DESENTUPIDORA

DESENTUPIDORA NA AV INDIANAPOLIS 99739-5404 / 98776-7059

Moema é um bairro nobre[2] situado na zona centro sul do município de São Paulo, no estado de São Paulo. Limita-se com os bairros de Vila Olímpia, Vila Nova Conceição, Vila Clementino, Jardim Lusitânia, Planalto Paulista, Campo Belo e Brooklin. É delimitado pela Avenida República do Líbano, Avenida Indianópolis, Avenida Moreira Guimarães (Corredor Norte-Sul), Avenida dos Bandeirantes, Avenida Santo Amaro, Avenida Hélio Pellegrino e Rua Inhambú. Índice 1 Atualidade 1.1 Subdivisões 2 Desenvolvimento Residencial 3 Topônimo 4 História 5 Referências Atualidade Atualmente, Moema é um dos bairros que tem melhor qualidade de vida da cidade. Sua população é formada pelas classes média alta e alta. Algumas das vias do bairro são as mais caras da cidade para se morar. Segundo uma pesquisa do Sindicato da Habitação (Secovi), o bairro possui um dos aluguéis mais caro da cidade[3], sendo classificado como “Zona de Valor A” pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis[4]. Avenida 23 de Maio e o bairro ao fundo Subdivisões O bairro é subdividido em “Moema Pássaros” e “Moema Índios”. Moema Pássaros fica entre a Avenida Santo Amaro e a Avenida Ibirapuera e possui ruas com nomes de pássaros, como: Canário, Jacutinga, Inhambu, Gaivota, Pavão, Rouxinol, entre outras. É a parte mais próxima do Parque do Ibirapuera. Já Moema Índios fica entre a Avenida Ibirapuera e a Avenida Moreira Guimarães, e é onde está localizado o Shopping Ibirapuera. Possui ruas com nomes indígenas, como: Maracatins, Nhambiquaras, Jandira, Jurema, entre outros. É a parte mais próxima do Aeroporto de Congonhas. Shopping Ibirapuera Rua Normandia no Natal de 2005. Moema possui um forte comércio, que se localiza nos arredores das ruas Normandia, Gaivota e Canário e das avenidas Bem-Te-Vi, dos Eucaliptos e Pavão, onde há lojas de roupas, calçados, acessórios e até grifes internacionais; além da moda, também destaca-se no setor gastronômico.[5] No bairro, encontra-se o Shopping Ibirapuera,[6] um dos primeiros centros comerciais do país,[7] e o consulado senegalês.[8][9] Anualmente, uma via do bairro torna-se atração durante a época natalina: a Rua Normandia, cujas 36 lojas recebem decoração e iluminação especiais no período,[10] chegando a atrair mais de 300 000 visitantes para o local nessa época. [11] Os moradores do bairro e região formaram a Associação dos Amigos e Moradores de Moema, associação que luta pelo bem-estar do bairro.[12] Em 2016, Moema foi escolhida como o melhor IDH de São Paulo através de uma pesquisa que avaliou 95 distritos da cidade. [13] Desenvolvimento Residencial Edifícios do bairro Moema é um bairro bastante verticalizado. Em Moema Pássaros e Moema Índios existem 767 condomínios de edifícios residenciais com 32.267 apartamentos. A área total ocupada pelos edifícios é de 1,02km², ou 27,8% da área total do bairro. O prédio mais alto de Moema se chama “The Place”, que fica na Rua Canário, 130 e tem 38 andares com vista para o Parque Ibirapuera.[14][15] Topônimo O topônimo “Moema” é uma referência à personagem homônima do poema Caramuru, de Santa Rita Durão, clássico da literatura árcade brasileira escrito em 1781.[16] O nome da personagem, por sua vez, corresponde ao termo do tupi antigo mo’ema, que significa “mentira” (no poema, Moema era a amante do personagem principal, Diogo Álvares, representando, assim, o amor falso, em contraposição ao amor verdadeiro representado pela esposa de Diogo, Catarina Paraguaçu).[17] História No século XIX, a região ocupada por Moema era uma propriedade rural que pertencia a Joaquim Pedro Celestino. Na época, a mesma era cortada pelos trilhos de bonde a vapor que unia a cidade de São Paulo ao extinto município de Santo Amaro. Alguns documentos retratam que, desde 1880, havia um grande número de chácaras ocupadas por imigrantes ingleses e alemães. Após o loteamento do Sítio da Traição em 1913, ocorreu a urbanização do bairro de Indianópolis. Da década de 1930 até 1965, era um bairro industrial, que atraía imigrantes russos e lituanos à região. Na década de 1970, recebeu investimentos privados em virtude de seu terreno plano, baixo custo e área útil[18]. Em 1976, houve a inauguração do primeiro shopping center da região. Com esses avanços, o bairro sofreu um crescimento vertiginoso. No ano de 1987, recebeu o nome atual devido a uma mobilização popular. Por meio de um abaixo-assinado, houve a emancipação de uma parte do bairro de Indianópolis, tornando-se o atual bairro de Moema.