DESENTUPIDORA

Desentupidora No PARQUE PERUCHE 98776-7059 / 99739-5404

Unidos do Peruche Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. G.R.C.S.E.S Unidos do Peruche Peruche-brasao Fundação 4 de janeiro de 1956 (66 anos) Escola-madrinha Lavapés[1] Cores Verde Amarelo Azul Branco Símbolo Cruzeiro do Sul[2] e Peruchinho Bairro Parque Peruche (Dist. Casa Verde) Presidente Alessandro Lopes “Zóio” Presidente de honra Carlos Alberto Caetano “Seo Carlão” Desfile de 2022 Enredo “Água…divinas bênçãos” O Grêmio Recreativo Cultural Social Escola de Samba Unidos do Peruche é uma das mais tradicionais escola de samba da cidade de São Paulo e do Brasil. Fora criada na década de 1950 a partir de um grupo de amigos que participavam da escola de samba Lavapés. A escola é conhecido como “a filial do samba”[3] e possui em seu pavilhão as mesmas cores da bandeira do Brasil.[2] Apesar de ter origem no Parque Peruche, a escola atualmente está sediada fora do bairro, na Avenida Ordem e Progresso, nº 1061, Limão.[2] É uma das principais escolas de samba de São Paulo, tri-campeã do grupo especial na década de 60. Após um bom inicio na década de 70 no meio desse período declinou. A partir de 1985 o falecido Walter Guariglio fez vários intercâmbios com os carnavalescos cariocas, o que impulsionou a Peruche a um grande salto de qualidade em alegorias e fantasias, fato este que culminou com o enriquecimento estético da escola, do carnaval paulistano e na forma de evolução das alas que se vê hoje em dia. Mesmo assim não sagrou-se campeã. O Peruche também é reverenciado pelo belíssimo time de compositores e intérpretes, nomes como Jamelão e Eliana de Lima já fizeram parte desta história. Mas o fato talvez mais marcante deste elenco se deu no ano de 1991, na inauguração do Sambódromo do Anhembi, quando Eliana de Lima, grávida, teve que deixar o desfile nas mãos de Bernadete, para dar à luz o seu 1º filho. Índice 1 Símbolos 2 História 3 Segmentos 3.1 Presidentes 3.2 Presidente de honra 3.3 Intérpretes 3.4 Diretores 3.5 Coreógrafo(a) 3.6 Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira 3.7 Corte de Bateria 4 Carnavais 5 Títulos 6 Premiações 7 Referências 8 Notas Símbolos A Unidos do Peruche teve 3 símbolos: O primeiro eram duas mãozinhas, o segundo é a cosntelação do Cruzeiro do Sul (em referência aos títulos de 1981, 2008 e ao tricampeonato de 1965/66/67) e o terceiro é um ritmista de bateria caracterizado com a roupagem de antigamente, elegantemente vestido como um nobre da corte real, tocando um tamborim (conhecido como Peruchinho). Atualmente, os dois últimos símbolos foram mesclados para a formação do recente brasão da escola, ou seja, o Peruchinho (que se tornou o mascote oficial da escola) com o Cruzeiro do Sul ao fundo. Chico Macena entrega Medalha de Anchieta e Diploma de Gratidão ao Seu Carlão da Unidos do Peruche História A Sociedade Recreativa Cultural e Beneficente Unidos do Peruche foi fundada na década de 1950 por moradores do Parque Peruche e Vila Espanhola, que desfilavam em diversas agremiações da época, tais como Lavapés, Rosas Negras, Garotos do Itaim, e nos cordões Campos Elíseos e Paulistano da Glória.[4] Entre seus fundadores estavam João Cândido da Silva, conhecido como Cachimbo e Carlos Alberto Caetano, conhecido como “Seu Carlão”, Luiza (Dona Lele, Seu Zebu, Sr. Alcides, Sr.Décio, Gilberto Bonga, entre outros, que decidiram fundar um bloco de foliões no Parque Peruche, surgindo assim a Sociedade Esportiva Recreativa Beneficente Unidos do Parque Peruche. A escola de samba já que possuía, logo de início, uma quadra de ensaios, no terreno conhecido como “Terreiro do Caqui”.[2] Importante salientar a importancia do bloco Ritmos de Ouro conceituado na região da zona norte na ocasião. Os times de futebol da região ajudaram a escola emprestando instrumentos. Mesmo assim, eram insuficientes para o tamanho da escola, que crescia cada vez mais. Até essa época, o Clube dos Lojistas da Lapa colaborava com a escola.[2] A partir de 1967, quando a Prefeitura de São Paulo oficializou os desfiles, a escola perdeu o apoio e começou a encontrar dificuldades. Nesse mesmo período, a Peruche vendeu sua quadra e começou a ensaiar na Rua Zilda.[2] Algum tempo depois, a entidade adquiriu um imóvel na Rua C, que ainda assim era pequeno para a realização dos ensaios. Uma terceira quadra foi adquirida, um terreno no Morro do Chapéu.[2] Por fim, com a venda deste imóvel, a escola adquiriu o espaço onde se encontra a atual quadra da escola, desta vez, fora de seu bairro de origem.[2] A Peruche tornou-se vice-campeã de 1968 a 1971. Em 1970 embalada pelo enredo “Rei Café” a escola arrastou multidões no anhangabaú e teve um inexplicável vice-campeonato como resultado, questionado até hoje inclusive pelo fundador da escola Carlão do Peruche. Em meados dos anos 70 a escola amargou perda de quadra, mudanças no comando que ocasionou maus resultados até que foi rebaixada em 1979 para o segundo grupo. Voltou em 1982 e a partir de 1984 pra 1985 a Peruche traz o Mestre Lagrila e Eliana de Lima apostando no jovem Raul de Diniz e no enredo “Agua Cristalina” autoria de Thereza Santos. Com um espaço na Av. Ordem e Progresso 1061 no Limão a nova quadra de ensaios sob a administração de Walter Guariglio torna-se o ponto forte da escola. Mas um dos desfiles considerados mais marcantes foi o de 1988, quando a escola, numa apresentação luxuosa com carros alegóricos gigantescos, contou com dois grandes intérpretes puxando seu samba: Jamelão e Eliana de Lima.[5] Devido à forte chuva que atrapalhou o desfile naquele ano, a escola conseguiu, no entanto, apenas um quinto lugar. Em 1989, o conhecido carnavalesco carioca Joãozinho Trinta desenvolveu o enredo. Em 1990 Joãozinho deixou um auxiliar em seu lugar, sendo Eliana de Lima a nova intérprete. Naquele ano, a Peruche desfilou com 2500 componentes, durante uma noite chuvosa, onde justamente seu desfile não foi atingido pela chuva. Devido a alguns problemas na evolução a escola terminou na apuração a um ponto da campeã.[2] Em 1991, a escola inova trazendo duas mulheres ao microfone: Bernardete e Eliana de Lima. Já o andamento do barracão não é o mesmo: às pressas a escola trocou de carnavalesco, com a chegada de Laíla. Eliana entra em trabalho de parto, tendo que sair às pressas e deixando Bernardete para cantar sozinha. Em 1992, a agremiação novamente a escola sucumbe diante de uma gama de problemas de harmonia e evolução. Já no ano de 1993, a Peruche levanta a arquibancada, porém problemas de alegorias fizeram com que a agremiação se atrasasse, perdesse pontos, obtendo um 8º lugar muito pouco festejado. No ano seguinte novamente Jamelão retorna ao posto de intérprete, novamente a Peruche desfila aspirando conquistar o título, mas novamente uma chuva forte e constante fez com que os carros fossem quebrando ao longo da avenida. Dois carros que não conseguiram passar acabaram ficando no recuo, ocasionando a perda de 14 pontos. Naquele ano, a Peruche terminou com, já descontadas as perdas, 272,50 pontos, enquanto a campeã Rosas de Ouro obteve no total fez 289,00 pontos. Indignada com a perda dos pontos em 94, para 1995 a direção da escola preparou o enredo de protesto “Não Deixe o Samba Sambar”, uma crítica irreverente às inovações do carnaval que desrespeitariam as tradições do samba. Na apuração, acabou disputando apenas o sétimo lugar com a vizinha Mocidade Alegre. Durante algum tempo, por problemas internos da escola, parte da comunidade foi gradualmente se afastando, o que gerou inclusive uma dissidência, a Império de Casa Verde, que nascendo com o apoio do bicheiro Chico Ronda, viria a ser mais tarde uma das maiores escolas de samba de São Paulo, numa ascensão meteórica. No final dos anos 90 a Peruche foi rebaixada, voltando em 2001 para o Grupo Especial ao ser vice do Grupo de Acesso. Em 2003, um acontecimento comovente: a poucos dias do Carnaval, o barracão do Peruche pega fogo e alguns carros são atingidos. Muitas escolas se solidarizam e doam material, fazendo com que a escola consiga desfilar, um problema similiar aconteceu em 2011, quando a Cidade do Samba, no Rio de Janeiro, pegou fogo e três barracões foram atingidos, os das escolas Grande Rio, União da Ilha e Portela. Ainda assim isso não evita que ela termine em último lugar, sendo a princípio rebaixada, o que faz sua então presidente passar mal após ter uma crise de choro no fim da apuração, enquanto dava entrevistas. Ela alegava que depois de toda a dificuldade para sua escola entrar na avenida, não seria justo deixar de rebaixar o Império de Casa Verde (que deveria cair, mas numa decisão de última hora, o presidente da Liga resolveu que não cairia [6] [7]),e rebaixar a sua escola. Após uma série de discussões, Peruche e Barroca Zona Sul se mantiveram no Grupo Especial, porém ao contrário do Império, não conseguiram se firmar, e no ano seguinte a Peruche foi a penúltima colocada, caindo novamente (a Barroca conseguiu se manter por mais um ano). Após desfilar no Grupo de acesso em 2005, a Unidos do Peruche conseguiu ser vice-campeã novamente, voltando ao Grupo Especial para 2006. Neste ano, a Peruche, primeira a desfilar, fez um enredo em homenagem a Santos Dumont, desenvolvido por um dos carnavalescos campeões pelo Império no ano anterior. Se propondo a resgatar algumas das antigas tradições da escola, este foi de porta em porta chamar de volta alguns antigos componentes que estavam magoados com a escola. O desfile vem acima do esperado e a Peruche consegue se manter no Especial naquele ano, porém em 2007, ao homenagear a Turma da Mônica, novamente a escola termina em penúltimo, voltando ao Grupo de Acesso para 2008. No ano de 2009, juntamente com a Leandro de Itaquera, retorna ao Grupo Especial do Carnaval de São Paulo. Em 2009 a Escola falou sobre jóias, com o enredo Do ventre da Terra a indomável cobiça do homem, porém acabou voltando para o Grupo de acesso, tendo terminado na última posição. Em 2010, de volta ao grupo de acesso com outras duas tradicionalíssimas escolas de samba, a Nenê de Vila Matilde e o Camisa Verde e Branco, favoritas ao acesso, enredo sobre como as religiões chegaram e se desenvolveram na cidade de São Paulo intitulado “São Paulo, Olhai por Nós”, conquistou o vice-campeonato com 268,00 os mesmos pontos que a Dragões da Real, desempatadas no quesito Alegoria. Em 2011 falou sobre os 100 anos do Theatro Municipal de São Paulo com o enredo: “Bravo! Bravíssimo! Peruche Apresenta 100 Anos do Theatro Municipal de São Paulo – O Retrato da Arte Brasileira”. Teve Toninho Penteado como cantor principal, sendo que Bernardete, Tiago Melodia, Manoel e Toninho Penteado gravaram no CD, com Tinga sendo auxiliar, além de ter a modelo Caroline Bittencourt como sua rainha de bateria.[8] A escola sofreu duros golpes com gravíssimos erros de evolução, os chamados “Buracos” – Espaços deixados entre alas ou carros, e assim, punidos em regulamento – surgiram durante o desfile graças aos problemas com as alegorias na concentração. A escola ultrapassou o limite máximo do tempo em três minutos e o presidente optou por deixar dois carros de fora do desfile, pois poderia atrasar ainda mais o desfile.