freguesia do Ó

DESENTUPIDORA NA RUA MANUEL JUSTINIANO QUINTAO 98776-7059 / 99739-5404

A Sessão Solene realizada no salão da igreja matriz da Vila Palmeiras, na sexta-feira (13/09), marcou as comemorações pelos 129 anos do bairro, localizado no distrito da Freguesia do Ó, na zona norte de São Paulo. O evento, contudo, foi iniciativa do vereador Claudinho de Souza (PSDB). Realizado no salão da igreja matriz da Vila Palmeiras, o evento contou com a presença dos mais variados moradores do bairro. As paredes do local foram decoradas com fotos antigas, os primeiros registros de uma comunidade que surgia. Histórico bem familiar para dona Niube Guedes de Souza Carbone, de 92 anos, neta do fundador do bairro. Para ela, a vila tem sinônimo de momentos felizes. “Vila Palmeiras, para mim, para minha família, sempre foi o bairro onde nós associamos à felicidade, à união, à alegria, por exemplo”, disse. Boa parte dos que vivem na região, portanto, cresceram ali e viram o bairro se desenvolver ao longo dos anos. A escola estadual Regente Feijó, uma das mais antigas de Vila Palmeiras, foi homenageada durante a sessão. Patrícia Dornellas Pianez do grupo escolar Regente Feijó esteve presente para receber a homenagem. “A gente sempre tem alunos que os pais já estudaram na escola, os avós. Então a gente procura estar sempre seguindo a mesma tradição de antigamente, tratando os alunos com respeito, acolhendo todos. Acredito que é a função da escola”, disse Patrícia. Responsável pela homenagem à Vila Palmeiras, o vereador Claudinho de Souza, destaca a cultura familiar do local. “As pessoas aqui se conhecem, pela história de cada um, pelo tempo de permanência no bairro de cada um, por exemplo. Pelas tradições, as festas das igrejas, das quermesses, do futebol.” Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o distrito. Para o bairro, veja Freguesia do Ó (bairro). Freguesia do Ó Freg01.jpg Área 10,50 km² População (28°) 264.000 hab. (2019) Densidade 89,5 hab/ha IDH 0,850 – elevado (50°) Subprefeitura Freguesia do Ó/Brasilândia Região Administrativa Norte Área Geográfica 1 (Noroeste) Distritos de São Paulo São Paulo City flag.svg Freguesia do Ó é um distrito localizado na zona noroeste do município de São Paulo, que servia de caminho entre a cidade e a região de Campinas e Jundiaí, no interior do estado brasileiro de São Paulo. É conhecido pela igreja matriz, que foi a primeira igreja a ser construída, por ser distrito (freguesia) mais antigo da capital paulistana e por abrigar a escola de samba Sociedade Rosas de Ouro, heptacampeã do carnaval paulistano.[1] Índice 1 Etimologia 2 História 3 Demografia 4 Bairros 5 Distritos limítrofes 6 Ver também 7 Referências 8 Ligações externas Etimologia Igreja de Nossa Senhora do Ó. A denominação de “freguesia” foi dada ao distrito a partir de um decreto da rainha de Portugal, Dona Maria I, em 15 de setembro de 1796, quando a Vila de São Paulo contava com apenas uma freguesia – a da Sé. No regime do “Padroado”, ao dividir a Freguesia da Sé em três partes, ficou assim constituída a Vila do São Paulo: Freguesia da Sé, Freguesia da Penha e Freguesia de Nossa Senhora do Ó. O termo “Freguesia” vem da mudança aportuguesada do latim; “Filii Eclaesia” – Filhos da Igreja – que é a forma de “pertença”, hoje denominada “Paróquia”[2]. A honraria foi a única que se manteve no nome oficial dentre os distritos paulistanos, e que foi concedida como uma forma de divisão do Episcopado, facilitando assim a vida dos fiéis moradores de regiões longínquas, que não mais precisariam se deslocar por horas para receberem amparo religioso. Os demais distritos, como o Brás, Penha e Santo Amaro, aos poucos deixaram de usá-lo nos nomes, e a Freguesia de Nossa Senhora do Ó passou a ser chamada simplesmente de “Freguesia do Ó”. História A região da Freguesia do Ó foi povoada em 1580, quando o bandeirante Manuel Preto tomou posse do lugar com