[19] Em 2018 foram inauguradas as estações Moema e Eucaliptos da Linha 5-Lilás do Metrô de São Paulo. Pessoas caminhando no Parque Ibirapuera Referências «O número um». Consultado em 25 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 27 de julho de 2014 [1] Moema é o bairro mais caro, Sapopemba o mais barato «Pesquisa CRECI» (PDF). 11 de julho de 2009. Consultado em 2 de agosto de 2009. Arquivado do original (PDF) em 6 de julho de 2011 WGSN faz um tour no bairro Moema em São Paulo Site Oficial do shopping: “O Shopping” Shopping Ibirapuera «Consulados». Consultado em 8 de julho de 2010. Arquivado do original em 31 de maio de 2009 «Consulados Internacionais». Consultado em 8 de julho de 2010. Arquivado do original em 25 de outubro de 2011 Rua Normandia Rua Normandia, em Moema, inaugura dia 23 o Natal dos Sonhos. AMAM «IDH: Os 20 melhores e os 20 piores distritos de São Paulo». Estadão. Consultado em 1 de maio de 2017 «Moema Pássaros – InfoProp». 28 de março de 2018. Consultado em 1 de junho de 2018 «Moema Índios – InfoProp». 5 de abril de 2018. Consultado em 1 de junho de 2018 GUIMARÃES, M. R. Moema: mito, monstros e máscaras. Disponível em http://www.filologia.org.br/vcnlf/anais%20v/civ5_09.htm. Acesso em 7 de abril de 2013. NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo: a língua indígena clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 540, 587. «História do Bairro – Cronologia». Consultado em 27 de abril de 2010. Arquivado do original em 1 de setembro de 2009 A História de Moema [Esconder]vde SP – São Paulo – Zona Centro-Sul – Subprefeitura da Vila Mariana Moema IbirapueraIndianópolisJardim LusitâniaJardim Novo MundoMoemaParque IbirapueraVila Nova ConceiçãoVila Uberabinha Vila Mariana Bosque da SaúdeChácara do CasteloChácara KlabinConjunto dos BancáriosJardim AuréliaJardim da GlóriaJardim LutfallaJardim Vila MarianaParaísoVila Afonso CelsoVila ClementinoVila Mariana Saúde Bosque da SaúdeChácara InglesaJardim CeciMirandópolisParque ImperialPlanalto PaulistaSaúdeSão JudasVila Monte AlegreVila NocaVila da Saúde Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Categoria: Bairros de Moema Esta página foi editada pela última vez às 22h16min de 13 de maio de 2021. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) da Creative Commons; pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de utilização. Política de privacidadeSobre a WikipédiaAvisos geraisVersão móvelProgramadoresEstatísticasDeclaração sobre ”cookies’ocê sabia que o bairro de Moema, em São Paulo, era antes conhecido como Indianópolis? Diz a lenda popular que o nome anterior era uma tentativa de imitar a cidade homônima, nos Estados Unidos. Em 1987, Jânio Quadros, até então prefeito da cidade, assinou um decreto que concedeu o nome atual e estabeleceu que A Rua Afonso Brás e as avenidas Santo Amaro, República do Líbano, Indianópolis, Rubem Berta, Moreira Guimarães e Bandeirantes (até a Avenida Santo Amaro) fazem parte do bairro, que está localizado na zona Sul. Com bastante opções de imóveis, Moema é uma área residencial com muita infraestrutura. Moema, que tem origem do nome tupi-guarani, homenageia as ruas entre as avenidas Santo Amaro e Ibirapuera chamando-as de diferentes tipos de pássaros (R. Canário, Rouxinol, Av. Bem-te-vi, por exemplo). Do outro lado da Ibirapuera os nomes são indígenas (Av. Miruna, Iraí e Jurema, entre outros). De acordo com o livro “Bairros Paulistanos de A a Z”, de Levino Ponciano (Ed. Senac), o crescimento do bairro começou bem lentamente. Nos anos 60, o prefeito de São Paulo na época, Faria Lima, asfaltou e colocou árvores na Avenida Ibirapuera, além de retirar os bondes. Na década de 70, aproveitando os terrenos planos, construtoras começaram a investir na região. shopping ibirapuera O bairro, também conhecido pelos bares que preenchem as ruas na vida noturna, faz parte de uma região nobre da capital paulistana. Os moradores do bairro podem contar com os hospitais Alvorada e Ruben Berta. O Parque do Ibirapuera fica nas proximidades. O comércio fortalecido na região abriga o Shopping Ibirapuera, um dos mais famosos da cidade. Com 26.87 km² de área, Moema São Paulo tem população de 344.632 pessoas, segundo estimativa do IBGE 2010. O preço médio do metro quadrado é um dos mais caros de São Paulo: R$ 7.815, segundo estatísticas do ZAP . Com a extensão da linha 5-lilás do metrô, que irá incluir o bairro, a tendência é de que a região fique cada vez mais valorizada. São Paulo: Conheça a história do Jardins São Paulo: Conheça a história do Brooklin São Paulo: Conheça a história do Paraíso São Paulo: Conheça a história do Ipiranga + Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.