[9] Ao fim da apuração, a “filial do samba” foi rebaixada ao grupo de acesso. No ano seguinte Anderson Paz, intérprete consagrado, com passagens em escolas, como São Clemente e Estácio. assume o posto de intérprete,[10] além disso continua com Amarildo de Mello, como carnavalesco. Já em 2014, a tradicionalíssima escola surpreendeu o mundo do samba após ocupar o penúltimo lugar do grupo de acesso. Com o enredo “A beleza é imperfeita e a loucura é genial” e seu desfile, do carnavalesco Eduardo Caetano, a mesma obteve notas baixíssimas, sendo seu ápice negativo no quesito Evolução. A situação se alarmou levando-se em conta as notas válidas, já que se tais fossem somadas sem penalidades desferidas a nenhuma escola, a “Filial do Samba” seria rebaixada naquele ano ao grupo 1-UESP. Em 2015, passando por um processo interno de reestruturação, a escola apresentou no Anhembi o enredo “Karabá e a lenda do menino do coração de ouro”, do carnavalesco estreante na agremiação, Murilo Lobo. A comunidade mostrou garra durante todo o desfile, e a simplicidade plástica, forçada por problemas financeiros, foi compensada com um ótimo acabamento e concepção de suas alegorias e fantasias, assim como um desenvolvimento irretocável do enredo. O samba, destaque no pré-carnaval, funcionou muito bem, propiciando uma harmonia primorosa. A bateria Rolo Compressor, assim conhecida, levantou os presentes nas arquibancadas, fechando a apresentação e credenciando a escola do parque Peruche ao título. Posteriormente, o desfile fora aclamado pelo público e mídia, conquistando na apuração das notas dias depois, o título de campeã do carnaval do acesso paulistano.[11] Na apuração, a agremiação ascendeu ao grupo de elite do carnaval paulistano juntamente com a sua co-irmã Pérola Negra. Em 2016 comemorou 60 anos de fundação,[12] e apresentou na avenida um desfile em homenagem aos 100 anos da gravação do primeiro samba, Pelo Telefone.[13] Aberto por uma comissão de frente representando os instrumentos musicais do samba sendo guiados pelo mascote da escola, o “Peruchinho”, o desfile apresentou problemas em alguns setores, porém, arrancou aplausos e gritos durante a passagem.[carece de fontes] Esse desfile também ficou marcado por uma controvérsia, quando uma musa, que ao atravessar o centro da passarela, arrancou a sua fantasia e ficou semi-nua, com o objetivo para fazer um protesto contra a presidente do Brasil, Dilma Roussef.[14] Em 2017, com o enredo “A Peruche no maior axé exalta Salvador, cidade da Bahia, caldeirão de raças, cultura, fé e alegria” dos Carnavalescos Murilo Lobo e Sérgio Caputo Gal, a escola relembrou a sua época de apogeu com uma apresentação, segundo os presentes e mídia especializada, surpreendente e empolgante.[15] Sendo a segunda escola a desfilar, o samba aclamado pelo público foi um dos grandes propulsores para o sucesso do desfile da tradicional escola, que ferveu o público nas arquibancadas. O grande destaque plástico foi a impactante entrada, um cortejo de cavalos marinhos em meio a primeira ala abriu cortejo para o carro abre-alas gigantesco, que já nos primeiros minutos, causou furor a soltar milhares de pombas da paz biodegradáveis pelo céu de São Paulo. A bateria Rolo Compressor executou diversas bossas e breques fazendo o público explodir no início do refrão principal. A escola terminou sua apresentação usando todo o tempo disponível, sem causar grandes prejuízos ao quesito Evolução. A escola terminou na 11° posição após notas baixas no quesito alegoria, reconhecida como o ponto “Aquém” no desfile competente encarado como um novo passo na recuperação da escola. Ainda em 2017, os carnavalescos Murilo Lobo, na agremiação desde 2015, e Sério Caputo Gal, recém chegado, anunciaram a sua despedida do comando artístico da escola.[16] Para 2018 a escola desenvolveu um enredo em homenagem ao cantor, compositor e sambista Martinho da Vila. O samba-enredo escolhido foi fruto da junção de duas obras. Na apuração do Carnaval, a escola perdeu notas principalmente em Enredo e Fantasias, e acabou sendo rebaixada ao Acesso. Após voltar ao Acesso em 2019, contratou o carnavalesco Amaury Santos pra desenvolver um enredo afro sobre a fertilidade do solo, as inovações e a ancestralidade. A Peruche acabou rebaixada novamente, desta vez para o Acesso 2, após terminar na oitava colocação. Após o Carnaval, o presidente da escola, Sidney Moraes, apresentou carta de renúncia, e algumas semanas após, sua vice, Cláudia Albiere, também apresentou renúncia.[17] Uma eleição foi marcada para maio, onde a chapa “Limpa”, formada por Alessandro Zoio (presidente), Claudia Zamboni (vice-presidente), Maurilio (secretário) e Márcio (tesoureiro), derrotou, por 223 votos a 73, a chapa concorrente, liderada por Carlos Roque, então presidente do conselho fiscal[17], sendo que 4 votos anulados.[18] Segmentos Presidentes Nome Mandato Ref. Carlos Alberto Caetano “Seu Carlão” 1956 – 1985 Gregório Fidélis 1981 – 1985 Walter Guaríglio 1985 – 1995 Luiz Carlos Silveira 1995 – 1996 Wágner Aparecido Caetano 1996 – 1998 Carlos Alberto de Lima 1998 – 2000 Rosiane Paraguaçú 2000 – 2001 Elizabete Maria Míssio 2001 – 2004 Walter Guaríglio 2004 – 2005 Antônio Chaves 2005 – 2009 Rodolpho Pricoli Filho 2009 – 2012 [19] Luiz Carlos Telles 2012 – 2013 Otacílio Ribeiro Filho 2013 – 2014 Álvaro Vieira Lima Filho maio de 2013 – agosto de 2014 Luiz Carlos Telles 2015 – 2016 Sidney de Moraes 2016 – fevereiro de 2019 [20][17] Cláudia Albiere fevereiro de 2019 – abril de 2019 [17] Alessandro Zoio maio de 2019 – atualidade [18] Presidente de honra Nome Mandato Ref. Seo Carlão ? – atualidade [21] Intérpretes Carnavais Intérprete oficial Referências 1968 Zé Maria 1969 Tunicão 1977-1978 Favela 1979 Alcídes 1980-1984 Favela 1985-1987 Eliana de Lima 1988 Jamelão e Eliana de Lima 1989 Jamelão 1990 Eliana de Lima 1991-1993 Bernadete 1994 Jamelão 1995 Vaguinho 1996-1997 Nego Ivair e Marquinhos Trindade 1998 Jamelão 1999 Léllo Garoto 2000 Freddy Vianna e Nilson Valentim 2001 Carlão Maneiro 2002-2003 Eliana de Lima 2004 Leandro Alegria 2005 Leandro Alegria e Leandro Di Menor 2006 Leandro Alegria e Toninho Penteado 2007 Leandro Alegria 2008 Anderson de Deus 2009 Leandro Alegria 2010 Toninho Penteado, Bernadete e Rubinho 2011 Toninho Penteado, Bernadete e Tinga 2012 Anderson Paz 2013-2014 Toninho Penteado 2015-2016 Toninho Penteado e Quinho 2017-2019 Toninho Penteado 2020 Léo Reis e Leandro Alegria Diretores Na bateria suas inovações vieram nos anos 50 como primeira escola a implantar o repenique em São Paulo (tocado por Irajá que foi batizado pelo Mestre André da Padre Miguel) na época do Mestre Gilberto Bonga que em 1970 ja contava com 300 ritmistas na bateria tendo que dividi-la em pleno desfile. Após a saída de Gilberto Bonga passaram Nene Pauzinho, Amstrong, Lagrila, Luizinho, Divino, Magui, Paulão da União da Ilha, Xandão, Marquinhos, Cal, Valdeci da Ilha e agora Marquinhos Gomes retomou o trabalho. A perda da identidade de ritmo foi prejudicial a escola de exemplo de 1995 a 1999 a bateria (chamada carinhosamente de Rolo Compressor) executava a batida de taróis e caixas com apenas uma baqueta uma inovação muito criticada pelos sambistas até hoje. Período Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref. 2009 José Edmilson Silvestre da Silva “Ninho” Marco Antonio do Espirito Santo, Rodrigo Teixeira, Leonardo da Silva e Luiz Carlos Gomes Marquinhos [19] 2014-2016 Ednaldo Santos Antonio Soares “Toninho” Marquinhos [20] 2017-2018 Ednaldo Santos Antonio Soares “Toninho” Cal 2019- Cal Coreógrafo(a) Período Nome Ref. 2014 Lívio Castro [20] 2015-2016 Paula Gasparini 2017 Régis Santos [22] 2018- Paula Gasparini Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira Período Nome Ref. 1956 Manezinho e Janete 1972-1973 Wagner Caetano e Sueli 1974-1976 Wagner Caetano e Idalina 1987-1989 Inho e Renata 1990 Serginho e Lídia 1991 Jairo e Lídia 1992-1998 Moreno e Lídia 1999 Emerson Ramires e Lídia 2000-2002 Serginho e Lídia 2003 Paulo Guedes e Lídia 2004 André e Gisa 2005 Leandro e Fernanda 2006 Jocimar Martins e Fernanda 2007-2008 Rubens de Castro e Edilaine 2009 Alexsandro e Edilaine 2010 Everson e Edilaine 2011 Emerson Nunes e Cinthya 2012 Emerson Nunes e Jéssica 2013-2014 Ruhanan e Ana Paula 2015 Róbinson Silva e Thais Paraguassú [23] 2016-2017 Fabiano Dourado e Thais Paraguassú 2018 Jefferson Gomes e Thais Paraguassú 2019 Jeff Antony e Thais Paraguassú 2020 Kawe Lacorte e Nathalia Bete Corte de Bateria Período Rainha Madrinha Musa Rainha Trans Princesa Ref. 2002 Suzana Alves [24] 2003 Renée Oliveira Helen Ganzarolli Lívia Andrade [25] 2004-2005 Valquíria Ribeiro 2006 Luana Safire Valquíria Ribeiro 2007 Aline Barbosa Rhenata Schmidt [26] 2008-2009 Mara Kelly 2010 Pamella Guedes Dani França 2011 Caroline Bittencourt Dani França [27] 2012 Cláudia Colucci Dani França [28] 2013 Lola Melnick Dani França [29] 2014 Stephanye Cristinne Ana Paula Minerato [3] 2015-2016 Stephanye Cristinne Nuelle Alves Débora Alberto [30][31][32] 2017 Stephanye Cristinne Pri Santtana Júlia Menezes [33] 2018 Stephanye Cristinne Francieli Terres [34] 2019 Rita Cadillac Raissa Barbosa [35] 2020 Michelle Tobias 2021 Simony Dani França 2022 Juliana Guariglio Jaqueline Santos Dani França Kamilly Santos Mariane Loduvico Carnavais Unidos do Peruche Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Ref 1956 5º lugar Grupo 1 Homenagem Carlos Alberto Caetano 1957 Campeã Grupo 1 Menção Honrosa Carlos Alberto Caetano 1958 Vice-campeã Grupo 1 Samba Carlos Alberto Caetano 1959 4º lugar Grupo 1 Duque de Caxias Carlos Alberto Caetano 1960 3º lugar Grupo 1 Barão de Mauá Geraldo Filme 1961 Vice-campeã Grupo 1 Navio Negreiro Geraldo Filme 1962 Campeã Grupo Especial Castro Alves Geraldo Filme 1963 Vice-campeã Especial Guerra do Paraguai Geraldo Filme 1964 3º lugar Especial Brasília Cobrinha 1965 Campeã Grupo Especial IV Centenário do Rio de Janeiro B. Lobo 1966 Campeã Grupo Especial Homenagem a Carlos Gomes Geraldo Filme 1967 Campeã Grupo Especial Exaltação a São Paulo Geraldo Filme e B. Lobo 1968 Vice-campeã Especial 50 Anos de Samba – Meio Século de Glórias J. Muniz Júnior 1969 Vice-campeã Especial História da Casa Verde Geraldo Filme 1970 Vice-campeã Especial O Rei Café Geraldo Filme 1971 Vice-campeã Especial Festa de Pirapora Geraldo Filme 1972 6º lugar Especial Chamada aos Heróis da Independência Geraldo Filme 1973 6º lugar Especial Brasilidade B. Lobo 1974 6º lugar Especial Quatro Festas do Folclore Brasileiro Júlio César e Alfredo Boulos 1975 7º lugar Especial Felipe Mina, o Senhor dos Diamantes B. Lobo 1976 8º lugar Especial Afoxé da Bahia Willian Penteado e Euclides Machado 1977 10º lugar Especial Eternos Vigilantes – Homenagem ao Corpo de Bombeiros Pinheirão 1978 9º lugar Especial Di Cavalcanti “Dos Carnavais e das Mulatas” B. Lobo 1979 9º lugar Especial Abertura dos Portos Pinheirão e Júlio César 1980 9º lugar Especial Fábulas Fabulosas Nery Balmaceda 1981 Campeã Acesso Moço de Prata, Vitória-régia no Carnaval Nery Balmaceda 1982 7º lugar Especial No Reino de Mãe D’Água Nery Balmaceda 1983 8º lugar Especial O Criador de Ilusões Edson Machado 1984 7º lugar Especial No Reino da Carochinha Nery Balmaceda 1985 5º lugar Especial Água Cristalina Raul Diniz 1986 5º lugar Especial Benjamin de Oliveira, o “Palhaço Negro” Comissão de Carnaval 1987 4º lugar Especial O Rei do Dia Numa Noite de Carnaval – o Sol, a Luz da Vida Raul Diniz 1988 5º lugar Especial Filhos da Mãe Preta Raul Diniz 1989 Vice-campeã Especial Os Sete Tronos dos Divinos Orixás Joãozinho Trinta 1990 Vice-campeã