sua família e índios escravos. Seu primeiro nome Citeo do Jaragoá e suas terras incluíam o Pico do Jaraguá (onde se acreditava haver ouro), além das terras correspondentes aos atuais bairros de Pirituba e Limão. Em 1610, Manuel Preto solicitou à sede da paróquia autorização para erguer uma capela em honra de Nossa Senhora do Ó, que deu nome ao lugar. Manuel e sua esposa, Águeda Rodrigues, após obterem despacho favorável em 29 de Setembro de 1615, ao requerimento de provisão que fizeram, pelo motivo de não poderem cumprir suas obrigações religiosas na Vila de São Paulo, juntamente com sua gente, iniciaram a construção da capela dedicada à virgem sob a denominação de Nossa Senhora da Esperança ou da Expectação[3]. Um século e meio depois, em 1796, foi inaugurada a nova igreja dedicada à Virgem do Ó, construída onde hoje se situa o “Largo da Matriz Velha”, e se tornou Paróquia pelo alvará de constituição de 15 de Setembro de 1796, concedido pela Rainha de Portugal[4]. A cultura da cana-de-açúcar foi muito praticada na região, principalmente para a produção de aguardente. Inúmeros alambiques asseguravam a produção de fina cachaça, conhecida como caninha do Ó. Outras culturas de subsistência foram também praticadas, como café, mandioca, algodão, milho e legumes. Durante muitos anos, o distrito foi considerado como pertencente ao chamado “Cinturão Verde” da Capital Paulista. O plantio de cana-de-açúcar foi a principal atividade rural da região até a metade do século XX, antes da expansão da urbanização da cidade. Na década de 50, o distrito foi conectado à cidade, com a construção da Ponte da Freguesia do Ó. Nos anos 80, a administração do prefeito Prestes Maia abriu as avenidas Inajar de Sousa e General Edgard Facó, e nelas, realizou a canalização dos rios Cabuçu e Verde (respectivamente). No ano de 1996, criou-se a Associação Amigos do Ó, cujas conquistas incluem ter transformado um terreno abandonado em uma praça que leva o nome dessa associação. Em 2015, iniciou-se a construção da Estação Freguesia do Ó, parte da futura Linha 6 do metrô, na Vila Arcádia. Demografia Atualmente, o distrito sofre um aumento do ataque especulativo de empresas construtoras. Um dos motivos se deve justamente à presença de terrenos descampados e casas velhas simples, de baixo valor comercial, em comparação a outros locais da cidade. Isto se deve em grande parte a retificação pela qual o Rio Tietê passou, durante a administração do prefeito Prestes Maia, com as obras que abriram as avenidas Inajar de Sousa e General Edgard Facó nos anos 80, e posteriormente. Evolução demográfica do distrito da Freguesia do Ó [5] Bairros Além do bairro da Freguesia do Ó, o distrito é formado por pelo menos 64 outros bairros, possuindo uma população de classe média e média-alta, além de alguns bolsões de pobreza. Em 2008, cerca de 4,5% dos domicílios encontravam-se em regiões de favelas. Abaixo, segue a relação de bairros do distrito da Freguesia do Ó[6]: Chácara do Rosário; Chácara Domilice; Chácara Nossa Sra. Aparecida; Conj. Res. Prestes Maia; Itaberaba; Jardim Adélia; Jardim Cachoeira; Jardim Iracema; Jardim Maristela; Jardim Monjolo; Jardim Monte Alegre; Jardim Noêmia; Jardim São Marcos; Moinho Velho; Nossa Senhora do Ó; Pq. Dom Luís; Pq. Mandi; Pq. Monteiro Soares; Vila Acre; Vila Albertina; Vila Amélia; Vila Arcádia; Vila Bancária Munhoz; Vila Bela; Vila Bracáia; Vila Brito; Vila Bruna; Vila Cardoso; Vila Cavatton; Vila Cruz das Almas; Vila do Congo; Vila Dona América; Vila Gonçalves; Vila Hebe; Vila Iara; Vila Iório; Vila Ismênia; Vila Júlio César; Vila Manuel Lopes; Vila Mariliza; Vila Marilu; Vila Marina; Vila Miriam; Vila Morro Grande; Vila Morro Verde; Vila Nívea; Vila Palmeiras; Vila Peruccio; Vila Picinin; Vila Portuguesa; Vila Primavera; Vila Progresso; Vila Ramos; Vila Regina; Vila Sá e Silva; Vila Santa Delfina; Vila São Francisco; Vila São Vicente; Vila