ideia, bem como lava algumas peças de roupa. Fazer o desentupimento de esgoto em Diadema é essencial para que a vida dentro de casa não seja atrapalhada. É impossível viver o dia a dia da mesma maneira se a vasão de água não ocorrer. Logo, atente-se a chamar um profissional para cuidar desse problema rapidamente. Desentupidora de esgoto em Diadema: por que não se pode usar produtos para desentupir Quando o assunto é o desentupidora de esgoto preço em Diadema, muitas pessoas pensam que podem fazer o serviço sozinho. Essa falsa ilusão é criada por conta dos vários produtos que podem ser encontrados no mercado e que prometem milagres. Nos rótulos deles podemos encontrar informações sobre o produto. Elas dizem que ele é capaz de destruir toda e qualquer coisa que esteja impedindo a passagem da água e criando barreiras. Portanto, o que o rótulo não informa é que esse forte poder abrasivo acaba destruindo bem mais do que os objetos. Ele entra em contato com as paredes dos canos e pouco a pouco vai destruindo-as também. A partir do momento que esses produtos são usados muitas vezes, o poder de derretimento deles fica cada vez maior. Até que em um momento as paredes dos canos ficam tão finas que furos se abrem. Esse tipo de problema, ao contrário de um entupimento comum, é bem mais difícil de resolver. Quando um cano fura a única alternativa é troca-lo, e para fazer isso é necessário mexer no encanamento todo. Logo, usar produtos químicos para fazer o desentupimento de esgoto em Diadema com toda a certeza não é uma boa ideia. Desentupimento de esgoto em Diadema: por que não se deve fazer o serviço sozinho Outro meio que muitas pessoas costumam aderir para fazer o desentupimento de esgoto em Diadema é realizar o serviço sozinho, sem produtos e com técnicas nada profissionais. Quando se trata desse assunto, todo mundo tem uma opinião para dar. Tem aquela certa ferramenta que funcionou na casa de um amigo, aquela outra técnica que deu muito resultado na casa do tio do vizinho… Às vezes todas essas opiniões influenciam o dono do imóvel a acreditar que pode muito bem realizar o desentupimento sozinho e sem dificuldades. Na internet também podemos encontrar uma grande série de dicas, porém, nada nos garante que elas funcionam e que não causarão dano algum. Um passo dado em falso pode tornar a situação do esgoto da sua casa ainda mais drástica e difícil de resolver. Desentupidora de esgoto em Diadema: conte com a empresa desentupidora Quando falamos de contratar uma empresa para cuidar do bem estar do nosso lar, precisamos então ter alguém de confiança. Uma empresa que faz o desentupimento de esgoto em Diadema deve ter respeito pela sua casa e por tudo o que ela representa para você. A empresa desentupidora em Diadema tem plena consciência disso, e é por isso que é a melhor e mais renomada empresa do ramo. Ela trabalha apenas com profissionais conceituados, que entendem muito bem do assunto e usam apenas técnicas extremamente seguras. Sem muito sacrifício nós conseguiremos solucionar completamente o seu problema, e ainda lhe dizer o que foi que o causou. Isso te ajuda a evitar que ele se repita e que novas confusões surjam em seu lar. Para fazer o desentupimento de esgoto, conte sempre com a empresa desentupidora em Diadema! DESENTUPIMENTO DE PIA DIADEMA desentupimento de pia O momento em que uma pia entope decerto é uma confusão dentro de casa. Muitas vezes a água começa a transbordar pela própria pia bem como por outros cantos da casa. Ninguém sabe o que fazer para resolver o problema, e todos acabam se estressando. Porém, com uma desentupidora de pia em Diadema tudo fica mais fácil. Esse serviço prestado pela empresa Desentupidora em Diadema Martec faz o desentupimento de pia de uma maneira muito simples e com qualidade. Sem estragar os encanamentos da sua casa e te ajudando nessa tarefa que aparentemente parece tão difícil. Desentupidora de pia Diadema: como evitar esse problema Agora que você já sabe o que fazer quando a sua pia entupir, vale entender também as melhores coisas a se fazer para evitar que esse problema ocorra. Existem muitos fatores que fazem com que o encanamento venha a ficar entupido. Porém, alguns deles são muito mais recorrentes e comuns, por isso vale a pena conhece-los. Um motivo que pode vir a causar entupimentos é o encanamento muito velho. Com o passar do tempo ele vai criando limo, aquela espécie de cobertor esverdeado que nasce em superfícies úmidas. Esse limo, depois de muitos anos pode criar uma espécie de barreira para a água. Outro fator importante são os resíduos de comida que entram pelo ralo na hora de lavar a louça. Eles grudam nas paredes dos canos e criam barreiras, que com o passar do tempo vão se solidificando. Além disso, um entupimento também pode ser causado por óleo nos canos, pedaços de canos que se soltaram, resíduos da construção ou até mesmo utensílios domésticos que caem nos canos. Para resolver isso, é só fazer o desentupimento em pia Diadema. Realizado pela empresa Desentupidora em Diadema, ele manda embora o problema e faz com que a sua pia fique como nova. Desentupimento de pia Diadema: como agir perante o problema Ao contrário do que muitos pensam e fazem, não é nada aconselhável realizar o desentupimento sozinho. Isso porque quem não possui a experiência e não conhece as técnicas ideais pode vir a danificar o encanamento. Algo realizado da maneira errada poderia romper ou quebrar os canos, fazendo com que todo o sistema fosse construído novamente Isso por si só já é um grande problema, ainda mais quando se pensa que para realizar a obra seria necessário quebrar todo o piso do imóvel. Além disso, também é importante descobrir como o encanamento da sua casa funciona. Alguns encanamentos tem a pia interligada com outros cômodos, como o