Especial De Roma Pagã ao Esplendor da Paulicéia Joãozinho Trinta 1991 4º lugar Especial Quem não Arrisca não Petisca Raul Diniz 1992 4º lugar Especial O Brasil Mostra Suas Cores Raul Diniz 1993 8° lugar Especial Mercado, Mercador, Mercadoria Albeci Pereira 1994 7º lugar Especial O Reino de Oyó Visto Pelos Olhos de Xangô Albeci Pereira e Carlo Negri 1995 8° lugar Especial Não Deixe o Samba Sambar Albeci Pereira 1996 5° lugar Especial A Cor do Pecado – o Chocolate Albeci Pereira 1997 8º lugar Especial Todo Brasileiro é um Rei com a Coroa Sideral Sidinho Ramos 1998 7º lugar Especial Mamma África Raul Diniz 1999 9° lugar Especial Bill Gates – o Cérebro do Futuro Sidinho Ramos e Frank Gal 2000 11º lugar Especial Cara e Coroa, as Duas Faces de um Império Fábio Borges 2001 Vice-campeã Acesso Raça Pura, Mistura Brasil Fábio Borges 2002 12º lugar Especial Guarujá, A Pérola do Atlântico Jerônimo Guimarães 2003 13° lugar Especial Sou Caipira e Caiçara, da Terra Encantada e do Rio Sagrado, Sou Cone Leste Paulista, Com a Bênção da Senhora Aparecida Jerônimo Guimarães e Jonathas Marinho 2004 15º lugar Especial São Paulo é Como Coração de Mãe… Sempre Cabe Mais Um Mauro de Oliveira 2005 Vice-campeã Acesso Na Terra, no Mar, no Infinito, Somos Todos Irmãos Comissão de Carnaval 2006 10º lugar Especial Santos Dumont – Brasil e França Navegando Pelos Ares Compositores:Betinho Oliveira. Paulo Führo 2007 13º lugar Especial Com Mauricio de Sousa, a Unidos do Peruche, Abre-Alas, Abre-Livros, Abre-Mentes e Faz Sonhar Compositores:Maurício de Jesus, Maurinho de Jesus, Kaxitu, Geraldinho. Augusto de Oliveira [26] 2008 Campeã Acesso Quilombos, Quilombolas, Kizomba, Meu Quilombo é Peruche! Compositores: Paulo César, Wladimir Nascimento, Fredy Vianna, Rodrigo Atração, Teco, Tubarão e Tuca Maia Comissão de Carnaval 2009 14º lugar Especial Do ventre da Terra à indomável cobiça do homem Compositores: Rodrigo Atração, Tuca Maia, Mineiro, Gordinho e Digão. Raul Diniz 2010 Vice-campeã Acesso São Paulo, olhai por nós! Amarildo de Mello 2011 14º lugar Especial Abram as cortinas, o espetáculo vai começar! 100 anos do Teatro Municipal de São Paulo, Peruche vai apresentar. Bravo! Bravíssimo! Compositores:Toninho Penteado, Nascimento, Alex Lima, De Paula, Mineiro e Claudinho Amarildo de Mello 2012 6º lugar Acesso Vamos fugir do juízo final… ainda há tempo! Vamos ter juízo, afinal Compositores: Fernando Bom Cabelo, Fadico, Cesinha, Madu, Vadinho. Amarildo de Mello 2013 6º lugar Acesso O povo da floresta está em festa. A tribo da Peruche vai passar Compositores: Toninho Penteado, Claudinho, Denis Patolino, Luiz Bento, Zico Oliveira, Emerson Brasa e Denis Santiago Intérprete: Toninho Penteado. Amarildo de Mello 2014 7º lugar Acesso A beleza é imperfeita e a loucura é genial Compositores: Toninho Penteado, André, Mineiro, Denis Patolino, Lucas Santiago e Luiz Bento. Eduardo Caetano 2015 Campeã Acesso Karabá e a lenda do menino de coração de ouro Compositores: Shumacker, Bola, Schmidt, Fabiano Pires e Dhall. Murilo Lobo 2016 12º lugar Especial Ponha um pouco de amor numa cadência e vai ver que ninguém no mundo vence a beleza que tem o samba… 100 anos de samba, minha vida, minha raiz Compositores: Jairo Roizen, Ronny Potolski, Madureira, Marcelo Madureira, Alex Barbosa, Sukatinha, Bagé, Tubino, Igor Vianna, Thiago Sousa, Gilson, Kaballa, Victor e Meiners. Murilo Lobo 2017 11º lugar Especial A Peruche no maior axé exalta Salvador, cidade da Bahia, caldeirão de raças, cultura, fé e alegria Compositores:D’Xangô, Douglas Chocolate, Leo Reis, Juliano, Celsinho Mody, Guga Pacheco, Tio Do, Paulinho Sorriso e Marcio Zanato. Murilo Lobo e Sérgio Caputo Gall [36] 2018 12° lugar Especial Peruche celebra Martinho: “80 anos do Dikamba da Vila” Compositores: Toninho Penteado, Émerson Brasa, Nando do Cavaco, André Filosofia, Diley Machado, Alcides Júnior, Sérgio VJS, Marcelo Vila Isa, Leandro Bata´s, Jairo Roizen, Ronny Potolski, Sukata, Morganti, Claudinho, Tavares, Valêncio, Butti, Evandro Malandro, Tubino, Alberjan, Jr Fragga, Leo Rodrigues, Rogério Acioli, Meiners e Victor Alves. Mauro Quintaes [37] 2019 8º lugar Acesso 1 Nascem do ventre africano os valores do mundo. África, um passado presente no futuro da humanidade Compositores: Tio Do, Paulinho Sorriso, Juliano, Marcio Zanato, Thiago de Xangô, Arnaldo Luz e Douglas Chocolate Amauri Santos [38] 2020 6º lugar Acesso 2 Ubuntu – Por um Mundo Novo Amauri Santos [39] 2021 Inicialmente adiados para o mês de julho, os desfiles do Carnaval 2021 foram cancelados devido a pandemia de Covid-19. [40] 2022 Acesso 2 Água… Divinas Bençãos Mauro Xuxa [41] O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Unidos do Peruche Títulos Títulos Unidos do Peruche Divisão Total Ano WikiCup Trophy Gold.png Grupo Especial 5 1957, 1962, 1965, 1966, 1967 Trophy(transp).png Grupo de Acesso 3 1981, 2008, 2015 Premiações Ano Prêmio Categoria / premiados Ref. 2011 Câmara Municipal de São Paulo Medalha de Anchieta e o Diploma de Gratidão Carlos Alberto Caetano, o “Seu Carlão”, recebeu da Câmara Municipal de São Paulo, por indicação do político Chico Macena, a Medalha de Anchieta e o Diploma de Gratidão. A homenagem, solicitada por toda comunidade da Unidos do Peruche, deve-se ao reconhecimento da cidade de São Paulo, a toda sua obra e anos de contribuição ao samba paulista. [42] 2016 Troféu Nota 10 Samba-enredo (“Ponha um pouco de amor numa cadência e vai ver que ninguém no mundo vence a beleza que tem o samba… 100 anos de samba, minha vida, minha raiz” – Compositores: Jairo Roizen, Ronny Potolski, Madureira, Marcelo Madureira, Alex Barbosa, Sukatinha, Bagé, Tubino, Igor Vianna, Thiago Sousa, Gilson, Kaballa, Victor e Meiners.) [carece de fontes] Estrela do Carnaval Enredo [43] Samba-enredo 2017 Troféu Nota 10 Rainha de Bateria (Stephanye Cristinne) [carece de fontes] Referências http://www.carnavalpaulistano.com.br/a_escola.asp?rg_escola=11#.W-SgvvZFzIU Sasp. «História». Consultado em 27 de abril de 2014 SRZD-Carnaval (12 de fevereiro de 2014). «Ana Paula Minerato é a nova musa da Peruche». Consultado em 12 de fevereiro de 2014 Unidos do Peruche. «Fundação». Consultado em 27 de abril de 2014. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2007 LastFM – Eliana de Lima «Barroca e Peruche são rebaixadas em SP». Terra «Bodas de Prata – 2003: bi da Gaviões e confusão na zona de rebaixamento em Carnaval com mortes | Ouro de Tolo». www.pedromigao.com.br. Consultado em 8 de março de 2017 Blocos de Carnaval.com (15 de julho de 2010). «Carnaval 2011 – Unidos do Peruche – Caroline Bittencourt será Rainha da Bateria». Consultado em 18 de janeiro de 2011 R7 (5 de março de 2011). «Carnaval 2011 – Com problema em dois carros, Unidos da Peruche estoura tempo de desfile». Consultado em 5 de março de 2011 SASP (6 de outubro de 2011). «Novo intérprete anunciado para o Carnaval 2012». Consultado em 13 de novembro de 2011 «Peruche é campeã do Grupo de Acesso». SRZD | Sidney Rezende. Consultado em 17 de outubro de 2015 «SASP – Sociedade Amantes do Samba Paulista/SP». www.sasp.com.br. Consultado em 8 de janeiro de 2016 «Peruche divulga sinopse do enredo em homenagem ao centenário do samba». SRZD | Sidney Rezende. Consultado em 17 de outubro de 2015 «Peruche escapa de cair e reclama de Ju Isen: ‘Peladona derrubou a gente’». Carnaval 2016 em São Paulo. Consultado em 9 de fevereiro de 2016 «Comissão de frente e harmonia dão o tom do desfile do Peruche, mas escola desliza em evolução – Carnavalesco». Carnavalesco. 26 de fevereiro de 2017 «Carnavalescos anunciam saída da Unidos do Peruche – SASP». SASP. 8 de março de 2017 SASP. «Renúncias de presidente e vice faz conselho da Unidos do Peruche convocar novas eleições». Consultado em 14 de abril de 2019 SRZD (26 de maio de 2019). «Unidos do Peruche tem novo presidente; conheça a diretoria eleita». Consultado em 13 de junho de 2020 [1] Sasp. «Carnaval 2014». Consultado em 27 de abril de 2014 UOL (3 de agosto de 2007). «Seo Carlão do Peruche, um baluarte do samba paulista» «Unidos do Peruche anuncia Régis Santos como seu novo Coreografo da Comissão de Frente – Tudo de Samba – O Site de todos os sambistas». Consultado em 23 de janeiro de 2019 http://tudodesamba.com.br/noticias/camisa-verde-e-branco-e-unidos-do-peruche-encerram-temporada-de-ensaios-tecnicos-antes-do-recesso-de-fim-de-ano/ «Unidos do Peruche abre segundo dia de desfile no sambódromo» «Peruche deixa sambódromo; Nenê de Vila Matilde já desfila» UOL (18 de fevereiro de 2007). «Sob aplausos, Mauricio de Sousa fecha desfile da Unidos da Peruche» O Fuxico (14 de julho de 2010). «Caroline Bittencourt é anunciada rainha de bateria da Unidos do Peruche» O Fuxico. «Ex-BBB Cacau é coroada rainha de bateria da Unidos do Peruche». Consultado em 19 de dezembro de 2011 SRZD-Carnaval (2 de novembro de 2012). «Primeira mão: Lola Melnick é a nova rainha de bateria da Peruche». Consultado em 3 de novembro de 2012 http://www.sidneyrezende.com/noticia/235089+mara+kelly+esta+de+volta+ao+carnaval+paulistano O Fuxico (12 de junho de 2015). «Nuelle Alves é nova madrinha de bateria da Unidos do Peruche». Consultado em 14 de junho de 2015 EGO (12 de junho de 2015). «Juju Salimeni perde posto de rainha, mas nega desavença com ‘rival’». Consultado em 14 de junho de 2015 SRZD (23 de outubro de 2016). «Musa recebe faixa e aposta: ‘Quero ser campeã’». 10h01 Portal Mais Mídia (7 de agosto de 2017). «Francieli Terres é a nova madrinha de bateria da Peruche» ISTOÉ (18 de janeiro de 2019). «”Toda fruta madura é mais saborosa”, diz Rita Cadillac, nova madrinha de Bateria da Peruche» «SASP – Sociedade Amantes do Samba Paulista/SP». www.carnavalpaulistano.com.br. Consultado em 23 de janeiro de 2019 SASP (23 de abril de 2017). «Conheça o título e logomarca oficiais da Unidos do Peruche para 2018» Amantes do Carnaval (24 de junho de 2018). «Peruche lança enredo afro para 2019» «Central do Carnaval 2020». SASP. Consultado em 17 de fevereiro de 2020 Santiago, Tatiana (12 de fevereiro de 2021). «Após adiar carnaval em 2021, Prefeitura de SP anuncia cancelamento da festa neste ano». G1. Consultado em 28 de abril de 2021 https://www.srzd.com/carnaval/sao-paulo/unidos-do-peruche-lanca-enredo-para-o-carnaval-2021/ Em falta ou vazio |título= (ajuda) Decreto Legislativo 15/2011 que concede homenagem ao cidadão Carlos Alberto Caetano «SASP – Sociedade Amantes do Samba Paulista/SP». www.sasp.com.br. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 Notas [Expandir]vde São Paulo Carnaval de São Paulo 2022 Portal do Carnaval Categoria: Unidos do Peruche Esta página foi editada pela última vez às 02h16min de 24 de fevereiro de 2022. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) da Creative Commons; pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de utilização. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. G.R.C.S.E.S Unidos do Peruche Peruche-brasao Fundação 4 de janeiro de 1956 (66 anos) Escola-madrinha Lavapés[1] Cores Verde Amarelo Azul Branco Símbolo Cruzeiro do Sul[2] e Peruchinho Bairro Parque Peruche (Dist. Casa Verde) Presidente Alessandro Lopes “Zóio” Presidente de honra Carlos Alberto Caetano “Seo Carlão” Desfile de 2022 Enredo “Água…divinas bênçãos” O Grêmio Recreativo Cultural Social Escola de Samba Unidos do Peruche é uma das mais tradicionais escola de samba da cidade de São Paulo e do Brasil. Fora criada na década de 1950 a partir de um grupo de amigos que participavam da escola de samba Lavapés. A escola é conhecido como “a filial do samba”[3] e possui em seu pavilhão as mesmas cores da bandeira do Brasil.