Schmidt; Vila Simões; Vila Siqueira; Vila Timóteo; Vila União; Vila Zulmira Maria. Bairros que terão estações da futura Linha 6 do Metrô de São Paulo: Vila Arcádia / Vila Albertina Parque Monteiro Soares / Vila Palmeiras Itaberaba Vila Cardoso / Sítio Morro Grande Distritos limítrofes Brasilândia (Norte) Cachoeirinha (Nordeste) Lapa (Sul) Barra Funda (Sudeste) Limão (Leste) Pirituba (Oeste) Ver também Freguesia do Ó (bairro de São Paulo) Núcleo Original da Freguesia do Ó Nossa Senhora do Ó Lista de distritos de São Paulo População dos distritos de São Paulo (Censo 2010) Área territorial dos distritos de São Paulo (IBGE) Telecomunicações em São Paulo Referências Freguesia do Ó completa 438 anos Agência Mural. Pesquisa em 20/11/19 Camargo, Benedito (28 de agosto de 2013). «Os grandes Personagens de nossa História». “Portal do Ó”. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 Paróquia de Nossa Senhora do Ó Pesquisa em 03/01/16 Marcildo, Maria Luiza (1973). A Cidade de São Paulo: povoamento e população, 1750-1850. São Paulo: Pioneira «Tabelas» «Histórico | Subprefeitura Freguesia Brasilândia | Prefeitura da Cidade de São Paulo». www.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 9 de outubro de 2020 Ligações externas Freguesia do Ó (São Paulo Turismo) 25 motivos para amar a Freguesia do Ó (Revista Veja SP) O que fazer na Freguesia do Ó (Estadão SP) [Expandir]vde São Paulo City flag.svg Subdivisões da cidade de São Paulo [Expandir]vde SP – São Paulo – Zona Noroeste – Subprefeitura da Freguesia do Ó/BrasilândiaA história da Freguesia do Ó, um bairro com mais de 430 anos, começa com a chegada do bandeirante português Manoel Preto que construiu sua fazenda próxima às margens do rio Tietê, no ano de 1580. No início, a região era adotada apenas como um lugar de descanso para os exploradores, que iam em busca de ouro no Pico do Jaraguá. Anos depois, a Freguesia encorpou-se como um forte polo da economia agrícola com sua plantação de cana-de-açúcar, destinada, inclusive, para a fabricação da clássica “Caninha do Ó”. Essa característica a acompanhou até o início da urbanização paulistana. O nome do bairro, como todos sabem, vem de uma santa e, por isso, a religiosidade acompanha os moradores da região desde sua fundação. O bandeirante dono da fazenda, ao observar que os antigos moradores precisavam se deslocar até a Sé para assistir às missas, construiu a capela Nossa Senhora da Esperança. A primeira missa no Ó ocorreu no dia 18 de setembro de 1615, embora o historiador Azevedo Marques fale em 1610, como sendo a data de fundação da capela, chamada então de Nossa Senhora da Esperança. A palavra Freguesia, aliás, vem do latim Filli Eclesiae e significa “Filhos da Igreja”. A região, aliás, é a única parte da cidade que manteve a palavra que indica a forma de divisão da igreja. Construção da Ponte da Freguesia do Ó nos anos 60 Construção da Ponte da Freguesia do Ó nos anos 60 Contudo, devido aos estragos causados pelo tempo, foi substituída por uma igreja feita de taipas em 1794. Porém, o incêndio dela em 1896, que aconteceu quando um sacristão tentou queimar um enxame de abelhas, obrigou os habitantes a construírem outra, esta maior, em um novo local e batizada com outro nome. Nascia, assim, a Nossa Senhora do Ó, no novo Largo da Matriz, um dos orgulhos do distrito. Além desse importante ponto, a região da também é conhecida pelas festas que fazem parte do seu calendário: a Festa do Divino em abril, Assentamento da Cruz em maio e da Nossa Senhora Ó em agosto. O Carnaval também é tomado no bairro com a quadra da heptacampeã e destacada escola de samba, Rosas de Ouro. O Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso também é uma opção de entretenimento e lazer. Oficinas, cinema, espetáculos de teatro, dança e música dão o tom para o espaço que homenageia a ex-primeira dama brasileira. A Curiosidade Por Trás Do Nome e outros detalhes