banheiro e até mesmo partes externas. Logo, torna-se necessário saber se no seu imóvel ele também ocorre dessa maneira. Se a resposta for sim, você não poderá tomar banho, por exemplo, pois resultará em um alagamento total da casa. Certamente melhor coisa a se fazer diante dessa situação é chamar a empresa Desentupidora em Diadema para fazer o desentupimento em pia. Pois, ela já está há muitos anos no mercado, e é especialista em desentupimento de pias em casas e apartamentos. Quando você contrata uma empresa do ramo para lidar com esse problema tudo fica mais fácil. Isso porque ela possui profissionais treinados, que sabem bem como agir frente a determinadas situações. Além disso, as técnicas são de última geração e maquinas desentupidoras utilizadas são os melhores possíveis. Tudo isso garante que o serviço será de ótima qualidade e que você não terá mais problemas com a sua pia. Para fazer o desentupimento de pia Diadema, não se esqueça de contar com a empresa Desentupidora  ABC. Ela é a melhor do mercado e solucionará completamente o seu problema, por um preço baixo e com garantia de qualidade! DESENTUPIMENTO DE RALO E VASO SANITÁRIO EM DIADEMA Diadema é uma região que possui como característica ter várias moradias. As pessoas moram em casas e apartamentos, sozinhas, com seus companheiros e até mesmo com as suas famílias. Sabendo disso, é comum que surjam nas residências problemas domésticos. Eles podem ser resolvidos de maneira simples, como com o desentupimento de ralos e vasos sanitários em Diadema. Esse tipo de serviço é prestado por empresas profissionais do ramo. De fato faze-lo sem possuir os devidos conhecimentos é um grande erro. e como resultado você pode vir a danificar o encanamento da sua casa e até mesmo causar um problema grave e permanente. Para soluciona-lo seria necessário trocar todo o sistema de esgoto. O que custa muito dinheiro e envolve vários e vários dias de trabalho. Desentupidora de ralo e vaso sanitário em Diadema: motivos para o entupimento de ralos Quando falamos que um ralo entupiu, temos que entender que esse problema não surgiu do nada, muito menos de repente. Com toda a certeza o problema já vinha de muito tempo atrás, porém, só atingiu o seu ápice e se concretizou nesse momento. Um ralo pode entupir por diversos motivos diferentes. Um deles que é muito comum são os objetos indevidos que acabam indo para lá sem que você perceba. Muitos ralos possuem as suas tampas com muitos furos, e isso acaba permitindo que muitas coisas entrem por lá. Para evitar isso, adquira aquele tipo de tampa que pode ser fechada quando o ralo não estiver em uso. Essa é uma alternativa muito simples e barata, e com toda a certeza vai te poupar muito dinheiro e muito estresse no futuro. Além disso, para que o desentupimento de ralos e vasos sanitários em Diadema também pode ser evitado se você cuidar dos cabelos que entram por lá. Principalmente as mulheres costumam sofrer muito com a queda de cabelo durante o banho. Esse cabelo, se não juntado antes, entra pelo ralo e vai criando pequenos amontoados. Esses amontoados vão crescendo cada vez mais, de tal forma que em um dado momento ficam grandes o suficiente para entupir o encanamento. Tome sempre o cuidado de recolher os cabelos que ficam nas paredes e no chão no banheiro e coloca-los no lixo. Essa simples atitude durante o seu banho fará toda a diferença no bem estar da sua casa. Desentupimento de ralo e vaso sanitário em Diadema: motivos para o entupimento de vasos sanitários Ao contrário do que muitos pensam, um vaso sanitário não pode ser entupido apenas por causa de fezes. Quando essa situação acontece é porque algo já estava errado antes. Isso porque, se o encanamento estivesse com sua plena capacidade, a necessidade diária do morador não causaria um transtorno e iria embora normalmente. Um motivo que costuma causar o entupimento dos vasos sanitários são os objetos descartados no lugar errado. Por exemplo, muitas famílias tem o costume de descartas os papéis higiênicos usados dentro do vaso sanitário. Pelo contrário do que os moradores pensam, o papel higiênico não se derrete completamente quando entra em contato com a água. As pequenas partículas que restam acabam grudando nas paredes dos canos. Com o passar do tempo elas vão se acumulando, e podem assim criar paredes sólidas o suficiente para impedir a passagem da água e causar o entupimento do vaso sanitário. Para evitar esse problema, a resposta é muito simples. Descarte sempre os papéis higiênicos no lixo. Pois, esse pequeno trabalho irá evitar muito transtorno no futuro. Portanto, se o problema já estiver ocorrendo e você realmente precisar fazer o desentupimento de ralos e vasos sanitários, conte com a empresa desentupidora  em Diadema. Decerto que ela é a melhor do ramo e consegue solucionar o seu problema rapidinho. Conte Com A Nossa Desentupidora em Diadema Atendemos como desentupidora, por exemplo, os bairros Centro, Eldorado, Jardim Santa Rita, Jardim Remanso, Jardim Paineiras, Jardim Marilene, Jardim Elisa, Vila Conceição, Jardim Ana Sofia, Jardim Santa Dirce, Jardim Ruyce, Jardim das Paineiras, Vila Nogueira, Vila Alice, Jardim Rey, Jardim Donini, Vila Maria Leonor, Jardim Casa Grande, Desentupidora Jardim Inamar, Jardim Nações, Jardim Canhema, Jardim Maria Tereza, Jardim do Parque, Jardim Rosinha, Parque Reid, Vila Marques, Jardim Campanário, Jardim União, Vila Santa Terezinha, Vila dos Campeões, Vila Santa Dirce, Vila Ida, Vila São Vicente, Vila Elida, Vila São José e todos os outros bairros da cidade de Diadema. Conclusão Com profissionais experientes na área, ferramentas de ótima qualidade e de última geração e principalmente técnicas simples e eficazes. Por um preço muito baixo nós conseguimos devolver a tranquilidade para o seu dia a dia e para o dia a dia da sua família. Então não perca mais tempo sofrendo com essa situação. Contrate hoje mesmo a empresa desentupidora em Diadema para fazer o desentupimento de ralos e vasos sanitários. 