[2] Apesar de ter origem no Parque Peruche, a escola atualmente está sediada fora do bairro, na Avenida Ordem e Progresso, nº 1061, Limão.[2] É uma das principais escolas de samba de São Paulo, tri-campeã do grupo especial na década de 60. Após um bom inicio na década de 70 no meio desse período declinou. A partir de 1985 o falecido Walter Guariglio fez vários intercâmbios com os carnavalescos cariocas, o que impulsionou a Peruche a um grande salto de qualidade em alegorias e fantasias, fato este que culminou com o enriquecimento estético da escola, do carnaval paulistano e na forma de evolução das alas que se vê hoje em dia. Mesmo assim não sagrou-se campeã. O Peruche também é reverenciado pelo belíssimo time de compositores e intérpretes, nomes como Jamelão e Eliana de Lima já fizeram parte desta história. Mas o fato talvez mais marcante deste elenco se deu no ano de 1991, na inauguração do Sambódromo do Anhembi, quando Eliana de Lima, grávida, teve que deixar o desfile nas mãos de Bernadete, para dar à luz o seu 1º filho. Índice 1 Símbolos 2 História 3 Segmentos 3.1 Presidentes 3.2 Presidente de honra 3.3 Intérpretes 3.4 Diretores 3.5 Coreógrafo(a) 3.6 Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira 3.7 Corte de Bateria 4 Carnavais 5 Títulos 6 Premiações 7 Referências 8 Notas Símbolos A Unidos do Peruche teve 3 símbolos: O primeiro eram duas mãozinhas, o segundo é a cosntelação do Cruzeiro do Sul (em referência aos títulos de 1981, 2008 e ao tricampeonato de 1965/66/67) e o terceiro é um ritmista de bateria caracterizado com a roupagem de antigamente, elegantemente vestido como um nobre da corte real, tocando um tamborim (conhecido como Peruchinho). Atualmente, os dois últimos símbolos foram mesclados para a formação do recente brasão da escola, ou seja, o Peruchinho (que se tornou o mascote oficial da escola) com o Cruzeiro do Sul ao fundo. Chico Macena entrega Medalha de Anchieta e Diploma de Gratidão ao Seu Carlão da Unidos do Peruche História A Sociedade Recreativa Cultural e Beneficente Unidos do Peruche foi fundada na década de 1950 por moradores do Parque Peruche e Vila Espanhola, que desfilavam em diversas agremiações da época, tais como Lavapés, Rosas Negras, Garotos do Itaim, e nos cordões Campos Elíseos e Paulistano da Glória.[4] Entre seus fundadores estavam João Cândido da Silva, conhecido como Cachimbo e Carlos Alberto Caetano, conhecido como “Seu Carlão”, Luiza (Dona Lele, Seu Zebu, Sr. Alcides, Sr.Décio, Gilberto Bonga, entre outros, que decidiram fundar um bloco de foliões no Parque Peruche, surgindo assim a Sociedade Esportiva Recreativa Beneficente Unidos do Parque Peruche. A escola de samba já que possuía, logo de início, uma quadra de ensaios, no terreno conhecido como “Terreiro do Caqui”.[2] Importante salientar a importancia do bloco Ritmos de Ouro conceituado na região da zona norte na ocasião. Os times de futebol da região ajudaram a escola emprestando instrumentos. Mesmo assim, eram insuficientes para o tamanho da escola, que crescia cada vez mais. Até essa época, o Clube dos Lojistas da Lapa colaborava com a escola.[2] A partir de 1967, quando a Prefeitura de São Paulo oficializou os desfiles, a escola perdeu o apoio e começou a encontrar dificuldades. Nesse mesmo período, a Peruche vendeu sua quadra e começou a ensaiar na Rua Zilda.[2] Algum tempo depois, a entidade adquiriu um imóvel na Rua C, que ainda assim era pequeno para a realização dos ensaios. Uma terceira quadra foi adquirida, um terreno no Morro do Chapéu.[2] Por fim, com a venda deste imóvel, a escola adquiriu o espaço onde se encontra a atual quadra da escola, desta vez, fora de seu bairro de origem.[2] A Peruche tornou-se vice-campeã de 1968 a 1971. Em 1970 embalada pelo enredo “Rei Café” a escola arrastou multidões no anhangabaú e teve um inexplicável vice-campeonato como resultado, questionado até hoje inclusive pelo fundador da escola Carlão do Peruche. Em meados dos anos 70 a escola amargou perda de quadra, mudanças no comando que ocasionou maus resultados até que foi rebaixada em 1979 para o segundo grupo. Voltou em 1982 e a partir de 1984 pra 1985 a Peruche traz o Mestre Lagrila e Eliana de Lima apostando no jovem Raul de Diniz e no enredo “Agua Cristalina” autoria de Thereza Santos. Com um espaço na Av. Ordem e Progresso 1061 no Limão a nova quadra de ensaios sob a administração de Walter Guariglio torna-se o ponto forte da escola. Mas um dos desfiles considerados mais marcantes foi o de 1988, quando a escola, numa apresentação luxuosa com carros alegóricos gigantescos, contou com dois grandes intérpretes puxando seu samba: Jamelão e Eliana de Lima.[5] Devido à forte chuva que atrapalhou o desfile naquele ano, a escola conseguiu, no entanto, apenas um quinto lugar. Em 1989, o conhecido carnavalesco carioca Joãozinho Trinta desenvolveu o enredo. Em 1990 Joãozinho deixou um auxiliar em seu lugar, sendo Eliana de Lima a nova intérprete. Naquele ano, a Peruche desfilou com 2500 componentes, durante uma noite chuvosa, onde justamente seu desfile não foi atingido pela chuva. Devido a alguns problemas na evolução a escola terminou na apuração a um ponto da campeã.[2] Em 1991, a escola inova trazendo duas mulheres ao microfone: Bernardete e Eliana de Lima. Já o andamento do barracão não é o mesmo: às pressas a escola trocou de carnavalesco, com a chegada de Laíla. Eliana entra em trabalho de parto, tendo que sair às pressas e deixando Bernardete para cantar sozinha. Em 1992, a agremiação novamente a escola sucumbe diante de uma gama de problemas de harmonia e evolução. Já no ano de 1993, a Peruche levanta a arquibancada, porém problemas de alegorias fizeram com que a agremiação se atrasasse, perdesse pontos, obtendo um 8º lugar muito pouco festejado. No ano seguinte novamente Jamelão retorna ao posto de intérprete, novamente a Peruche desfila aspirando conquistar o título, mas novamente uma chuva forte e constante fez com que os carros fossem quebrando ao longo da avenida. Dois carros que não conseguiram passar acabaram ficando no recuo, ocasionando a perda de 14 pontos. Naquele ano, a Peruche terminou com, já descontadas as perdas, 272,50 pontos, enquanto a campeã Rosas de Ouro obteve no total fez 289,00 pontos. Indignada com a perda dos pontos em 94, para 1995 a direção da escola preparou o enredo de protesto “Não Deixe o Samba Sambar”, uma crítica irreverente às inovações do carnaval que desrespeitariam as tradições do samba. Na apuração, acabou disputando apenas o sétimo lugar com a vizinha Mocidade Alegre. Durante algum tempo, por problemas internos da escola, parte da comunidade foi gradualmente se afastando, o que gerou inclusive uma dissidência, a Império de Casa Verde, que nascendo com o apoio do bicheiro Chico Ronda, viria a ser mais tarde uma das maiores escolas de samba de São Paulo, numa ascensão meteórica. No final dos anos 90 a Peruche foi rebaixada, voltando em 2001 para o Grupo Especial ao ser vice do Grupo de Acesso. Em 2003, um acontecimento comovente: a poucos dias do Carnaval, o barracão do Peruche pega fogo e alguns carros são atingidos. Muitas escolas se solidarizam e doam material, fazendo com que a escola consiga desfilar, um problema similiar aconteceu em 2011, quando a Cidade do Samba, no Rio de Janeiro, pegou fogo e três barracões foram atingidos, os das escolas Grande Rio, União da Ilha e Portela. Ainda assim isso não evita que ela termine em último lugar, sendo a princípio rebaixada, o que faz sua então presidente passar mal após ter uma crise de choro no fim da apuração, enquanto dava entrevistas. Ela alegava que depois de toda a dificuldade para sua escola entrar na avenida, não seria justo deixar de rebaixar o Império de Casa Verde (que deveria cair, mas numa decisão de última hora, o presidente da Liga resolveu que não cairia [6] [7]),e rebaixar a sua escola. Após uma série de discussões, Peruche e Barroca Zona Sul se mantiveram no Grupo Especial, porém ao contrário do Império, não conseguiram se firmar, e no ano seguinte a Peruche foi a penúltima colocada, caindo novamente (a Barroca conseguiu se manter por mais um ano). Após desfilar no Grupo de acesso em 2005, a Unidos do Peruche conseguiu ser vice-campeã novamente, voltando ao Grupo Especial para 2006. Neste ano, a Peruche, primeira a desfilar, fez um enredo em homenagem a Santos Dumont, desenvolvido por um dos carnavalescos campeões pelo Império no ano anterior. Se propondo a resgatar algumas das antigas tradições da escola, este foi de porta em porta chamar de volta alguns antigos componentes que estavam magoados com a escola. O desfile vem acima do esperado e a Peruche consegue se manter no Especial naquele ano, porém em 2007, ao homenagear a Turma da Mônica, novamente a escola termina em penúltimo, voltando ao Grupo de Acesso para 2008. No ano de 2009, juntamente com a Leandro de Itaquera, retorna ao Grupo Especial do Carnaval de São Paulo. Em 2009 a Escola falou sobre jóias, com o enredo Do ventre da Terra a indomável cobiça do homem, porém acabou voltando para o Grupo de acesso, tendo terminado na última posição. Em 2010, de volta ao grupo de acesso com outras duas tradicionalíssimas escolas de samba, a Nenê de Vila Matilde e o Camisa Verde e Branco, favoritas ao acesso, enredo sobre como as religiões chegaram e se desenvolveram na cidade de São Paulo intitulado “São Paulo, Olhai por Nós”, conquistou o vice-campeonato com 268,00 os mesmos pontos que a Dragões da Real, desempatadas no quesito Alegoria. Em 2011 falou sobre os 100 anos do Theatro Municipal de São Paulo com o enredo: “Bravo! Bravíssimo! Peruche Apresenta 100 Anos do Theatro Municipal de São Paulo – O Retrato da Arte Brasileira”. Teve Toninho Penteado como cantor principal, sendo que Bernardete, Tiago Melodia, Manoel e Toninho Penteado gravaram no CD, com Tinga sendo auxiliar, além de ter a modelo Caroline Bittencourt como sua rainha de bateria.[8] A escola sofreu duros golpes com gravíssimos erros de evolução, os chamados “Buracos” – Espaços deixados entre alas ou carros, e assim, punidos em regulamento – surgiram durante o desfile graças aos problemas com as alegorias na concentração. A escola ultrapassou o limite máximo do tempo em três minutos e o presidente optou por deixar dois carros de fora do desfile, pois poderia atrasar ainda mais o desfile.[9] Ao fim da apuração, a “filial do samba” foi rebaixada ao grupo de acesso. No ano seguinte Anderson Paz, intérprete consagrado, com passagens em escolas, como São Clemente e Estácio. assume o posto de intérprete,[10] além disso continua com Amarildo de Mello, como carnavalesco. Já em 2014, a tradicionalíssima escola surpreendeu o mundo do samba após ocupar o penúltimo lugar do grupo de acesso. Com o enredo “A beleza é imperfeita e a loucura é genial” e seu desfile, do carnavalesco Eduardo Caetano, a mesma obteve notas baixíssimas, sendo seu ápice negativo no quesito Evolução. A situação se alarmou levando-se em conta as notas válidas, já que se tais fossem somadas sem penalidades desferidas a nenhuma escola, a “Filial do Samba” seria rebaixada naquele ano ao grupo 1-UESP. Em 2015, passando por um processo interno de reestruturação, a escola apresentou no Anhembi o enredo “Karabá e a lenda do menino do coração de ouro”, do carnavalesco estreante na agremiação, Murilo Lobo. A comunidade mostrou garra durante todo o desfile, e a simplicidade plástica, forçada por problemas financeiros, foi compensada com um ótimo acabamento e concepção de suas alegorias e fantasias, assim como um desenvolvimento irretocável do enredo. O samba, destaque no pré-carnaval, funcionou muito bem, propiciando uma harmonia primorosa. A bateria Rolo Compressor, assim conhecida, levantou os presentes nas arquibancadas, fechando a apresentação e credenciando a escola do parque Peruche ao título. Posteriormente, o desfile fora aclamado pelo público e mídia, conquistando na apuração das notas dias depois, o título de campeã do carnaval do acesso paulistano.