Segundo o jornal “Freguesia do Ó News”, da 2ª quinzena de agosto de 1991, o nome do bairro está diretamente ligado à tradição católica do povo brasileiro, cujas povoações sempre se desenvolveram em torno de uma igreja. O bairro foi fundado sob a invocação de Nossa Senhora da Espectação (ou Esperança) do Bom Parto e São José. O “ó” surgiu em razão dos cânticos religiosos, em cujas antífonas (versículo cantado) se pronunciam a vogal ó ( nas invocações). Com o tempo, passou de N. S. da Espectação do Ó (já abandonado o Bom Parto e São José) para simplesmente Nossa Senhora do Ó. Vale dizer que, inicialmente, todos os bairros de São Paulo eram chamados de “Freguesia” e, apenas a Freguesia do Ó, manteve essa nomenclatura. Além disso, a região foi o local da instalação do primeiro pedágio da cidade. O local de cobrança teria sido instalado ali em 1741, na ponte que fazia a ligação da Freguesia de Nossa Senhora do Ó com a Vila de São Paulo. Era um dos importantes caminhos que levavam ao pico do Jaraguá, onde havia ouro (que foi descoberto ali pelos colonizadores antes mesmo de Minas Gerais). Referências: https://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,o-pedagio-da-freguesia-do-o-e-outras-curiosidades,1786356Temos os melhores equipamentos e técnicos encanadores na região da Freguesia do Ó, para resolver qualquer tipo de entupimento em rede de esgoto sem causar quebras de pisos e paredes. Desentupidoras na Zona Norte Desentupidora Chácara Domilice Desentupidora Chácara N.Sra. Aparecida Desentupidora Freguesia do Ó Desentupidora Itaberaba Desentupidora Jardim Adélia Desentupidora Jardim Bela Vista Desentupidora Jardim Cachoeira Desentupidora Jardim Mariliza Desentupidora Jardim Maristela Desentupidora Jardim Monjolo Desentupidora Jardim Monte Alegre Desentupidora Jardim São Silvestre Desentupidora Nossa Senhora do Ó Desentupidora Parque Itaberaba Desentupidora Parque Mandi Desentupidora Parque Monteiro Soares Desentupidora Parque Morro Grande Desentupidora Parque São Luís Desentupidora Sítio Morro Grande Desentupidora Vila Acre Desentupidora Vila Arcádia Desentupidora Vila Bancária Munhoz Desentupidora Vila Cardoso Desentupidora Vila Cavaton Desentupidora Vila Cruz das Almas Desentupidora Vila Elisabete Desentupidora Vila Hebe Desentupidora Vila Hermínia Desentupidora Vila Iório Desentupidora Vila Júlio César Desentupidora Vila Liberlândia Desentupidora Vila Lório Desentupidora Vila Marina Desentupidora Vila Miriam Desentupidora Vila Moinho Velho Desentupidora Vila Morro Grande Desentupidora Vila Palmeira Desentupidora Vila Parque São Luís Desentupidora Vila Picinin Desentupidora Vila Português Desentupidora Vila Primavera Desentupidora Vila Progresso Desentupidora Vila Santa Delfina Desentupidora Vila São Vicente Desentupidora Vila Siqueira Desentupidora Vila Timóteo Desentupidora Vila União Desentupidora Vila Yara ALAGAMENTOS NA FREGUESIA DO Ó As chuvas do dia 10/02 causaram transbordamento do rio Tietê e alagamento da marginal Tietê na altura da Ponte da Freguesia do Ó, afetando a locomoção na região. Alagamento na Freguesia do Ó Alagamento próximo da Ponte Freguesia do Ó Se a sua empresa ou condomínio foi afetado pela enchente e você esta cotando um caminhão auto vácuo para esgotamento e hidro jato de alta pressão para limpeza consulte os nossos preços. Temos o menor preço e disponibilidade na zona norte de São Paulo. Reserve já o seu equipamento. Evite contato com esgoto doméstico. Chame ajuda especializada. Visita grátis na Freguesia do Ó e orçamento sem compromisso para serviços de desentupimento ou vazamento em rede de esgoto. PARCERIAS Desentupidora Freguesia do Ó Limpa Fossa Freguesia do Ó Desentupidora com menor preço 02/07/21 Desentupidora Banheiro Freguesia do Ó Desentupidora Cozinha Freguesia do Ó Desentupidora de Ralo de Banheiro Freguesia do Ó Desentupidora de Ralo de Box Freguesia do Ó Desentupidora Freguesia do Ó