5/5 – (47 Comentários) Desentupidora de esgoto 24 Horas Desentupidora de esgoto Desentupidora Caça Vazamento De Água Caça Vazamento Conta de água alta Conta de água alta Atendimentos Home Serviços Hidrojateamento Limpeza De Caixa D’água Limpa Fossa Limpeza De Caixa De Gordura Desentupidora Em São Paulo Desentupidora Na Zona Norte Desentupidora Na Zona Sul Desentupidora Na Zona Leste Desentupidora Na Zona Oeste Desentupidora Em Guarulhos Desentupidora Em Barueri Desentupidora Em Mogi Das Cruzes Desentupidora No Litoral Desentupidora No Desentupidora Em Santo André Desentupidora Em São caetano Do Sul Desentupidora Em São Bernardo Do Campo Desentupidora Em Ribeirão Pires Desentupidora Em Mauá Desentupidora Em Diadema Caça Vazamento De Água Contato Início , Para serviços de desentupimento e desobstruções de esgotos, redes e ramais, tubulações, redes de águas pluviais, tanques, pias e vasos sanitários, canos, colunas, galerias e bocas de lobo é necessária a contratação de uma desentupidora, empresa especializada na execução desse tipo de trabalho. Esse serviço pode ser prestado em residências, edifícios, condomínios, empresas e muito mais, estando disponível também para ambientes comerciais e industriais. Para contratar uma desentupidora em Diadema e outras regiões para a execução desses serviços é necessário ficar atento a uma série de fatores para ter certeza de que o resultado será satisfatório. Assim, ao buscar uma desentupidora em Diadema é importante fazer uma pesquisa e verificar algumas características apresentadas pela empresa escolhida. BUSCANDO UMA DESENTUPIDORA EM DIADEMA DE QUALIDADE Antes de optar por uma desentupidora em Diadema e demais localidades, é importante checar se a empresa em questão conta com infraestrutura para executar serviços de todos os portes, podendo realizar um trabalho com qualidade e eficiência. Além disso, é fundamental que a desentupidora em Diadema trabalhe com equipamentos modernos e apropriados para o desenvolvimento da tarefa contratada que conte com uma equipe formada por profissionais capacitados e experientes. Outro fator essencial é que a desentupidora em Diadema e regiões próximas opere de acordo com as normas técnicas estabelecidas pelos órgãos responsáveis pelo saneamento básico, devendo possuir certificação e licença da Cetesb, do Ibama, da Sabesp, na ANTT e a prefeitura da cidade em que atua. Para um desentupimento com sucesso é fundamental que a desentupidora em Diadema e outras regiões metropolitanas realizem um estudo da situação antes do início dos trabalhos para verificar quais serão as atividades necessárias.  – DESENTUPIMENTO COM EFICIÊNCIA A  é uma empresa que desde 1979 atua na área de saneamento básico e ambiental, prestando serviços de desentupimento e desobstrução. Com o objetivo de superar as expectativas do cliente, a  investe cada vez mais em tecnologia, utilizando equipamentos inovadores, e na capacitação de seus funcionários, trabalhando com uma equipe bem treinada e experiente. Dessa maneira, a  se destaca como um das melhores empresas do ramo, contando com infraestrutura privilegiada e frota própria. A empresa desenvolve um trabalho sustentável e de qualidade e atende todo o estado de São Paulo. Para saber mais sobre Desentupidora em Diadema Ligue para  ou clique aqui e entre em contato por email. Regiões de São Paulo que a  atende com Desentupidora em Diadema Selecione Região Central Zona Norte Zona Oeste Zona Sul Zona Leste Grande São Paulo Litoral de São Paulo Selecione uma região Mais visitados Custo de Desentupimento de Esgoto, Custo de Limpeza de Caixa de Gordura, Desentupidora 24 Horas, Desentupidora 24 horas SP, Desentupidora Centro SP, Desentupidora de Esgoto, Desentupidora de Esgoto Preço, Desentupidora de Esgoto RJ, Desentupidora de Esgoto SP, Desentupidora de Fossa, Desentupidora de Fossa Preço, Desentupidora em Alphaville, Desentupidora em Barueri, Desentupidora em Carapicuíba, Desentupidora em Cotia, Desentupidora em Cubatão, Desentupidora em Diadema, Desentupidora em Embu das Artes, Desentupidora em Ferraz de Vasconcelos, Desentupidora em Itapecerica da Serra, Desentupidora em Mauá, Desentupidora em Moema, Desentupidora em Osasco, Desentupidora em Pinheiros, Desentupidora em Ribeirão Pires, Desentupidora em Santo André, Desentupidora em São Bernardo, Desentupidora em São Bernardo do Campo, Desentupidora em São Caetano, Desentupidora em São Caetano do Sul, Desentupidora em São Paulo, Desentupidora em Sumaré, Desentupidora em Suzano, Desentupidora em Taboão da Serra, Desentupidora na Casa Verde, Desentupidora na Lapa, Desentupidora na Penha, Desentupidora no ABC, Desentupidora no Bairro do Limão, Desentupidora no Butantã, Desentupidora no Ipiranga, Desentupidora no Morumbi, Desentupidora Preço, Desentupidora RJ, Desentupidora SP, Desentupidora SP Zona Leste, Desentupidora SP Zona Norte, Desentupidora SP Zona Oeste, Desentupidora SP Zona Sul, Desentupidora Zona Leste, Desentupidora Zona Norte, Desentupidora Zona Oeste, Desentupidora Zona Sul, Desentupimento de Caixa de Gordura, Desentupimento de Esgoto Quanto Custa, Desentupimento de Rede de Esgoto, Desentupimento de Rede Pluvial, Empresa de Desentupimento, Empresa de Desentupimento de Esgoto, Empresa de Limpa Fossa, Empresa de Limpeza de Caixa de Gordura, Empresa de Limpeza de Fossa, Empresa Desentupidora, Empresa Desentupidora de Esgoto, Empresa Especializada em Desentupimento, Empresa Especializada em Hidrojateamento, Empresa que Desentope Esgoto, Empresa que Faz Limpeza de Fossa, Empresas de Hidrojateamento, Empresas de Hidrojateamento Industrial, Empresas