[11] Na apuração, a agremiação ascendeu ao grupo de elite do carnaval paulistano juntamente com a sua co-irmã Pérola Negra. Em 2016 comemorou 60 anos de fundação,[12] e apresentou na avenida um desfile em homenagem aos 100 anos da gravação do primeiro samba, Pelo Telefone.[13] Aberto por uma comissão de frente representando os instrumentos musicais do samba sendo guiados pelo mascote da escola, o “Peruchinho”, o desfile apresentou problemas em alguns setores, porém, arrancou aplausos e gritos durante a passagem.[carece de fontes] Esse desfile também ficou marcado por uma controvérsia, quando uma musa, que ao atravessar o centro da passarela, arrancou a sua fantasia e ficou semi-nua, com o objetivo para fazer um protesto contra a presidente do Brasil, Dilma Roussef.[14] Em 2017, com o enredo “A Peruche no maior axé exalta Salvador, cidade da Bahia, caldeirão de raças, cultura, fé e alegria” dos Carnavalescos Murilo Lobo e Sérgio Caputo Gal, a escola relembrou a sua época de apogeu com uma apresentação, segundo os presentes e mídia especializada, surpreendente e empolgante.[15] Sendo a segunda escola a desfilar, o samba aclamado pelo público foi um dos grandes propulsores para o sucesso do desfile da tradicional escola, que ferveu o público nas arquibancadas. O grande destaque plástico foi a impactante entrada, um cortejo de cavalos marinhos em meio a primeira ala abriu cortejo para o carro abre-alas gigantesco, que já nos primeiros minutos, causou furor a soltar milhares de pombas da paz biodegradáveis pelo céu de São Paulo. A bateria Rolo Compressor executou diversas bossas e breques fazendo o público explodir no início do refrão principal. A escola terminou sua apresentação usando todo o tempo disponível, sem causar grandes prejuízos ao quesito Evolução. A escola terminou na 11° posição após notas baixas no quesito alegoria, reconhecida como o ponto “Aquém” no desfile competente encarado como um novo passo na recuperação da escola. Ainda em 2017, os carnavalescos Murilo Lobo, na agremiação desde 2015, e Sério Caputo Gal, recém chegado, anunciaram a sua despedida do comando artístico da escola.[16] Para 2018 a escola desenvolveu um enredo em homenagem ao cantor, compositor e sambista Martinho da Vila. O samba-enredo escolhido foi fruto da junção de duas obras. Na apuração do Carnaval, a escola perdeu notas principalmente em Enredo e Fantasias, e acabou sendo rebaixada ao Acesso. Após voltar ao Acesso em 2019, contratou o carnavalesco Amaury Santos pra desenvolver um enredo afro sobre a fertilidade do solo, as inovações e a ancestralidade. A Peruche acabou rebaixada novamente, desta vez para o Acesso 2, após terminar na oitava colocação. Após o Carnaval, o presidente da escola, Sidney Moraes, apresentou carta de renúncia, e algumas semanas após, sua vice, Cláudia Albiere, também apresentou renúncia.[17] Uma eleição foi marcada para maio, onde a chapa “Limpa”, formada por Alessandro Zoio (presidente), Claudia Zamboni (vice-presidente), Maurilio (secretário) e Márcio (tesoureiro), derrotou, por 223 votos a 73, a chapa concorrente, liderada por Carlos Roque, então presidente do conselho fiscal[17], sendo que 4 votos anulados.[18] Segmentos Presidentes Nome Mandato Ref. Carlos Alberto Caetano “Seu Carlão” 1956 – 1985 Gregório Fidélis 1981 – 1985 Walter Guaríglio 1985 – 1995 Luiz Carlos Silveira 1995 – 1996 Wágner Aparecido Caetano 1996 – 1998 Carlos Alberto de Lima 1998 – 2000 Rosiane Paraguaçú 2000 – 2001 Elizabete Maria Míssio 2001 – 2004 Walter Guaríglio 2004 – 2005 Antônio Chaves 2005 – 2009 Rodolpho Pricoli Filho 2009 – 2012 [19] Luiz Carlos Telles 2012 – 2013 Otacílio Ribeiro Filho 2013 – 2014 Álvaro Vieira Lima Filho maio de 2013 – agosto de 2014 Luiz Carlos Telles 2015 – 2016 Sidney de Moraes 2016 – fevereiro de 2019 [20][17] Cláudia Albiere fevereiro de 2019 – abril de 2019 [17] Alessandro Zoio maio de 2019 – atualidade [18] Presidente de honra Nome Mandato Ref. Seo Carlão ? – atualidade [21] Intérpretes Carnavais Intérprete oficial Referências 1968 Zé Maria 1969 Tunicão 1977-1978 Favela 1979 Alcídes 1980-1984 Favela 1985-1987 Eliana de Lima 1988 Jamelão e Eliana de Lima 1989 Jamelão 1990 Eliana de Lima 1991-1993 Bernadete 1994 Jamelão 1995 Vaguinho 1996-1997 Nego Ivair e Marquinhos Trindade 1998 Jamelão 1999 Léllo Garoto 2000 Freddy Vianna e Nilson Valentim 2001 Carlão Maneiro 2002-2003 Eliana de Lima 2004 Leandro Alegria 2005 Leandro Alegria e Leandro Di Menor 2006 Leandro Alegria e Toninho Penteado 2007 Leandro Alegria 2008 Anderson de Deus 2009 Leandro Alegria 2010 Toninho Penteado, Bernadete e Rubinho 2011 Toninho Penteado, Bernadete e Tinga 2012 Anderson Paz 2013-2014 Toninho Penteado 2015-2016 Toninho Penteado e Quinho 2017-2019 Toninho Penteado 2020 Léo Reis e Leandro Alegria Diretores Na bateria suas inovações vieram nos anos 50 como primeira escola a implantar o repenique em São Paulo (tocado por Irajá que foi batizado pelo Mestre André da Padre Miguel) na época do Mestre Gilberto Bonga que em 1970 ja contava com 300 ritmistas na bateria tendo que dividi-la em pleno desfile. Após a saída de Gilberto Bonga passaram Nene Pauzinho, Amstrong, Lagrila, Luizinho, Divino, Magui, Paulão da União da Ilha, Xandão, Marquinhos, Cal, Valdeci da Ilha e agora Marquinhos Gomes retomou o trabalho. A perda da identidade de ritmo foi prejudicial a escola de exemplo de 1995 a 1999 a bateria (chamada carinhosamente de Rolo Compressor) executava a batida de taróis e caixas com apenas uma baqueta uma inovação muito criticada pelos sambistas até hoje. Período Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref. 2009 José Edmilson Silvestre da Silva “Ninho” Marco Antonio do Espirito Santo, Rodrigo Teixeira, Leonardo da Silva e Luiz Carlos Gomes Marquinhos [19] 2014-2016 Ednaldo Santos Antonio Soares “Toninho” Marquinhos [20] 2017-2018 Ednaldo Santos Antonio Soares “Toninho” Cal 2019- Cal Coreógrafo(a) Período Nome Ref. 2014 Lívio Castro [20] 2015-2016 Paula Gasparini 2017 Régis Santos [22] 2018- Paula Gasparini Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira Período Nome Ref. 1956 Manezinho e Janete 1972-1973 Wagner Caetano e Sueli 1974-1976 Wagner Caetano e Idalina 1987-1989 Inho e Renata 1990 Serginho e Lídia 1991 Jairo e Lídia 1992-1998 Moreno e Lídia 1999 Emerson Ramires e Lídia 2000-2002 Serginho e Lídia 2003 Paulo Guedes e Lídia 2004 André e Gisa 2005 Leandro e Fernanda 2006 Jocimar Martins e Fernanda 2007-2008 Rubens de Castro e Edilaine 2009 Alexsandro e Edilaine 2010 Everson e Edilaine 2011 Emerson Nunes e Cinthya 2012 Emerson Nunes e Jéssica 2013-2014 Ruhanan e Ana Paula 2015 Róbinson Silva e Thais Paraguassú [23] 2016-2017 Fabiano Dourado e Thais Paraguassú 2018 Jefferson Gomes e Thais Paraguassú 2019 Jeff Antony e Thais Paraguassú 2020 Kawe Lacorte e Nathalia Bete Corte de Bateria Período Rainha Madrinha Musa Rainha Trans Princesa Ref. 2002 Suzana Alves [24] 2003 Renée Oliveira Helen Ganzarolli Lívia Andrade [25] 2004-2005 Valquíria Ribeiro 2006 Luana Safire Valquíria Ribeiro 2007 Aline Barbosa Rhenata Schmidt [26] 2008-2009 Mara Kelly 2010 Pamella Guedes Dani França 2011 Caroline Bittencourt Dani França [27] 2012 Cláudia Colucci Dani França [28] 2013 Lola Melnick Dani França [29] 2014 Stephanye Cristinne Ana Paula Minerato [3] 2015-2016 Stephanye Cristinne Nuelle Alves Débora Alberto [30][31][32] 2017 Stephanye Cristinne Pri Santtana Júlia Menezes [33] 2018 Stephanye Cristinne Francieli Terres [34] 2019 Rita Cadillac Raissa Barbosa [35] 2020 Michelle Tobias 2021 Simony Dani França 2022 Juliana Guariglio Jaqueline Santos Dani França Kamilly Santos Mariane Loduvico Carnavais Unidos do Peruche Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Ref 1956 5º lugar Grupo 1 Homenagem Carlos Alberto Caetano 1957 Campeã Grupo 1 Menção Honrosa Carlos Alberto Caetano 1958 Vice-campeã Grupo 1 Samba Carlos Alberto Caetano 1959 4º lugar Grupo 1 Duque de Caxias Carlos Alberto Caetano 1960 3º lugar Grupo 1 Barão de Mauá Geraldo Filme 1961 Vice-campeã Grupo 1 Navio Negreiro Geraldo Filme 1962 Campeã Grupo Especial Castro Alves Geraldo Filme 1963 Vice-campeã Especial Guerra do Paraguai Geraldo Filme 1964 3º lugar Especial Brasília Cobrinha 1965 Campeã Grupo Especial IV Centenário do Rio de Janeiro B. Lobo 1966 Campeã Grupo Especial Homenagem a Carlos Gomes Geraldo Filme 1967 Campeã Grupo Especial Exaltação a São Paulo Geraldo Filme e B. Lobo 1968 Vice-campeã Especial 50 Anos de Samba – Meio Século de Glórias J. Muniz Júnior 1969 Vice-campeã Especial História da Casa Verde Geraldo Filme 1970 Vice-campeã Especial O Rei Café Geraldo Filme 1971 Vice-campeã Especial Festa de Pirapora Geraldo Filme 1972 6º lugar Especial Chamada aos Heróis da Independência Geraldo Filme 1973 6º lugar Especial Brasilidade B. Lobo 1974 6º lugar Especial Quatro Festas do Folclore Brasileiro Júlio César e Alfredo Boulos 1975 7º lugar Especial Felipe Mina, o Senhor dos Diamantes B. Lobo 1976 8º lugar Especial Afoxé da Bahia Willian Penteado e Euclides Machado 1977 10º lugar Especial Eternos Vigilantes – Homenagem ao Corpo de Bombeiros Pinheirão 1978 9º lugar Especial Di Cavalcanti “Dos Carnavais e das Mulatas” B. Lobo 1979 9º lugar Especial Abertura dos Portos Pinheirão e Júlio César 1980 9º lugar Especial Fábulas Fabulosas Nery Balmaceda 1981 Campeã Acesso Moço de Prata, Vitória-régia no Carnaval Nery Balmaceda 1982 7º lugar Especial No Reino de Mãe D’Água Nery Balmaceda 1983 8º lugar Especial O Criador de Ilusões Edson Machado 1984 7º lugar Especial No Reino da Carochinha Nery Balmaceda 1985 5º lugar Especial Água Cristalina Raul Diniz 1986 5º lugar Especial Benjamin de Oliveira, o “Palhaço Negro” Comissão de Carnaval 1987 4º lugar Especial O Rei do Dia Numa Noite de Carnaval – o Sol, a Luz da Vida Raul Diniz 1988 5º lugar Especial Filhos da Mãe Preta Raul Diniz 1989 Vice-campeã Especial Os Sete Tronos dos Divinos Orixás Joãozinho Trinta 1990 Vice-campeã Especial De Roma Pagã ao Esplendor da Paulicéia Joãozinho Trinta 1991 4º lugar Especial Quem não Arrisca não Petisca Raul Diniz 1992 4º lugar Especial O Brasil Mostra Suas Cores Raul Diniz 1993 8° lugar Especial Mercado, Mercador, Mercadoria Albeci Pereira 1994 7º lugar Especial O Reino de Oyó Visto Pelos Olhos de Xangô Albeci Pereira e Carlo Negri 1995 8° lugar Especial Não Deixe o Samba Sambar Albeci Pereira 1996 5° lugar Especial A Cor do Pecado – o Chocolate Albeci Pereira 1997 8º lugar Especial Todo Brasileiro é um Rei com a Coroa Sideral Sidinho Ramos 1998 7º lugar Especial Mamma África Raul Diniz 1999 9° lugar Especial Bill Gates – o Cérebro do Futuro Sidinho Ramos e Frank Gal 2000 11º lugar Especial Cara e Coroa, as Duas Faces de um Império Fábio Borges 2001 Vice-campeã Acesso Raça Pura, Mistura Brasil Fábio Borges 2002 12º lugar Especial Guarujá, A Pérola do Atlântico Jerônimo Guimarães 2003 13° lugar Especial Sou Caipira e Caiçara, da Terra Encantada e do Rio Sagrado, Sou Cone Leste Paulista, Com a Bênção da Senhora Aparecida Jerônimo Guimarães e Jonathas Marinho 2004 15º lugar Especial São Paulo é Como Coração de Mãe… Sempre Cabe Mais Um Mauro de Oliveira 2005 Vice-campeã Acesso Na Terra, no Mar, no Infinito, Somos Todos Irmãos Comissão de Carnaval 2006 10º lugar Especial Santos Dumont – Brasil e França Navegando Pelos Ares Compositores:Betinho Oliveira. Paulo Führo 2007 13º lugar Especial Com Mauricio de Sousa, a Unidos do Peruche, Abre-Alas, Abre-Livros, Abre-Mentes e Faz Sonhar Compositores:Maurício de Jesus, Maurinho de Jesus, Kaxitu, Geraldinho. Augusto de Oliveira [26] 2008 Campeã Acesso Quilombos, Quilombolas, Kizomba, Meu Quilombo é Peruche! Compositores: Paulo César, Wladimir Nascimento, Fredy Vianna, Rodrigo Atração, Teco, Tubarão e Tuca Maia Comissão de Carnaval 2009 14º lugar Especial Do ventre da Terra à indomável cobiça do homem Compositores: Rodrigo Atração, Tuca Maia, Mineiro, Gordinho e Digão. Raul Diniz 2010 Vice-campeã Acesso São Paulo, olhai por nós! Amarildo de Mello 2011 14º lugar Especial Abram as cortinas, o espetáculo vai começar! 