Desentupidora Freguesia do Ó 24 Horas Desentupidora na Freguesia do Ó Desentupidora no Bairro Freguesia do Ó Desentupidora Orçamento Grátis Freguesia do Ó Desentupidora Pia Freguesia do Ó Desentupidora Poço de Recalque Freguesia do Ó Desentupidora Privada Freguesia do Ó Desentupidora Ralo de Chuveiro Freguesia do Ó Desentupidora Ralo Freguesia do Ó Desentupidora Rede Água Pluvial Freguesia do Ó Desentupidora Rede de Esgoto Freguesia do Ó Desentupidora Tanque Freguesia do Ó Desentupidora Vaso Sanitário Freguesia do Ó Desentupidora Vídeo Inspeção Freguesia do Ó Desentupimento Caminhão Freguesia do Ó Desentupimento com Hidro Jato Freguesia do Ó Desentupimento Condomínio Freguesia do Ó Desentupimento de Banheiro Freguesia do Ó Desentupimento de Cano na Freguesia do Ó Desentupimento de Vaso Sanitário Freguesia do Ó Desentupimento Empresa Freguesia do Ó Desentupimento na Freguesia do Ó Desentupimento Pia de Cozinha na Freguesia do Ó Desentupimento Ralo Quintal Freguesia do Ó Desentupimento Residência Freguesia do Ó Desentupimento Visita Grátis Freguesia do Ó Encanador na Freguesia do Ó Freguesia do Ó Desentupidora Freguesia do Ó Desentupimento Freguesia do Ó Limpa Fossa Limpa Fossa Freguesia do Ó Limpeza Caixa de Gordura Freguesia do Ó Limpeza de Fossa Freguesia do Ó Melhor Preço Desentupidora Freguesia do Ó Todas Desentupidoras na Freguesia do Ó Peça agora um orçamento Nome E-mail Telefone Serviço Descrição Palavras Mais Buscadas: Limpa Fossa na Zona Sul | ABCD | Água Pluvial | Alphaville | Aluguel de Caminhão | Artigos | Atibaia | Banheiro Locação | Barueri | Base Móvel | Bertioga | Biritiba Mirim | Bragança Paulista | Cabreúva | Caça Vazamento Zona Sul | Caieiras | Caixa de Gordura | Cajamar | Campinas | Campo Limpo Paulista | Carapicuiba | Centro | Cotia | Cubatão | Dedetizadora Zona Sul | Desentupidora na Zona Leste | Desentupidora na Zona Norte | Desentupidora na Zona Oeste | Desentupidora na Zona Sul | Desentupidora no Centro | Desentupidora Posto de Gasolina | Desentupimento | Desentupimento de Calhas | DESENTUPIMENTO DE ESGOTO | DESENTUPIMENTO DE RALO | DESENTUPIMENTO DE VASO SANITÁRIO | Desentupimento em São Paulo | Desentupimento em SP | Desentupimento na Zona Leste | Desentupimento na Zona Norte | Desentupimento na Zona Oeste | Desentupimento na Zona Sul | Desentupimento no Centro | Diadema | Dicas | Doenças transmitidas pela água | Embu das Artes | Embu-Guaçu | Emergência | Equipamentos | Esgotamento | Eventos | Ferraz de Vasconcelos | Francisco Morato | Granja Vianna | Guarujá | Guarulhos | Hidrojateamento | Histórico de Notícias e Dicas | Hortolândia | Indaiatuba | Itanhaém | Itapecerica da Serra | Itapevi | Itaquaquecetuba | Itatiba | Itú | Itupeva | Jacareí | Jandira | Jarinu | Jundiai | Juquitiba | Leste | Limpa Fossa | Limpa Fossa Estradas | Limpa Fossa na Grande São Paulo | Limpa Fossa na Zona Leste | Limpa Fossa na Zona Norte | Limpa Fossa na Zona Oeste | Limpa Fossa no Centro | Limpa Fossa Zona Leste | Limpa Fossa Zona Sul | Limpadora de Caixa de Água | Limpeza de caixa de gordura | Limpeza de Caixa de Gordura na Zona Oeste | Limpeza de Caixa de Gordura no Centro | Limpeza de Fossa | Limpeza de fossa na Zona Sul | Limpezas | Louveira | Mairiporã | Mauá | Menor Preço | Mogi | Mogi das Cruzes | Mongaguá | Mulher | Nazaré Paulista | Obras | Osasco | Peruibe | Pirapora do Bom Jesus | Poá | Poço de Inspeção | Poço de Recalque | Poço de Visita | Praia Grande | Ribeirão Pires | Rio Grande da Serra | Sanitização | Sanitização Zona Oeste | Sanitização Zona Sul | Santa Isabel | Santana do Parnaíba | Santo André | Santos | São Bernardo do Campo | São Caetano do Sul | São José dos Campos | São Lourenço da Serra | São Vicente | Sul | Suzano | Taboão da Serra | Valinhos | Vargem Grande Paulista | Várzea Paulista | Video Inspeção | Vinhedo | Zona Oeste | Zona Sul 1 | Zona Sul 2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.