de Limpeza Fossa no Rio de Janeiro, Hidrojateamento de Alta Pressão, Hidrojateamento de Esgoto, Hidrojateamento em Caldeiras, Hidrojateamento Industrial, Hidrojateamento Preço, Hidrojateamento SP, Limpa Fossa Campinas, Limpa Fossa em Guarulhos, Limpa Fossa Preço, Limpeza de Caixa de Gordura, Limpeza de Caixa de Gordura Preço, Limpeza de Caixa de Gordura Quanto Custa, Limpeza de Fossa, Limpeza de Fossa Preço, Limpeza de Fossa Séptica, Orçamento de Limpeza de Fossa, Preço de Serviço de Desentupidoras, Quanto Custa Desentupir Esgoto, Quanto Custa para Limpar Fossa, Serviço de Desentupimento, Serviço de Hidrojateamento, Serviço de Limpa Fossa, Serviço de Limpeza de Fossa, Serviços de Caixa de Gordura, Serviços de Hidrojateamento de Alta Pressão, Transporte de Efluente Industrial, Transporte de Efluentes Líquidos, Transporte de Lama, Valor de Desentupimento de Esgoto, O texto acima “Desentupidora em Diadema”Atendemos todos os bairros de Diadema: Desentupidora Campanário Desentupidora Canhema Desentupidora Casa Grande Desentupidora Centro Diadema Desentupidora Conceição Desentupidora Eldorado Desentupidora Inamar Desentupidora Piraporinha Desentupidora Serraria Desentupidora Taboão Desentupidora Vila Nogueira Desentupidora Próximo ao Quarteirão da Saúde Diadema Quarteirão da Saúde – Diadema Desentupimento Atendemos todas as ruas de Diadema: Alameda da União, Alameda Igualdade, Avenida Central, Avenida Conceição, Avenida Dom João VI, Avenida Doutor Ulyysses Guimarães, Avenida Fábio Eduardo Ramos Esquivel, Avenida Fagundes de Oliveira, Avenida Francisco das Chagas Fonseca, Avenida Graças, Avenida José, Avenida Maria, Avenida Marília, Avenida Navegantes, Avenida Pirãmide, Avenida Piraporinha, Avenida Presidente Kennedy, Avenida Prestes Maia, Avenida Recanto, Avenida São Bernardo, Avenida Ulysses Guimarães, Avenida Corredor ABD, Estrada Nova Ipê, Estrada Pedregulho, Largo Quatro, Passagem 3 Irmãos, Passagem Alpes, Passagem Anacleto de Medeiros, Passagem Antonio Raposo Tavares, Passagem Aparecida, Passagem Athaide, Passagem Bandeirante Henrique da Cunha Gago, Passagem Bandeirante Pêro Vaz de Barros, Passagem Bartolomeu Dias, Passagem Belo Gerãnio, Passagem Cecí­lia, Passagem Crucis, Passagem Cruz e Souza, Passagem das Andorinhas, Passagem das Roseiras, Passagem de Pedestres, Bandeirante André Fernandes, Passagem de Pedestres Inglaterra, Passagem Diogo Fernandes, Passagem do Infinito, Passagem do Progresso, Passagem Estácio de Sá, Passagem Galileu Galilei, Passagem Guabiroba, Passagem Guimarães, Passagem Imperador, Passagem Jabaquara, Passagem José Heleno Paulino, Passagem Lambari, Passagem Maravilha, Passagem Neves, Passagem Nicarágua, Passagem Pedro de Ataíde, Passagem Pintado, Passagem Procissão, Passagem Rio Trombetas, Passagem Rita, Passagem Simao Alvares, Passagem Siqueira Campos, Passagem Souza, Passagem Tiago, Passagem Trindade, Passagem Verde Lima, Praça Burity, Praça Holanda, Praça Presidente Castelo Branco, Praça Ubatuba, Rodovia dos Imigrantes, Rua Alamanda, Rua Almirante Barroso, Rua Ameixeiras, Rua Américo Maffia, Rua André Mussolino, Rua Antares, Rua Antônia Daneluz Cury, Rua Apaiari, Rua Apatita, Rua Apóstolo Tomé, Rua Arenque, Rua Atenas, Rua Atibaia, Rua Augusto dos Anjos, Rua Bach, Rua Baleia, Rua Bandeirante Clemente Álvares, Rua Barão de Itamaracá, Rua Barão de Taquari, Rua Barão de Vitória, Rua Brilhantes, Rua Buenos Aires, Rua Cambeva, Rua Caranha, Rua Castanheiro, Rua Cedros, Rua Chile, Rua Ciprestes, Rua Clarice Lispector, Rua Claudino de Oliveira Pessoa, Rua Coimbra, Rua Coripheu de Azevedo Marques, Rua Corredor, Rua Cristóvão Colombo, Rua Cristóvão Jacques, Rua da Constituição, Rua das Jabuticabeiras, Rua das Palmeiras, Rua das Três Meninas, Rua Dezoito de Agosto, Rua do Café Bravo, Rua do Movimento, Rua dos Cedros, Rua dos Sonhos, Rua Doutor Oscar de Barros, Rua Duarte da Costa, Rua Emílio Ribas, Rua Érico Verí­ssimo, Rua Espirito Santo, Rua Evandro Caiafa Esquivel, Rua Florianópolis, Rua Francisco Ferreira, Rua Gago Coutinho, Rua Gaspar de Lemos, Rua General Rondon, Rua Granito, Rua Gregório Bezerra, Rua Guarani, Rua Guarujá, Rua Guatambus, Rua Guilherme Augusto, Rua Haydn, Rua Heroína Neves de Melo, Rua Iguaçu, Rua Itamaracá, Rua Jabuticabeiras, Rua Jacarandás, Rua Japurá, Rua Jasmins, Rua João Batista Alves Nascimento, Rua José Zara, Rua Leopoldina, Rua Limeira, Rua Linda, Rua Lisboa, Rua Londres, Rua Mar das Caraibas, Rua Maria Rita Pereira, Rua Mauá, Rua México, Rua Milton Patricio de Oliveira, Rua Moacyr Goulart Cunha Caldas, Rua Odete Amaral de Oliveira, Rua Olivina, Rua Padre Inácio de Loyola, Rua Paramaribo, Rua Pessegueiros, Rua Phi, Rua Poti, Rua Professora Vitalina Caiafa Esquivel, Rua Raimundo Bráz, Rua Raul Seixas, Rua Republica Arabe Unida, Rua Santa Joana D’Arc, Rua São Lucas, Rua Saturno, Rua Sílvio Donini, Rua Strauss, Rua Suíça, Rua Tamandaré, Rua Tenente Nestor Romualdo Tenório, Rua Tomiko Nakajima, Rua Tupi, Rua Vicente Leporace, Rua Violetas, Rua Visconde de Cabo Frio, Rua Visconde de Pelotas, Rua Visconde de Taunay, Travessa Acari, Travessa Amazonas, Travessa Camargo, Travessa Camilo, Travessa Casimiro de Abreu, Travessa Cláudia, Travessa Curió, Travessa Danúbio, Travessa Doutor Humberto, Travessa Doze de Junho, Travessa Elisa, Travessa Helena Maria Bezerra, Travessa Nova Miranda, Travessa Ônix, Travessa Praia de Luí­s Correia, Travessa Raimundo, Travessa Ramiro Gomes Jardim, Travessa Rei, Travessa Santa Beatriz, Travessa Santa Eugênia, Travessa Santa Marcelina, Travessa Santana, Travessa Santo Ismael, Travessa São Firmino, Travessa Somália, Travessa Tembe e Viela H. Atendemos todos os condomínios Diadema: Vista Golf Residencial Resort, Condomínio Splendido, Condomínio IEPE Golf, Condomínio Edifício Golf Residencial, Condomínio CENA Golf, Eb Park Nações Unidas, Conjunto Residencial Condomínio Marajoara, Condomínio Portal da Chácara Flora e Condomínio Residencial Golf Park entre outras. Limpa Fossa Diadema PRONTO ATENDIMENTO 24 x 7 365 DIAS DO ANO Desentupidora 24 Horas Diadema Parcerias para atendimento 24 horas Dicas Para Evitar Entupimento 1. Pia de cozinha Utilize “ralinho japonês” no ralo da pia de cozinha para evitar que entre na rede de esgoto materiais que deveriam ir para o lixo como restos de comida, pedaços de plásticos de etiquetas, guardanapos, palitos e caroços de frutas. 