100 anos do Teatro Municipal de São Paulo, Peruche vai apresentar. Bravo! Bravíssimo! Compositores:Toninho Penteado, Nascimento, Alex Lima, De Paula, Mineiro e Claudinho Amarildo de Mello 2012 6º lugar Acesso Vamos fugir do juízo final… ainda há tempo! Vamos ter juízo, afinal Compositores: Fernando Bom Cabelo, Fadico, Cesinha, Madu, Vadinho. Amarildo de Mello 2013 6º lugar Acesso O povo da floresta está em festa. A tribo da Peruche vai passar Compositores: Toninho Penteado, Claudinho, Denis Patolino, Luiz Bento, Zico Oliveira, Emerson Brasa e Denis Santiago Intérprete: Toninho Penteado. Amarildo de Mello 2014 7º lugar Acesso A beleza é imperfeita e a loucura é genial Compositores: Toninho Penteado, André, Mineiro, Denis Patolino, Lucas Santiago e Luiz Bento. Eduardo Caetano 2015 Campeã Acesso Karabá e a lenda do menino de coração de ouro Compositores: Shumacker, Bola, Schmidt, Fabiano Pires e Dhall. Murilo Lobo 2016 12º lugar Especial Ponha um pouco de amor numa cadência e vai ver que ninguém no mundo vence a beleza que tem o samba… 100 anos de samba, minha vida, minha raiz Compositores: Jairo Roizen, Ronny Potolski, Madureira, Marcelo Madureira, Alex Barbosa, Sukatinha, Bagé, Tubino, Igor Vianna, Thiago Sousa, Gilson, Kaballa, Victor e Meiners. Murilo Lobo 2017 11º lugar Especial A Peruche no maior axé exalta Salvador, cidade da Bahia, caldeirão de raças, cultura, fé e alegria Compositores:D’Xangô, Douglas Chocolate, Leo Reis, Juliano, Celsinho Mody, Guga Pacheco, Tio Do, Paulinho Sorriso e Marcio Zanato. Murilo Lobo e Sérgio Caputo Gall [36] 2018 12° lugar Especial Peruche celebra Martinho: “80 anos do Dikamba da Vila” Compositores: Toninho Penteado, Émerson Brasa, Nando do Cavaco, André Filosofia, Diley Machado, Alcides Júnior, Sérgio VJS, Marcelo Vila Isa, Leandro Bata´s, Jairo Roizen, Ronny Potolski, Sukata, Morganti, Claudinho, Tavares, Valêncio, Butti, Evandro Malandro, Tubino, Alberjan, Jr Fragga, Leo Rodrigues, Rogério Acioli, Meiners e Victor Alves. Mauro Quintaes [37] 2019 8º lugar Acesso 1 Nascem do ventre africano os valores do mundo. África, um passado presente no futuro da humanidade Compositores: Tio Do, Paulinho Sorriso, Juliano, Marcio Zanato, Thiago de Xangô, Arnaldo Luz e Douglas Chocolate Amauri Santos [38] 2020 6º lugar Acesso 2 Ubuntu – Por um Mundo Novo Amauri Santos [39] 2021 Inicialmente adiados para o mês de julho, os desfiles do Carnaval 2021 foram cancelados devido a pandemia de Covid-19. [40] 2022 Acesso 2 Água… Divinas Bençãos Mauro Xuxa [41] O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Unidos do Peruche Títulos Títulos Unidos do Peruche Divisão Total Ano WikiCup Trophy Gold.png Grupo Especial 5 1957, 1962, 1965, 1966, 1967 Trophy(transp).png Grupo de Acesso 3 1981, 2008, 2015 Premiações Ano Prêmio Categoria / premiados Ref. 2011 Câmara Municipal de São Paulo Medalha de Anchieta e o Diploma de Gratidão Carlos Alberto Caetano, o “Seu Carlão”, recebeu da Câmara Municipal de São Paulo, por indicação do político Chico Macena, a Medalha de Anchieta e o Diploma de Gratidão. A homenagem, solicitada por toda comunidade da Unidos do Peruche, deve-se ao reconhecimento da cidade de São Paulo, a toda sua obra e anos de contribuição ao samba paulista. [42] 2016 Troféu Nota 10 Samba-enredo (“Ponha um pouco de amor numa cadência e vai ver que ninguém no mundo vence a beleza que tem o samba… 100 anos de samba, minha vida, minha raiz” – Compositores: Jairo Roizen, Ronny Potolski, Madureira, Marcelo Madureira, Alex Barbosa, Sukatinha, Bagé, Tubino, Igor Vianna, Thiago Sousa, Gilson, Kaballa, Victor e Meiners.) [carece de fontes] Estrela do Carnaval Enredo [43] Samba-enredo 2017 Troféu Nota 10 Rainha de Bateria (Stephanye Cristinne) [carece de fontes] Referências http://www.carnavalpaulistano.com.br/a_escola.asp?rg_escola=11#.W-SgvvZFzIU Sasp. «História». Consultado em 27 de abril de 2014 SRZD-Carnaval (12 de fevereiro de 2014). «Ana Paula Minerato é a nova musa da Peruche». Consultado em 12 de fevereiro de 2014 Unidos do Peruche. «Fundação». Consultado em 27 de abril de 2014. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2007 LastFM – Eliana de Lima «Barroca e Peruche são rebaixadas em SP». Terra «Bodas de Prata – 2003: bi da Gaviões e confusão na zona de rebaixamento em Carnaval com mortes | Ouro de Tolo». www.pedromigao.com.br. Consultado em 8 de março de 2017 Blocos de Carnaval.com (15 de julho de 2010). «Carnaval 2011 – Unidos do Peruche – Caroline Bittencourt será Rainha da Bateria». Consultado em 18 de janeiro de 2011 R7 (5 de março de 2011). «Carnaval 2011 – Com problema em dois carros, Unidos da Peruche estoura tempo de desfile». Consultado em 5 de março de 2011 SASP (6 de outubro de 2011). «Novo intérprete anunciado para o Carnaval 2012». Consultado em 13 de novembro de 2011 «Peruche é campeã do Grupo de Acesso». SRZD | Sidney Rezende. Consultado em 17 de outubro de 2015 «SASP – Sociedade Amantes do Samba Paulista/SP». www.sasp.com.br. Consultado em 8 de janeiro de 2016 «Peruche divulga sinopse do enredo em homenagem ao centenário do samba». SRZD | Sidney Rezende. Consultado em 17 de outubro de 2015 «Peruche escapa de cair e reclama de Ju Isen: ‘Peladona derrubou a gente’». Carnaval 2016 em São Paulo. Consultado em 9 de fevereiro de 2016 «Comissão de frente e harmonia dão o tom do desfile do Peruche, mas escola desliza em evolução – Carnavalesco». Carnavalesco. 26 de fevereiro de 2017 «Carnavalescos anunciam saída da Unidos do Peruche – SASP». SASP. 8 de março de 2017 SASP. «Renúncias de presidente e vice faz conselho da Unidos do Peruche convocar novas eleições». Consultado em 14 de abril de 2019 SRZD (26 de maio de 2019). «Unidos do Peruche tem novo presidente; conheça a diretoria eleita». Consultado em 13 de junho de 2020 [1] Sasp. «Carnaval 2014». Consultado em 27 de abril de 2014 UOL (3 de agosto de 2007). «Seo Carlão do Peruche, um baluarte do samba paulista» «Unidos do Peruche anuncia Régis Santos como seu novo Coreografo da Comissão de Frente – Tudo de Samba – O Site de todos os sambistas». Consultado em 23 de janeiro de 2019 http://tudodesamba.com.br/noticias/camisa-verde-e-branco-e-unidos-do-peruche-encerram-temporada-de-ensaios-tecnicos-antes-do-recesso-de-fim-de-ano/ «Unidos do Peruche abre segundo dia de desfile no sambódromo» «Peruche deixa sambódromo; Nenê de Vila Matilde já desfila» UOL (18 de fevereiro de 2007). «Sob aplausos, Mauricio de Sousa fecha desfile da Unidos da Peruche» O Fuxico (14 de julho de 2010). «Caroline Bittencourt é anunciada rainha de bateria da Unidos do Peruche» O Fuxico. «Ex-BBB Cacau é coroada rainha de bateria da Unidos do Peruche». Consultado em 19 de dezembro de 2011 SRZD-Carnaval (2 de novembro de 2012). «Primeira mão: Lola Melnick é a nova rainha de bateria da Peruche». Consultado em 3 de novembro de 2012 http://www.sidneyrezende.com/noticia/235089+mara+kelly+esta+de+volta+ao+carnaval+paulistano O Fuxico (12 de junho de 2015). «Nuelle Alves é nova madrinha de bateria da Unidos do Peruche». Consultado em 14 de junho de 2015 EGO (12 de junho de 2015). «Juju Salimeni perde posto de rainha, mas nega desavença com ‘rival’». Consultado em 14 de junho de 2015 SRZD (23 de outubro de 2016). «Musa recebe faixa e aposta: ‘Quero ser campeã’». 10h01 Portal Mais Mídia (7 de agosto de 2017). «Francieli Terres é a nova madrinha de bateria da Peruche» ISTOÉ (18 de janeiro de 2019). «”Toda fruta madura é mais saborosa”, diz Rita Cadillac, nova madrinha de Bateria da Peruche» «SASP – Sociedade Amantes do Samba Paulista/SP». www.carnavalpaulistano.com.br. Consultado em 23 de janeiro de 2019 SASP (23 de abril de 2017). «Conheça o título e logomarca oficiais da Unidos do Peruche para 2018» Amantes do Carnaval (24 de junho de 2018). «Peruche lança enredo afro para 2019» «Central do Carnaval 2020». SASP. Consultado em 17 de fevereiro de 2020 Santiago, Tatiana (12 de fevereiro de 2021). «Após adiar carnaval em 2021, Prefeitura de SP anuncia cancelamento da festa neste ano». G1. Consultado em 28 de abril de 2021 https://www.srzd.com/carnaval/sao-paulo/unidos-do-peruche-lanca-enredo-para-o-carnaval-2021/ Em falta ou vazio |título= (ajuda) Decreto Legislativo 15/2011 que concede homenagem ao cidadão Carlos Alberto Caetano «SASP – Sociedade Amantes do Samba Paulista/SP». www.sasp.com.br. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 Notas [Expandir]vde São Paulo Carnaval de São Paulo 2022 Portal do Carnaval Categoria: Unidos do Peruche Esta página foi editada pela última vez às 02h16min de 24 de fevereiro de 2022. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) da Creative Commons; pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de utilização. ATENDEMOS TODOS OS BAIRROS No No Parque Peruche OFERECENDO OS SERVIÇOS DE: DESENTUPIMENTO DE VASOS SANITÁRIOS No No Parque Peruche DESENTUPIMENTO DE RALOS No No Parque Peruche DESENTUPIMENTO DE RAMAIS E ESGOTOS EM GERAL No No Parque Peruche DESENTUPIMENTO DE PIAS E TANQUES No No Parque Peruche DESENTUPIMENTO DE COLUNAS PREDIAIS No No Parque Peruche DESENTUPIMENTO DE AGUAS PLUVIAIS No No Parque Peruche DESENTUPIDORAS DE PIA No No Parque Peruche DESENTUPIDORA DE CAIXA DE ESGOTO No No Parque Peruche DESENTUPIDORA DE ESCOLAS No No Parque Peruche DESENTUPIDORA DE BARES No No Parque Peruche VÍDEO: DESENTUPIMENTO DE ESGOTO –  POR QUE CONTAR CONTRATAR A  DESENTUPIDORA No No Parque Peruche? OFERECEMOS SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE DESENTUPIDORA No No Parque Peruche. NÃO QUEBRAMOS PAREDES E PISOS PARA FAZER O SERVIÇO. PORQUE ATENDEMOS RÁPIDO COM PLANTÃO 24 HORAS. PORQUE NÃO COBRAMOS TAXAS DE VISITAS. OS NOSSOS ORÇAMENTOS SÃO SUPER ACESSÍVEIS. O SERVIÇO TEM TOTAL SEGURANÇA E GARANTIA. LIGUE AGORA E PEÇA A SUA VISITA GRÁTIS E SEM COMPROMISSO POR  Previous Next Previous Next SAIBA COMO É FEITO OS SERVIÇOS, CLIQUE AQUI E VEJA OS NOSSOS VÍDEOS. ENTENDA COMO É FEITO O SERVIÇO DE DESENTUPIMENTO No No Parque Peruche. Desentupidora No No Parque Peruche: Atendemos todo o bairro da vila nova conceição. Propomos um serviço simples e rápido, com alto conhecimento técnico de desentupidora na casa verde, com formas de pagamento acessíveis, 24 horas por dia, Domingo a Domingo e 120% mais barato que a média do mercado. Após remoção dos objetos obstrutivos, executamos a limpeza preventiva da tubulação, otimizando o ramal de efluente. Os nossos serviços de desentupidora na casa verde, são executados na mais absoluta higiene, com toda segurança, de modo profissional, com alto conhecimento técnico, com equipes de encanadores treinados para resolver mais urgente possível o transtorno do entupimento. COMO FAÇO PARA CONTRATAR A  DESENTUPIDORA PARA DESENTUPIR No No Parque Peruche? ENTRE EM CONTATO COM A DESENTUPIDORA POR TELEFONE E EMAIL OU PREENCHA O FORMULÁRIO NO FINAL DA PAGINA. SOLICITE A SUA VISITA GRÁTIS, VISITAMOS O LOCAL DO ENTUPIMENTO SEM COBRAR NADA. APÓS A AVALIAÇÃO TÉCNICA DO ENTUPIMENTO, PROPOMOS O ORÇAMENTO MAIS ACESSÍVEL DO MERCADO. ACEITO O ORÇAMENTO, EXECUTAMOS O SERVIÇO PRONTO! ACABOU O TRANSTORNO, E AINDA OFERECEMOS GARANTIA TOTAL DO SERVIÇO. AGENDA JÁ A SUA VISITA TOTALMENTE GRÁTIS LIGUE AGORA MESMO NO ATENDIMENTO 24 HORAS DE DOMINGO A DOMINGO Oferecemos serviços profissionais de desentupidora No No Parque Peruche de: Desentupidora de Vasos Sanitários: No No Parque Peruche causado por obstruções como objetos rígidos, papeis higiênicos, escovas de dentes, fraudas, frascos de desodorantes etc, desentupimos vasos sanitários com maquinas desentupidoras eletro rotativas erradicando o entupimento. Desentupidora de Esgotos em geral: No No Parque Peruche Quando se trata de desentupimento, os canos de esgoto estão é o que causa maiores transtornos. Causado por diversos resíduos no interior dos canos, impede o fluxo natural do efluente. Oferecemos serviços completo de desentupidora na cantareira eliminando as obstruções e fazendo uma raspagem interna da tubulação. Desentupidora de Ralos: No No Parque Peruche Para identificar o entupimento de ralo, observamos um empoçado de água que não escoa, causado por resíduos sólidos como fios de cabelos acumulados. Para solucionar este proble desentupidora na cantareira, conta com encanadores experientes com alto conhecimento técnico para atender esta necessidade. Desentupidora de Pias: No No Parque Peruche Ao usar a pia, a água não escoa, aumentando o volume de água dentro da cuba, provavelmente a pia esta entupida, a sua causa pode ser: restos de alimentos, gorduras ou fragmentos de resíduos sólidos. Sabendo diss desentupidora, oferece serviços de desentupidora de pia profissional e com toda garantia. Desentupidora de Colunas: No No Parque Peruche Atendemos condomínios em todas as cidades da grande São Paulo. Propomos um serviço simples e rápido, com alto conhecimento técnico, com formas de pagamento acessíveis, 24 horas por dia, Domingo a Domingo e 120% mais barato que a média do mercado. Desentupidora de vaso Desentupidora de pia Desentupidora de esgoto Desentupidora de ralo Desentupidora na água fria Desentupidora no parada inglesa Desentupidora em taipas Desentupidora no parque edu chaves Desentupidora no horto florestal Desentupidora na brasilandia Desentupidora No No Parque Peruche Desentupidora na vila penteado Desentupidora na freguesia do ó Desentupidora na vila novo conceição Desentupidora no mandaqui Desentupidora na casa verde Desentupidora no tremembé Desentupidora no jaçanã Desentupidora no tucuruvi Desentupidora na cantareira Desentupidora na vila medeiros Desentupidora na vila gustavo Desentupidora na vila maria Desentupidora na vila guilherme Desentupidora no lauzane paulista Desentupidora no parque novo mundo Desentupidora no jaraguáDesentupimento e Hidrojateamento: O serviço de Hidrojateamento consiste na limpeza de redes de esgoto sanitário e pluvial, caixas de gordura e tubulações industriais entre outros locais, por meio de jateamento com água. Desentupimento de caixa de Gordura: Sua estrutura evita que as gorduras vindas da pia se instalem na tubulação, causando a obstrução destes canos por acúmulo de materiais gordurosos e entupindo a fossa ou mesmo a rede de esgoto da rua. Desentupimento e Limpeza de Fossa: O entupimento da rede de esgoto é um problema comum vivenciado por milhares de pessoas do mundo todo. Nenhuma residência, nem comércio estão livres de passar por este tipo de problema, caso não tomem algumas medidas preventivas que evitam este transtorno. Ocorre que a maioria das pessoas sempre pensa que este tipo de problema nunca irá acontecer com elas e não dão tanta importância para alguns hábitos inadequados que podem comprometer o funcionamento de toda a tubulação do imóvel. Limpeza de caixa d água: A Vigilância Sanitária, assim como a Sabesp e Cetesb se responsabilizam pela limpeza da água até o seu fornecimento na caixa ou reservatório dágua (seja em estabelecimentos residenciais, comerciais ou industriais), contudo se esses não apresentarem as condições necessárias a água perde sua qualidade. Para que isso não ocorra é recomendável que a cada 6 meses seja realizada a limpeza de caixa d’água e reservatório d’água. DESENTUPIMENTO RALO DE BANHEIRO EM TREMEMBÉ DESENTUPIMENTO DE RALOS: Examinamos os ramais para detectar o local exato da obstrução, após localização realizamos a desobstrução do encanamento, removendo toda a sujeira sem a necessidade de quebrar pisos ou azulejos. DESENTUPIMENTO DE VASOS SANITÁRIOS: Quando solicitada Vasos Sanitários solucionamos o problema executando a desobstrução do vaso sanitário por meio de equipamentos modernos, que removem toda a sujeira sem a necessidade de quebrar pisos ou azulejos. Contudo em alguns casos pode ser necessária a remoção do vaso, para isso contamos com uma equipe técnica bem treinada que realiza o desentupimento de vasos sanitários com eficiência e qualidade. DESENTUPIDORA DE COLUNAS: Quando solicitasolucionamos o problema executando a raspagem e higienização da coluna por meio de equipamentos de ponta, removendo toda sujeira contida na tubulação desobstruindo o encanamento e normalizando o fluxo de água. Realizando o desentupimento de colunas com eficiência e qualidade. DESENTUPIMENTO DE PISCIN Desentupidora no Parque Peruche presta serviços de desentupimento de piscinas residenciais e comerciais com equipamentos de alta tecnologia e abordagem orientada a processos de manutenção e reparação. Nossos profissionais especialmente treinados em serviços para piscinas fornecem as melhores abordagens para piscinas de todos os tipos, seja em casas, apartamentos, comunidades ou comércios. DESENTUPIDORA SP: As redes pluviais entopem por causa do lixo que, muitas vezes, é descartado na rua de forma incorreta. Esse lixo acaba se acumulando no interior das galerias, e quando chove há alagamentos. DESENTUPIDORA SP 24 HORAS: A Desentupidora no Parque Peruche Desentupido é a única opção quando o assunto é resolver problemas de entupimentos em sua casa ou empresa de maneira eficiente. DESENTUPIDORA ALTO DE PINHEIROS: Entupiu? Então, contrate quem entende de desentupimento. Seja qual for a obstrução: cano, rede de esgoto, vaso sanitário, caixa de gordura, piscina, entre outros, o melhor é chamar empresa com profissionais de qualidade e muito compromisso. A Desentupido tem 10 anos de experiência no setor, o que significa muito conhecimento! DESENTUPIDORA DE TUBULAÇÃO PLUVIAL: Mais um ponto positivo:  trabalha 24 horas por dia, ou seja, se você tiver uma emergência com pragas ou tubulações entupidas no meio da madrugada, basta entrar em contato e ser atendido por um profissional capacitado dentro de pouco tempo. DESENTUPIDORA SÃO PAULO CAPITAL: Mas já imaginou se você conhecesse uma Desentupidora em Vila Maria em São Paulo capaz de eliminar qualquer problema com entupimento sem causar danos à sua residência ou negócio? DESENTUPIDORA SÃO PAULO E GRANDE SP: Em todos os casos, seja de entupimento, limpeza do sistema de água ou esgoto, nós contamos com uma equipe altamente preparada e dedicada em atender os clientes da forma mais ágil possível. SERVIÇO DE DESENTUPIDORA SÃO PAULO 24 HORAS: Desentupimento, limpeza de fossas, caça-vazamentos, hidrojateamento, limpeza de caixas d’água, entre outras opções, são alguns dos serviços  oferece, 24 horas, para os moradores de São Paulo e da Grande São Paulo. DESENTUPIDORA DE TUBULAÇÃO PLUVIAL: Mais um ponto positivo: a trabalha 24 horas por dia, ou seja, se você tiver uma emergência com pragas ou tubulações entupidas no meio da madrugada, basta entrar em contato e ser atendido por um profissional capacitado dentro de pouco tempo. DESENTUPIDORA DE CAIXA DE GORDURA: Desentupidora Caixa de Gordur – Desentupidora no Parque Peruc é especializada em desentupimento de todo tipo de caixa de gordura e desentupimento em geral em todos os bairros de ,São Grande São Paulo. DESENTUPIDORA DE CAIXA DE INSPEÇÃO: Outro transtorno comum e igualmente aborrecedor é quando o ambiente acaba sendo invadido por alguma espécie de praga, como formigas, ratos, baratas, cupins e outros visitantes indesejados, animais capazes de transmitir doenças, muitas vezes, graves. DESENTUPIDORA DE CAIXA DE INSPEÇÃO: Agilidade, qualidade, credibilidade e preço justo são alguns dos princípios com os quai trabalha, a fim de garantir que você seja sempre muito bem atendido. Além disso, a empresa aposta sempre nas tecnologias mais modernas para resolver o seu problema corretamente. DESENTUPIDORA DE CANOS: Desentupimento Cano | Desentupimento Cano na Zona Leste Desentupimento |Cano na Zona Norte| Desentupimento Cano na Zona Oeste| Desentupimento Cano SP| Desentupimento Canos| Desentupimento Canos na Zona DESENTUPIDORA DE ESGOTO: Sendo assim, se você estiver em busca de uma desentupidora em São Paulo que oferece serviços de desentupimento com eficiência e garantia, não hesite em conhecer mais sobre a Desentupidora. DESENTUPIMENTO: Atendendo a clientes de São Paulo e da Grande São Paulo entende a necessidade de contar somente com profissionais de confiança e que, ao mesmo tempo, possam desenvolver um trabalho de alto nível de qualidade e durabilidade DESENTUPIMENTO DE CAIXA DE GORDURA: O objetivo principal da Desentupidor é prover aos seus clientes serviços de valor, assegurem a qualidade no desempenho de suas execuções , gerando confiança e segurança. Nossos especialistas estão à disposição de sua empresa, residência, comércios, escolas, Hospitais, lojas e outros. DESENTUPIMENTO DE ESGOTO: Entre as causas para o entupimento, podemos destacar o aparecimento de objetos que por algum motivo se encontravam no local, deteriorações ou até mesmo mudanças drásticas de temperatura. HomeA Empresa Serviços Áreas Atendidas Desentupimentos Controle De Pragas OrçamentosPolítica De PrivacidadeBlogContato Desentupidora e Dedetizadora Sp  Consulte Preço – São Paulo ⋆ Desentupimento 24h WHATSAP Desentupidora Parque Peruche Desentupidora de Esgoto Sp 24h – Limpeza de Caixa D’ Água Sp – Controle de Pragas ⋆ Israel Serviços: Desentupidora Parque Peruche Desentupidora Parque Peruche sua rede está apresentando entupimento no cano, podemos ajudar, nossos serviços de desentupimentos em geral, Serviço de desentupimento com desobstrução de rede ou ramal , serviço pode ser preventivo ou corretivo de desobstrução de encanamentos, Desentupimento de encanamentos , desentupimento com raspagem da tubulação para evitar o entupimento em