2. Tanque de lavar roupa Utilize sempre o tampão do ralo do tanque para não deixar que pequenas peças de roupas entrem no cano de esgoto. Muita gente também limpa a caixa de areia de gatos e cachorros no tanque o que faz com que restos de areia vão para o esgoto. 3. Vaso sanitário Lugar de lixo é no lixo. Não jogue papel higiênico, absorvente, preservativo e restos de medicamento pelo vaso sanitário pois isso não dissolve na água e causa entupimentos frequentemente. 4. Ralo de banheiro Limpe regularmente o ralo do banheiro para evitar que o acúmulo de fios de cabelo cause um entupimento com o tempo. O aparecimento das famosas moscas de ralo é um importante indicador que o ralo do banheiro deve ser limpo com mais frequência. 5. Caixa de gordura Se a sua cozinha já tem uma caixa de gordura instalada lembre-se que esse sistema deve ser limpo regularmente. Em uma cozinha de restaurante por exemplo é recomendado que a limpeza se faça semanalmente. 6. Óleo, tinta etc.. Nunca jogue na rede de esgoto restos de óleo, tintas, combustíveis, solventes ou outros produtos parecidos, o descarte desse tipo de material deve ser feita de forma apropriada, procure pela internet na sua região onde esses produtos devem ser descartados. 7. Ramal de Rede Água Pluvial Em época de chuva é que aparecem os problemas de entupimento de rede de água pluvial de condomínios e residências. Folhas, poeiras, resto de construção e fezes de animais além de brinquedos e terra são os principais causadores de obstruções nessas tubulações. Principalmente nos condomínios a manutenção preventiva da rede de água pluvial deve ser feita regularmente, para evitar alagamentos de garagens e subsolo. Síndicos, zeladores e equipe de manutenção devem estar atento a isso, se não estão alerte isso na próxima reunião de condôminos. Na dúvida acesse os sites da Prefeitura de Diadema, Cetesb ou Sabesp. SERVIÇOS COM GARANTIA Para evitar danos mais graves ao local, não tente realizar o desentupimento de esgoto por conta própria. Quando tiver problemas nesse sentido, chame a desentupidora PH Serviços SP, para que possamos realizar uma inspeção e identificar o que está causando o problema e dar a melhor solução para resolvê-lo com um preço Justo. ATENDIMENTO CLASSE A Mau cheiro de esgoto na propriedade? Estamos prontos para atender qualquer demanda seja em uma residência, condomínio, empresa ou restaurantes. Não perca tempo ligue já e chame a PH Desentupidora. ALAGAMENTOS Em caso de chuva intensa e raios siga as recomendações da defesa civil e busque abrigo. Não enfrente alagamentos. Não use água de enchente. Veja também na região: Desentupidora Santo André Desentupidora São Bernardo do Campo Desentupidora São Caetano do Sul Desentupidora Zona Sul BASE LOCAL Para agilizar o atendimento na região, contamos com profissionais e base local na cidade de Diadema na região metropolitana de São Paulo. Para qualquer tipo de atendimento de desentupimentos em residências, condomínios ou empresas o bairro conta com atendimento expresso pelo melhor preço do mercado. Teste nossos serviços, fale com as nossas atendentes. Atendemos bem para atender sempre. Desentupidora Próximo ao Parque Ecológico Diadema Parque Ecológico – Diadema CAÇA VAZAMENTOS Está cada vez mais comum nos condomínios da cidade de São Paulo casos de vazamento de rede de esgoto, seja por manutenção preventiva deficiente ou erros de dimensionamentos da rede. Qualquer que seja o motivo, vazamentos causados por entupimentos causam mau cheiro e desvaloriza a propriedade, além de colocar em risco a saúde de todos os condôminos, principalmente as crianças. Se estiver acontecendo vazamentos na área comum do seu condomínio fale com o seu síndico ou zelador e peça para fazer uma avaliação para uma manutenção preventiva de limpeza dos ramais de esgoto e água pluvial. CHUVAS e ALAGAMENTOS Em dias de chuvas, evite as enchentes e correntezas em calçadas e ruas, o perigo de doenças e de afogamentos e real. Procure um lugar alto e se mantenha seguro até o perigo passar, não tente atravessar áreas alagadas andando ou mesmo de carro. Para evitar alagamentos, deixe o lixo na rua somente no dia de coleta, devidamente acondicionado para evitar que esse lixo se disperse. Enchentes elevam o risco de doenças no verão; saiba como se proteger fonte: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias Como sempre, junto com as chuvas de verão vêm as enchentes. Além dos danos materiais, o aumento da água contaminada pode elevar o risco de doenças infectocontagiosas que, se não cuidadas, podem levar à morte. Normalmente, os sintomas aparecem depois de dez dias do contato com a enchente. Por isso, é muito importante não negligenciar nenhum tipo de sinal e procurar um hospital rapidamente, além de avisar ao médico que esteve em contato com as águas da chuva. Um dos problemas mais comuns é a leptospirose, causada por uma bactéria encontrada no xixi do rato. Embora essa seja a mais conhecida, existem outras doenças que também podem aparecer se a pessoa estiver em contato com a água suja. Abaixo, listamos quais e como se prevenir: Leptospirose A doença é causada por uma bactéria encontrada na urina do rato e pode entrar na pele humana. Em 90% dos casos, segundo os médicos, os sintomas são dor no corpo, dor acentuada na batata da perna, febre alta e indisposição. Além disso, mesmo sendo mais raro, algumas pessoas podem ter diminuição na quantidade de urina e amarelamento dos olhos e quadros de sangramento. Nesses casos, o ideal é sempre procurar ajuda médica para evitar que o problema se intensifique podendo matar em casos mais extremos. DIADEMA Fonte: Diadema Wikipédia. Diadema é um município do estado de São Paulo. Ocupa uma área de 30,796 km². A população de Diadema, estimada pelo IBGE para 1.º de julho de 2018, é de 420 934 habitantes[1], sendo décimo quarto mais populoso do estado e o 55º do Brasil. Está localizada na Zona Sudeste da Grande São Paulo, na Região Metropolitana de São Paulo, em conformidade com a lei estadual nº 1.139, de 16 de junho de 2011 e, consequentemente, com o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de São Paulo (PDUI). Ciadade de Diadema Diadema foi distrito de São Bernardo do Campo até a sua emancipação, no final da década de 1950. Com 77 estabelecimentos de saúde, sua principal fonte de renda é o setor de prestação de serviços, tendo a indústria e o comércio como importantes atividades econômicas. O município conta ainda com uma importante tradição cultural, que vai desde o turismo até o esporte. Seus principais clubes de futebol são o Clube Atlético Diadema, fundado em outubro de 2009, e o Esporte Clube Água Santa, clube tradicional do município fundado em 1981 que disputou apenas competições amadoras até 2011, quando se profissionalizou. Também há o time de futebol americano fundado em 2013, o Diadema Diamond, que disputou contra grandes times do estado. Diadema ainda é sede de diversos eventos anuais, além de possuir alguns pontos turísticos, como o Borboletário, o Jardim Botânico, o Museu de Arte Popular e o Observatório Astronômico. NOTÍCIAS DE DIADEMA Sabesp investirá R$ 28 milhões em obras em Diadema fonte: blogdobena A Sabesp anuncia, a liberação de um investimento de R$ 28 milhões para Diadema. O montante será destinado a obras no município, onde os serviços de água e esgoto voltaram ao controle da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, após extinção da Saned (empresa municipal), que acumulava uma dívida de R$ 1,2 bilhão. Desde que assumiu as operações em Diadema, em 2014, a Sabesp prevê um total de R$ 159 milhões em investimentos exclusivamente na cidade (de um plano de R$ 434 milhões em diversas obras e ações). A expectativa é de que R$ 111,6 milhões sejam investidos até 2020 e R$ 47,2 milhões de 2021 a 2042. Os demais R$ 275 milhões representam investimentos no sistema compartilhado, como melhorias nas Estações de Tratamento de Água e Esgoto que atendem Diadema e municípios vizinhos, além de coletores-tronco e adutoras que beneficiam mais de uma cidade. Obras e Saneamento Ambiental O objetivo é que as obras a serem executadas tornem Diadema um município 300%. Ou seja, com 100% de abastecimento de água, 100% de coleta e 100% de tratamento de esgotos garantidos para os moradores das áreas regulares. Conforme previsto no Plano Municipal de Saneamento e no contrato assinado com o município, a cidade alcançará esse padrão de qualidade de primeiro mundo no saneamento até o final da década. O contrato de Diadema com a Sabesp tem prazo de 30 anos. A aplicação dos R$ 28 milhões que estão sendo liberados agora, o andamento dos investimentos e o cronograma das obras de água e esgoto serão detalhados pelo prefeito Lauro Michels (PV), durante a assinatura de autorização dos serviços, no Paço Municipal. Estarão presentes o superintendente da Unidade de Negócios Sul da Sabesp, Roberval Tavares de Souza, e o gerente regional da Sabesp, Jair Manoel da Silva. Além dos R$ 434 milhões, a Sabesp previa o repasse de R$ 95 milhões ao município para serem utilizados pela Prefeitura para promover obras e melhorias em saneamento ambiental. Valores precisaram ser renegociados e parcelados e contratos revistos a partir da crise hídrica no Estado, que comprometeu as finanças da Sabesp. Dívidas dos municípios de Santo André, São Bernardo e Mauá, no ABC, além de Guarulhos, na região metropolitana, com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo também são motivo de preocupação. Sabesp e Prefeitura de Diadema higienizam entorno do HM fonte: abcdoabc Sabesp em parceria com a Prefeitura de Diadema realizou nesta manhã, 2/4, a higienização da área do entorno do Hospital Municipal de Diadema, na Avenida Piraporinha Higienização Diadema Higienização em Diadema Para o combate ao coronavírus, a Sabesp está aplicando mais cloro na água de reuso utilizada na lavagem urbana, a fim de garantir mais eficiência ao processo de higienização. A água de reuso é produzida nas estações de tratamento de esgoto (ETES) portanto, não serve para o consumo. Em parceria com a empresa Peralta, a equipe de Obras da Prefeitura também está realizando a lavagem do entorno dos prédios públicos utilizando um jato de alta pressão com cloro e detergente. Durante esta semana foram lavados o Terminal Metropolitano de Diadema, o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua – Centro Pop, a Avenida São José, a Avenida Nossa Senhora das Vitórias, e as UBS´s Inamar, Vila Paulina, Centro, Maria Tereza e Canhema. Na semana passada, a Prefeitura higienizou as áreas externas do Hospital Municipal de Piraporinha, do Quarteirão da Saúde, do Pronto Atendimento Eldorado e Paineiras, além de todas as UBS´s. Diadema pretende tratar 98% do esgoto coletado até 2025 fonte: Prefeitura de Diadema O município de Diadema pretende ampliar o tratamento de esgoto coletado de 48,2%, para 98% até o ano de 2025. A meta foi apresentada na Audiência Pública para Revisão do Plano de Saneamento Básico, realizada na noite desta terça-feira, 23/04, no