residências, apartamentos, escritórios, fábricas, indústrias, empresas, lojas, condomínios entre outros , desentupimentos eficiente de encanamento seja ramal ou rede de encanamento do banheiro, cozinha, copa, escritório, consultórios e outros , desobstrução de encanamento em residências ou comércios em geral , desentupimento de encanamento em geral sp, desentupidora de encanamento 24 hrs, serviço de desobstrução de raspagem de encanamentos 24 horas, serviço de desentupimento com qualidade e efetividade, também realizamos desentupimentos de rede de encanamento, rede pluvial, vaso sanitário, canos, caixa de gordura, ralo de banheiro, ralo de cozinha, ralo de varanda entre outros, consulte . Preparamos uma equipe de profissionais para atender a região do no bairro em São Paulo Sp. Solicite agora mesmo um orçamento sem compromisso, para o serviço de Desentupidora Parque Peruche. Desentupidora Parque Peruche Desentupidora de Canos Freguesia do Ó Sp | Desentupidora de Canos Alto de Pinheiros Sp | Desentupidora de Canos Anhanguera Sp | Desentupidora de Canos Aricanduva Sp | Desentupidora de Canos Artur Alvim Sp | Desentupidora de Canos Barra Funda Sp | Desentupidora de Canos Belém Sp | Desentupidora de Canos Bom Retiro Sp | Desentupidora de Canos Brás Sp | Desentupidora de Canos Brasilândia Sp | Desentupidora de Canos Butantã Sp | Desentupidora de Canos Cachoeirinha Sp | Desentupidora de Canos Cambuci Sp | Desentupidora de Canos Campo Belo Sp | Desentupidora de Canos Campo Grande Sp | Desentupidora de Canos Campo Limpo Sp | Desentupidora de Canos Cangaíba Sp | Desentupidora de Canos Capão Redondo Sp | Desentupidora de Canos Capela do Socorro Cidade Dutra Sp | Desentupidora de Canos Carrão Sp | Desentupidora de Canos Casa Verde Sp | Desentupidora de Canos Cidade Ademar Sp | Desentupidora de Canos Cidade Líder Sp | Desentupidora de Canos Cidade Tiradentes Sp | Desentupidora de Canos Consolação Sp | Desentupidora de Canos Ermelino Matarazzo Sp | Desentupidora de Canos Grajaú Sp | Desentupidora de Canos Guaianases Sp | Desentupidora de Canos Ipiranga Sp | Desentupidora de Canos Itaim Bibi Sp | Desentupidora de Canos Itaim Paulista Sp | Desentupidora de Canos Itaquera Sp | Desentupidora de Canos Jabaquara Sp | Desentupidora de Canos Jaçanã Sp | Desentupidora de Canos Jaguara Sp | Desentupidora de Canos Jaguaré Sp | Desentupidora de Canos Jaraguá Sp | Desentupidora de Canos Jardim Ângela Sp | Desentupidora de Canos Jardim Helena Sp | Desentupidora de Canos Jardim Paulista Sp | Desentupidora de Canos Jardim São Luís Sp | Desentupidora de Canos José Bonifácio Sp | Desentupidora de Canos Lajeado Sp | Desentupidora de Canos Lapa Sp | Desentupidora de Canos Liberdade Sp | Desentupidora de Canos Limão Sp | Desentupidora de Canos Mandaqui Sp | Desentupidora de Canos Marsilac Sp | Desentupidora de Canos M’Boi Mirim Sp | Desentupidora de Canos Moema Sp | Desentupidora de Canos Moóca Sp | Desentupidora de Canos Mooca Água Rasa Sp | Desentupidora de Canos Morumbi Sp | Desentupidora de Canos Parelheiros Sp | Desentupidora de Canos Pari Sp | Desentupidora de Canos Parque do Carmo Sp | Desentupidora de Canos Pedreira Sp | Desentupidora de Canos Penha Sp | Desentupidora de Canos Perdizes Sp | Desentupidora de Canos Perus Sp | Desentupidora de Canos Pinheiros Sp | Desentupidora de Canos Pirituba Sp | Desentupidora de Canos Ponte Rasa Sp | Desentupidora de Canos Raposo Tavares Sp | Desentupidora de Canos República Sp | Desentupidora de Canos Rio Pequeno Sp | Desentupidora de Canos Sacomã Sp | Desentupidora de Canos Santa Cecília Sp | Desentupidora de Canos Santana Sp | Desentupidora de Canos Santo Amaro Sp | Desentupidora de Canos São Domingos Sp | Desentupidora de Canos São Lucas Sp | Desentupidora de Canos São Mateus Sp | Desentupidora de Canos São Miguel Sp | Desentupidora de Canos São Rafael Sp | Desentupidora de Canos Sapopemba Sp | Desentupidora de Canos Saúde Sp | Desentupidora de Canos Sé Sp | Desentupidora de Canos Sé Bela Vista Sp | Desentupidora de Canos Socorro Sp | Desentupidora de Canos Tatuapé Sp | Desentupidora de Canos Tremembé Sp | Desentupidora de Canos Tucuruvi Sp | Desentupidora de Canos Vila Andrade Sp | Desentupidora de Canos Vila Curuçá Sp | Desentupidora de Canos Vila Formosa Sp | Desentupidora de Canos Vila Guilherme Sp | Desentupidora de Canos Vila Jacuí Sp | Desentupidora de Canos Vila Leopoldina Sp | Desentupidora de Canos Vila Maria Sp | Desentupidora de Canos Vila Mariana Sp | Desentupidora de Canos Vila Matilde Sp | Desentupidora de Canos Vila Medeiros Sp | Desentupidora de Canos Vila Prudente Sp | Desentupidora de Canos Vila Sônia Sp | Desentupidora de Canos para condomínios. (+) (-) Conteúdos ,  Rua Waldemar Martins, Parque Peruche, Zona Norte: Desentupidora no Parque Peruche com desconto de até 50%, visita grátis, orçamento sem compromisso e pagamento facilitado você encontra aqui na desentupidora, uma empresa especializada em desentupimento, limpa fossa e hidrojateamento, nossa empresa presta serviço 24 hs, 7 dias por semana, estamos sempre a disposição para atender com rapidez e garantimos em contrato todos os serviços., aqui no Parque Peruche temos equipe para atender serviços emergenciais ou de prevenção. A desentupidora no Parque Peruche tem experiência de mais de 30 anos e desenvolveu um sistema para desentupir pias, ralos, coletoras, colunas, águas pluviais, calhas, conduítes, tanques, privadas, canos de água limpa e esgotos em geral, com sistema de alta pressão. As máquinas rotativas de desentupimento por mais eficazes que são, deixam em alguns casos resquícios do entupimento, este novo sistema chega a sua perfeição, pois trabalha com água e pressão ao mesmo tempo. O sistema é tão perfeito que podemos afirmar que seria igual a trocar a tubulação, pois ele joga água nas paredes dos canos deixando eles com seu diâmetro original. A desentupidora no Parque Peruche conta hoje com equipamentos de alta pressão montados nas unidades móveis sendo: Caminhões para resolver os mais difíceis tipos de entupimentos que possamos encontrar, ou seja, não existe serviço de desentupimento que nós não executamos. Como nem tudo é perfeito ainda existe muitas edificações antigas que possuem tubulações feitas com manilhas, que são canos feitos de cerâmicas de 01 metro cada, acoplados uns aos outros e colados com cimento, o que pode acontecer neste caso? Com o tempo estas uniões criam fissuras e se houver um entupimento a água passa por estes locais e vai direto para terra ocorrendo uma erosão. Com isso a manilha acaba se deslocando e cedendo, então neste caso é necessária a troca da manilha, mas para isso o próprio técnico da desentupidora no Parque Peruche aliada com seus equipamentos consegue achar o ponto exato do arreamento. Outro fator de importância que ocorre com tubulações de PVC de baixa qualidade, é ter suas conexões de colagem deslocadas, muitas vezes até por falta de cola ou tubulações com paredes finas, e ai acontece também o arreamento, muitas vezes canos fracos são roídos por ratos que vão procurar comida ou água no esgoto, que trazem problema igual ao deslocamento de colagem. Eles furam o cano de PVC com facilidade em alguns casos em vários pontos, neste caso temos que trocar a tubulação que a desentupidora no Parque Peruche já no local e com trabalho de desentupimento já começado também executa, a desentupidora no Parque Peruche não deixa de resolver os problemas ocasionados por entupimentos de esgoto, fazendo um serviço limpo, rápido e eficiente. A desentupidora no Parque Peruche já realizou com sucesso desentupimentos em muitas residências, edifícios, empresas e hospitais entre outros, trabalhos deste tipo requerem total domínio da tecnologia e muita responsabilidade para não causar danos irreparáveis em locais de extrema importância. Obviamente conviver com entupimentos de esgotos não é nem um pouco agradável, você não consegue usar nada no seu imóvel, quer lavar louça e não pode, quer tomar banho e não pode, quer usar o banheiro e não pode. E aí? O que fazer? Chame a desentupidora no Parque Peruche que tem conhecimento técnico e tecnológico adequados, a desentupidora no Parque Peruche alinha o conhecimento teórico e prático, sobre todos os desentupimentos com tecnologias em hidráulicas. Desta forma, têm como compromisso de garantir a qualidade do serviço prestado, para isso a desentupidora no Parque Peruche conta com profissionais altamente qualificados e experientes, capazes de solucionar os mais complicados entupimentos que possam aparecer, tal fato aumenta expressivamente as chances de sucesso no serviço e pode ter certeza de que o resultado que você obterá será muito satisfatório. Algumas dúvidas de nossos clientes: Como é feito o desentupimento? Pode ser de varias formas, o convencional é feito com máquinas rotativas de pequeno ou grande porte, também pode ser feito com caminhão de hidrojateamento e outro modo pouco usado é com pressão de ar comprimido. Posso chamar uma desentupidora a noite em meu apartamento? Depende da urgência, se for caso de retorno de esgoto nos ralos (quando a água sai sem você estar usando) pode, mas se for pia entupida, privada ou tanque, precisa ver a convenção do condomínio. O meu banheiro está com mau cheiro a desentupidora resolve? Sim, isso é indicio de futuro entupimento, o serviço neste caso e fazer uma raspagem na tubulação para retirar o que está causando o mau odor. É necessário limpar os canos do meu imóvel anualmente? Nem sempre, mas todo serviço preventivo, além de custar bem menos evita muita dor de cabeça no futuro. Quanto custa o orçamento da desentupidora? Nada, todo orçamento é feito no local do problema, assim o técnico vai saber dimensionar a dificuldade do desentupimento, por isso toda visita é gratuita. E se acontecer um entupimento no domingo ou feriado? Fique tranqüilo, nossa empresa atende sábados domingos e feriados sem nenhum custo adicional, mantemos plantão 24 horas para casos emergenciais. Não estava no meu orçamento o serviço de desentupimento, como posso pagar? Aqui na S temos flexibilidade na forma de pagamento, aceitamos cheques, cartão de crédito e dependendo da situação até boleto bancário. Fiz um serviço e voltou a entupir no mesmo local o que devo fazer? Ligar em nossa empresa, pois em nosso contrato existe uma garantia por escrito, iremos deslocar uma equipe técnica até o local sem custo adicional. Entupiu e não posso usar nada em casa quanto tempo demora pro atendimento? Em São Paulo nossa dificuldade é o trânsito, mas direcionaremos a equipe mais próxima do local para que a visita se torne rápida, mas normalmente em torno de 40 minutos. Quanto custa o serviço de desentupimento? Um serviço nunca é igual ao outro, é difícil colocar um preço sem saber direito o que esta acontecendo, e outros detalhes técnicos que são próprios do local, por isso não cobramos taxa de visita e nosso orçamento é sem compromisso. Faça serviço de desentupimento com  desentupidora no Parque Peruche para não ter que fazer de novo. Compromisso com a qualidade e preço justo nos serviços de desentupimento é aqui  desentupidora no Parque Peruche Sistema Americano de Desentupimento Profissional! Desentupidora no Parque Peruche? Chame a  Desentupidora! Desentupidora no Parque Peruche Desentupimento no Parque Peruche Desentupidor no Parque Peruche Desentupir no Parque Peruche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.