auditório do Quarteirão da Saúde. No evento aberto à população, foram divulgadas as metas do Plano instituído em 2012, quais foram cumpridas e aquelas que precisam de novo prazo. Entre as ações finalizadas estão a ampliação e melhoria do abastecimento da região norte, incluindo bairros como Canhema, Campanário, Nações e Taboão; complementação de obras do PAC 1 – adutoras e coletores; e adequação estrutural dos reservatórios Nações e Real. Já os programas de ampliação de sistemas de distribuição de água, controle e recuperação de perdas e recuperação de ativos são contínuos, pois atendem a demanda que pode aumentar ou diminuir de acordo com a população. Os dados ainda mostram que Diadema possui 109.490 ligações ativas de água, que representam 769,34 km de extensão. As ligações de esgoto chegam a 102.847, totalizando 476,15 km. A minuta do Plano foi apresentada pelo secretário municipal de Serviços e Obras, José Marcelo Ferreira Marques, que destacou o avanço no cumprimento das metas de abastecimento. “Isso foi possível pelo trabalho realizado e também porque a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), concessionária responsável pelo abastecimento de água no município, nos últimos anos e devido à crise hídrica, direcionou mais recursos para essa área do que para o setor de esgoto”, pontuou. Agora, o município quer avançar nas demais metas do plano. “Diadema está de parabéns, pois a maioria dos municípios não está conseguindo cumprir esse preceito. A revisão vai ser um instrumento importante para que a Sabesp disponibilize recursos, investimentos em drenagem, resíduos e saneamento. Esse é um importante passo”, elogiou a gerente de planejamento da Sabesp. Lavatórios para mãos contra coronavírus Em Diadema, uma parceria entre a Sabesp e o Hospital Municipal, deve entregar um lavatório para pacientes e demais frequentadores da unidade de saúde, para facilitar a higienização das mãos e ajudar a evitar a transmissão do coronavírus. A Sabesp é responsável por montar a parte hidráulica e instalar a estrutura do lavatório. A Sabesp reporta que desde o início da Pandemia 61 lavatórios públicos foram instalados na região metropolitana de São Paulo, em parceria com hospitais, prefeituras e instituições, facilitando a higienização das mãos em locais de grande concentração de pessoas. Os cuidados com o saneamento básico, higiene pessoal e as redes de esgoto e água tratada devem ser prioridades na nossa realidade de hoje. Qualquer sinal de entupimento ou vazamento em banheiros ou cozinhas deve ser investigado por um profissional qualificado e com os devidos equipamentos de proteção individual. Sabesp Diadema Defesa Civil – CORONAVÍRUS: Evite apertos de mão, abraço e beijos. Previna-se! Somente saia de casa para necessidades especiais, não se arrisque pois não é somente uma gripezinha como disseram no início. Use máscaras e luvas fora de casa e nunca toque em esgoto de entupimentos e vazamentos. Defesa Civil – Tempo: 25/02/21 15:16 Chuva intensa em Diadema. Tem raios. Atinge cidades vizinhas. Não enfrente alagamentos, nem ande em áreas alagadas. Limpeza Caixa Gordura Diadema Desentupimento Diadema Desentupidora Diadema Limpa Fossa Diadema 26/02/21 Desentupidora Banheiro Diadema Desentupidora Caminhão Diadema Desentupidora com Hidro Jato Diadema Desentupidora Condomínio Diadema Desentupidora Cozinha Diadema Desentupidora de Banheiro Diadema Desentupidora de Cano em Diadema Desentupidora de Pia Diadema Desentupidora de Ralo de Banheiro Diadema Desentupidora de Ralo de Box Diadema Desentupidora de Vaso Sanitário Diadema Desentupidora Diadema Desentupidora Diadema 24 Horas Desentupidora em Diadema Desentupidora Empresa Diadema Desentupidora no Bairro Diadema Desentupidora Orçamento Grátis Diadema Desentupidora Pia de Cozinha em Diadema Desentupidora Poço de Recalque Diadema Desentupidora Privada Diadema Desentupidora Ralo de Chuveiro Diadema Desentupidora Ralo Diadema Desentupidora Ralo Quintal Diadema Desentupidora Rede Água Pluvial Diadema Desentupidora Rede de Esgoto Diadema Desentupidora Residência Diadema Desentupidora Tanque Diadema Desentupidora Vaso Sanitário Diadema Desentupidora Vídeo Inspeção Diadema Desentupidora Visita Grátis Diadema Desentupimento em Diadema Diadema Desentupidora Diadema Desentupimento Diadema Limpa Fossa Encanador em Diadema Limpa Fossa Diadema Limpar Fossa Diadema Limpeza Caixa de Gordura Diadema Limpeza de Fossa Diadema Melhor Preço Desentupidora Diadema  , Desentupidora em Diadema com desconto de até 50%, visita grátis, orçamento sem compromisso e pagamento facilitado é com desentupidora, uma empresa especializada em desentupimento, limpa fossa e hidrojateamento, nossa empresa presta serviço 24 hs, 7 dias por semana, estamos sempre a disposição para atender com rapidez e garantimos em contrato todos os serviços. Procurando desentupimento de pias, ralos, vasos sanitários, conduítes, calhas, coletoras, colunas, tanques, fossas, águas pluviais ou esgotos em geral? Não precisa procurar mais! Aqui você encontra a melhor desentupidora em Diadema! A desentupidora em Diadema atende sem cobrar taxa de visita e fornece orçamento técnico totalmente gratuito. A desentupidora em Diadema é uma empresa comprometida com a sua qualidade de vida, buscando sempre o melhor atendimento nos horários marcados para que assim possa ajudar a solucionar problemas de desentupimento e limpa fossa, a desentupidora em Diadema não deixa de resolver os problemas ocasionados por entupimentos de esgotos fazendo um serviço rápido, limpo e eficiente. O serviço de desobstrução de esgoto tem quer ser feito por profissionais qualificados e preparados para este seguimento, pois além de ser um local de trabalho insalubre a empresa prestadora de serviço deve ter equipamento adequado para realizar vários tipos de desentupimento ou esgotamento, nenhum serviço é igual ao outro, sabendo disso a desentupidora em Diadema mantém em sua frota vários caminhões e equipamentos diversificados para atender a necessidade a qual foi solicitada. O serviço da desentupidora em Diadema não é simplesmente chegar num local e fazer o trabalho, e depois nem saber se a tubulação esta fluindo para a fossa ou caixa de inspeção, tem que ser feito testes de vazão, mas se a água não chegar até a fossa ou caixa de inspeção, ai provavelmente terá que desentupir outros ramais da chegada. E se este desentupimento se torna difícil? A desentupidora em Diadema solicita na empresa outros equipamentos de maior proporção e altamente tecnológico para resolver no mesmo dia e não deixar o sistema de esgotos do seu imóvel sem estar funcionando, quer dizer, não existe entupimento sem solução. A desentupidora em Diadema não sai do local sem resolver e deixar como estava antes a rede de esgotos, a desentupidora em Diadema para resolver alguns entupimentos leva até o local caminhão de hidrojateamento, que faz o serviço com alta pressão de água para retirar tudo que está dentro da tubulação, ou também caminhão de limpa fossa que vai até o local para esgotar e limpar tanto fossas com caixa de inspeção. Informação importante da desentupidora em Diadema: O esgoto doméstico é formado pela utilização da água para fins domésticos, como lavagem de roupa, de utensílios de cozinha e de pisos, banho, descarga de vasos sanitários, entre outras. Esgoto não doméstico é constituído pela água proveniente das atividades industriais e comerciais de grande porte, tais como shopping centers, petroquímica, siderúrgicas, indústrias têxteis, cervejarias, curtumes, lavanderias, padarias, postos de gasolina, entre outras. O esgoto se forma quando você abre uma torneira, o chuveiro ou aciona a descarga, quando esta água entrar nas tubulações estará iniciando a formação de esgotos, essas águas ainda dentro do imóvel passarão por tubos e cairão em caixas de concreto (caixas de inspeção). Depois seguem até as ruas, onde encontrarão tubos com diâmetros maiores, poços de inspeção e de visita que vão dar em tubulações grandes chamadas de coletor-tronco e interceptador. O interceptador leva os esgotos até uma estação de tratamento, depois de tratados, podem ser lançados em rios, em lagos ou no mar. E onde não existe saneamento? Nos bairros onde não existir saneamento, o esgoto fica ao ar livre ou na fossa, o mau cheiro e a sujeira juntamente com o lixo, favorecem a reprodução de ratos, baratas e muitas bactérias prejudiciais a saúde e o resultado é o aumento de doenças, como verminose, hepatite, barriga d’água, cólera e muitas outras. Por isso a mortalidade infantil também é muito maior nesses locais, mas não se preocupe enquanto não houver redes coletoras de esgotos neste local, o esgoto não doméstico, fossas sépticas, fossas negras e caixas de gordura a desentupidora em Diadema poderá, mediante autorização da Sabesp, encaminhar via caminhão estes detritos aos postos de recebimento de efluentes da própria Sabesp. Algumas dúvidas de nossos clientes: Como é feito o desentupimento? Pode ser de varias formas, o convencional é feito com máquinas rotativas de pequeno ou grande porte, também pode ser feito com caminhão de hidrojateamento e outro modo pouco usado é com pressão de ar comprimido. Posso chamar uma desentupidora a noite em meu apartamento? Depende da urgência, se for caso de retorno de esgoto nos ralos (quando a água sai sem você estar usando) pode, mas se for pia entupida, privada ou tanque, precisa ver a convenção do condomínio. O meu banheiro está com mau cheiro a desentupidora resolve? Sim, isso é indicio de futuro entupimento, o serviço neste caso e fazer uma raspagem na tubulação para retirar o que está causando o mau odor. É necessário limpar os canos do meu imóvel anualmente? Nem sempre, mas todo serviço preventivo, além de custar bem menos evita muita dor de cabeça no futuro. Quanto custa o orçamento da desentupidora? Nada, todo orçamento é feito no local do problema, assim o técnico vai saber dimensionar a dificuldade do desentupimento, por isso toda visita é gratuita. E se acontecer um entupimento no domingo ou feriado? Fique tranqüilo, nossa empresa atende sábados domingos e feriados sem nenhum custo adicional, mantemos plantão 24 horas para casos emergenciais. Não estava no meu orçamento o serviço de desentupimento, como posso pagar? Aqui na  temos flexibilidade na forma de pagamento, aceitamos cheques, cartão de crédito e dependendo da situação até boleto bancário. Fiz um serviço e voltou a entupir no mesmo local o que devo fazer? Ligar em nossa empresa, pois em nosso contrato existe uma garantia por escrito, iremos deslocar uma equipe técnica até o local sem custo adicional. Entupiu e não posso usar nada em casa quanto tempo demora pro atendimento? Em São Paulo nossa dificuldade é o trânsito, mas direcionaremos a equipe mais próxima do local para que a visita se torne rápida, mas normalmente em torno de 40 minutos. Quanto custa o serviço de desentupimento? Um serviço nunca é igual ao outro, é difícil colocar um preço sem saber direito o que esta acontecendo, e outros detalhes técnicos que são próprios do local, por isso não cobramos taxa de visita e nosso orçamento é sem compromisso. Faça serviço de desentupimento com a desentupidora em Diadema para não ter que fazer de novo. Compromisso com a qualidade e preço justo nos serviços de desentupimento é aqui na  desentupidora em Diadema. Sistema Americano de Desentupidora Profissional! Desentupidora em Diadema? Chame a Desentupidora! Desentupidora em Diadema Desentupimento em Diadema Desentupidor em Diadema Desentupir em Diadema

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.